Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CIÊNCIA ANIMAL NOS TRÓPICOS (28001010036P7)
UTILIZAÇÃO DO PRODUTO CAXP COMO BIOMARCADOR PROGNÓSTICO EM CÃES COM DOENÇA RENAL CRÔNICA E SUA CORRELAÇÃO COM O PTH
ULISSES JOSE DA SILVA MENEZES
DISSERTAÇÃO
09/10/2018

A Linfadenite Caseosa (LC) é uma enfermidade infectocontagiosa e zoonótica caracterizada pela formação de granulomas em linfonodos e órgãos internos. O agente etiológico desta doença é o Corynebacterium pseudotuberculosis, uma bactéria Gram-positiva e intracelular facultativa. O tratamento convencional da doença consiste na drenagem e cauterização química das lesões utilizando solução de iodo a 10%; no entanto, esse tipo de tratamento não é totalmente eficaz, pois o iodo pode apresentar tóxicidade aos tecidos, baixa atividade antibacteriana e retarda o processo de cicatrização. Nanopartículas de prata (AgNP) podem ser vistas como um tratamento alternativo contra a LC devido à sua atividade antimicrobiana e efeito cicatrizante. Diante disso, o presente estudo objetivou avaliar as AgNP como uma alternativa para o tratamento pós-cirúrgico da LC. Foram selecionados 29 animais, caprinos e ovinos, com suspeita clínica de LC, estes avaliados no período de dois meses, entre maio e julho do ano de 2017, no município de Capim Grosso, estado da Bahia. Foi realizada intervenção cirúrgica para retirada das lesões caseosas, e para o tratamento das lesões foi usada pomada a base de AgNP ou iodo a 10%. A partir do material caseoso dos animais foi feito o isolamento das bactérias. Ovinos tratados com AgNP cicatrizaram a ferida cirúrgica duas semanas mais rápido do que aqueles tratados com iodo 10%, bem como tiveram menor área de ferida cirúrgica durante o período de observação, esse último fato também sendo observado para os caprinos. Os animais tratados com prata também tiveram menos infecções oportunistas nas feridas cirúrgicas e menor presença de umidade nas mesmas. Os animais tratados com AgNP apresentaram menores contagens de leucócitos, bem como uma menor produção de anticorpos específicos anti-C. pseudotuberculosis. Os resultados dos testes de susceptibilidade mostraram sensibilidade da bactéria às AgNP, mesmo em baixas concentrações. Conclui-se que o tratamento pós–cirúrgico da LC utilizando pomada a base de AgNP pode ser considerado como promissor devido a uma cicatrização mais rápida, menor contaminação das feridas e sem efeitos colaterais.

antimicrobianos;Corynebacterium pseudotuberculosis;nanotecnologia;pequenos ruminantes
Lymphadenitis Caseosa (LC) is an infectious and zoonotic disease characterized by the formation of granulomas in lymph nodes and internal organs. The etiological agent of this disease is Corynebacterium pseudotuberculosis, a Gram-positive and intracellular bacterial facultative. Conventional treatment of the disease consists of drainage and chemical cauterization of the lesions using 10% iodine solution; however, this type of treatment is not fully effective, since iodine can present tissue toxicity, low antibacterial activity and slows down the healing process. Silver nanoparticles (AgNP) can be seen as an alternative treatment against LC due to its antimicrobial activity and healing effect. Therefore, the present study aimed to evaluate the AgNP as an alternative for the post-surgical treatment of LC. Twenty-nine animals, goats and sheep, with clinical suspicion of LC, were evaluated in the period of two months, between May and July 2017, in the municipality of Capim Grosso, state of Bahia. Surgical intervention was performed to remove caseous lesions, and for the treatment of lesions AgNP or 10% iodine-based ointment was used. From the cheesy material of the animals was made the isolation of the bacteria. Sheep treated with AgNP healed the surgical wound two weeks faster than those treated with 10% iodine, as well as had less area of surgical wound during the observation period, the latter also being observed for goats. The animals treated with silver also had less opportunistic infections in the surgical wounds and less presence of humidity in the same ones. AgNP treated animals had lower leukocyte counts as well as a lower production of specific anti-C antibodies. pseudotuberculosis. The results of the susceptibility tests showed sensitivity of the bacteria to AgNP, even at low concentrations. It is concluded that post-surgical treatment of LC using AgNP-based ointment can be considered promising due to faster healing, less wound contamination and no side effects.
antimicrobials;Corynebacterium pseudotuberculosis;nanotechnology;small ruminants
01
55
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL
PRODUTOS E PROCESSOS BIOTECNOLÓGICOS
NANOPARTÍCULAS DE PRATA NO TRATAMENTO DE DOENÇAS INFECCIOSAS ANIMAIS

Banca Examinadora

RICARDO WAGNER DIAS PORTELA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
NUBIA SEYFFERT Participante Externo
LJUBICA TASIC Participante Externo
MARIA CONSUELO CARIBE AYRES Docente - COLABORADOR
RICARDO WAGNER DIAS PORTELA Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - CAPES 24

Vínculo

CLT
Outros
Profissional Autônomo
Sim