Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
Ensino (23002018009P9)
O LETRAMENTO MULTIMODAL CRÍTICO NO LIVRO DIDÁTICO DE LÍNGUA INGLESA: UM ESTUDO COM O GÊNERO TIRINHA
MARIA ELIZIA CAVALCANTE COSTA
DISSERTAÇÃO
07/05/2019

As constantes mudanças na área da linguagem e a reformulação das concepções sobre o ensino de línguas que leve em conta estas mudanças são preocupações no campo do ensino. Levando em consideração os pressupostos da multimodalidade e dos multiletramentos, este trabalho tem como objetivo investigar a utilização do gênero tirinha nas atividades de Língua Inglesa, mediadas pelo livro didático de Inglês do professor da coleção Way to English for Brazilian Learners, da Editora Ática, dos autores Cláudio Franco e Kátia Tavares (FRANCO; TAVARES, 2015), em utilização no Ensino Fundamental da cidade de Rodolfo Fernandes, na Escola Municipal Maria de Lourdes Cavalcante. O livro escolhido foi o do 6º ano, dada a recorrência do gênero tirinha no material. A pesquisa foi baseada nos pressupostos teóricos do Grupo de Nova Londres (The New London Group, 2000), Cope & Kalantzis (2000); assim como na teoria do letramento visual, em que utilizamos as ideias de Callow (2005, 2008), Bamford (2003), na semiótica social (Lemke, 2010) e na Gramática do Design Visual de Kress e Van Leeuwen (1996, 2006). Usamos a abordagem de Marcuschi (2008) sobre os gêneros como prática sócio-comunicativa e como alicerce para o ensino de línguas. Utilizamos autores que conceituam sobre a tirinha (COSTA, 2008; RAMOS, 2017; VERGUEIRO, 2018) e sobre a perspectiva multimodal desse gênero (ROJO, 2015), Kress e Van Leeuwen (1996, 2006), Jewitt (2008, 2009). Revisamos também considerações sobre a utilização do livro didático no ensino de Língua Inglesa com base em Bezemer e Kress (2008), Dias (2009) e Ramos (2009), para, então, discutirmos aspectos do letramento crítico com base em Oliveira (2006). A pesquisa procurou responder as seguintes perguntas: 1) Como o livro didático de Língua Inglesa aborda os modos verbais e não verbais da tirinha? Como os recursos semióticos da tirinha podem possibilitar o letramento visual crítico? Quais concepções de letramento visual e crítico subjacentes às atividades apresentadas? Nossa pesquisa, do tipo interpretativista, utilizou o estudo das bases teóricas para interpretação do corpus que correspondeu às atividades e seções do LD que utilizam as tirinhas, em que os dados foram trabalhados numa abordagem qualitativa. Os resultados apontaram que o LD em análise trabalhou com a tirinha no ensino de LE em uma perspectiva que amplia a necessidade de desenvolver as habilidades linguísticas de falar, ouvir, ler e escrever textos verbais e apresentou preocupação com a leitura de textos visuais e multimodais e também com o letramento crítico possibilitado pelo estudos desses textos. Foi possível identificar também que a simples menção das características imagéticas do texto ainda são insuficientes para se configurar em uma abordagem de letramento visual. Por isso, acreditamos que a intervenção do professor na utilização do LD é decisiva para trabalhar estes aspectos, já que o LD veicula os textos e os aproxima dos alunos. Faz-se necessário complementar a abordagem dada com relação aos letramentos visual e crítico. Concluímos que esta pesquisa ofereceu a oportunidade de avaliar a eficácia do LDI enquanto material de ensino no que concerne ao seu papel de aproximar os alunos a textos com novas configurações e que necessitam ser ensinados, para que desenvolvam de forma adequada as habilidades de leitura multimodal, ao mesmo tempo em que ampliam também o letramento crítico frente a textos visuais, situados social e culturalmente.

Livro didático;Língua inglesa;Letramento visual;Tirinha
The constant changes in the area of language and the reformulation of conceptions about language teaching that takes into account these changes are concerns in the field of teaching. Taking into account the presuppositions of multimodality and multiliteracies, this work aims to investigate the use of the genre comic strips in the activities of English Language, mediated by the teacher’s English textbook from the collection Way to English for Brazilian Learners, by Editora Ática and the authors Cláudio Franco and Kátia Tavares (FRANCO; TAVARES, 2015), in use in the Elementary School of the city of Rodolfo Fernandes, at the Maria de Lourdes Cavalcante Municipal School. The chosen book was the one of the 6th grade, given the recurrence of the genre comic strips found in the material. The research was based on the theoretical assumptions by the New London Group (2000), Cope & Kalantzis (2000)), as well as on visual literacy theory, in which we used the ideas of Callow (2005, 2008), Bamford (2003), in social semiotics (Lemke, 2010) and in the Visual Design Grammar of Kress and Van Leeuwen (1996, 2006). We used Marcuschi's (2008) approach to genres as a social-communicative practice and as a foundation for language teaching. We use authors who conceptualize on the comic strip (COSTA, 2008, RAMOS, 2017, VERGUEIRO, 2018) and on the multimodal perspective of this genre (ROJO, 2015), Kress and Van Leeuwen (1996, 2006), Jewitt (2008, 2009). We also reviewed considerations about the use of textbooks in English language teaching based on Bezemer and Kress (2008), Dias (2009) and Ramos (2009), to discuss aspects of critical literacy based on Oliveira (2006). The research sought to answer the following questions: 1 ) How does the English Language textbook address the verbal and nonverbal modes of the comic strip? How can the semiotic features of the comic strip enable critical visual literacy? What conceptions of visual and critical literacy underlie the activities presented? Our research, of the interpretative type, used the study of the theoretical bases for the interpretation of the corpus that corresponded to the activities and sections of the textbook that use the comic strips, in which the data were worked in a qualitative approach. The results pointed out that the textbook analyzed worked with the teaching of foreign language with comic strips in a perspective that amplifies the need to develop the linguistic abilities of speaking, listening, reading and writing verbal texts and was concerned with the reading of visual and multimodal texts and also with the critical literacy made possible by the studies of these texts. It was also possible to identify that the mere mention of the visual characteristics of the text is still insufficient to be configured as a visual literacy approach. Therefore, we believe that the intervention of the teacher in the use of the textbook is decisive to work these aspects, since it conveys the texts and brings them closer to the students. It is necessary to complement the approach given with regard to visual and critical literacies. We conclude that this research offered the opportunity to evaluate the effectiveness of the English Language Textbook as a teaching material in relation to its role of bringing students next to texts with new configurations that need to be taught in order to adequately develop multimodal reading skills, while at the same time extending critical literacy to socially and culturally situated visual texts.
Textbook;English language;Visual literacy;Comic strips
1
128
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

EDUCAÇÃO BÁSICA
ENSINO DE LÍNGUAS
Multiletramentos no ensino de línguas: foco no letramento multimodal crítico

Banca Examinadora

MARIA ZENAIDE VALDIVINO DA SILVA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JOSE CEZINALDO ROCHA BESSA Docente - PERMANENTE
MARIA ZENAIDE VALDIVINO DA SILVA Docente - PERMANENTE
LIGIA DE SOUZA LEITE MORAES Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim