Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CIÊNCIA ANIMAL NOS TRÓPICOS (28001010036P7)
VALORES DE HEMOGRAMA E DE BIOQUÍMICA CLÍNICA EM Trichechus manatus manatus NO NORDESTE BRASILEIRO
MARCOS ANTONIO PINTO MENDONCA DA SILVA
DISSERTAÇÃO
01/08/2018

O Brasil é considerado o país com a maior diversidade biológica do mundo em seus diversos ecossistemas terrestres, marinhos e aquáticos. O ecossistema brasileiro aquático contém a espécie de peixe-boi marinho Trichechus manatus manatus, ameaçada de extinção, e urge que se façam trabalhos de pesquisa com esse animal devido ao cada vez mais reduzido número de animais encontrados no litoral brasileiro. Atualmente, não existem estudos de hematologia e de bioquímica clínica para animais adultos dessa espécie no território brasileiro. O presente trabalho objetivou comparar valores dos componentes do hemograma e de concentração de componentes bioquímicos de T. manatus manatus adultos de diferentes sexos, mantidos em cativeiro de aclimatização, cativeiro de reabilitação ou animais de vida livre, bem como em diferentes épocas do ano. Foram obtidas amostras de sangue de 30 animais, machos e fêmeas, adultos, considerados hígidos após exame clínico. As amostras de sangue total foram utilizadas para a contagem de células sanguíneas por método manual, enquanto que as amostras de soro foram utilizadas para dosagem de componentes séricos por kits comerciais de bioquímica clínica em sistema de automação. Nos resultados do hemograma, não foram encontradas diferenças estatísticas significativas entre os valores quando comparados os diferentes habitats ou em amostras coletadas em diferentes épocas do ano, sendo que para a variável sexo foi vista diferença para HCM. Quanto aos valores de bioquímica clínica, observou-se um intervalo com valores estatisticamente significativos menores para creatinina em animais de vida livre (p = 0,01), para albumina em animais de cativeiro de reabilitação (p = 0,03) e amilase para animais de cativeiro de aclimatação (p = 0,004). Já para a enzima TGO em animais de vida livre, os valores encontrados foram maiores (p = 0,03). Os resultados desta pesquisa estabelecem valores a serem utilizados na clínica de T. manatus manatus, auxiliando o bom manejo dos animais em cativeiro e vida livre, e abrem espaço para investigação de alterações encontradas em infecções e outras patologias nessa subespécie de peixe boi.

bioquímica clínica;hematologia;peixe-boi marinho;sirênios
Brazil is considered the country with the greatest biological diversity in the world in its terrestrial, marine and aquatic ecosystems. The Brazilian aquatic ecosystem contains the species of marine manatee Trichechus manatus manatus, threatened of extinction and it is urgent that many researches should be done with this animal due to the increasingly small number of animals found in the Brazilian coast. Currently, there are no hematology and clinical biochemistry studies made with adult animals of this species in the Brazilian territory. The present work aimed to compare the values of the hemogram and the concentration of biochemical components of T. manatus manatus adults of different sexes, kept in captivity of acclimatization, rehabilitation captivity or free - living animals, as well as at different times of the year. Blood samples were obtained from 30 adult male and female animals considered healthy after clinical examination. Whole blood samples were used for blood cell counts, while serum samples were used to measure serum components by commercial clinical biochemistry kits in an automation system. In the results of the hemogram, no statistically significant differences were found between the values when different habitats or different times of the year results were compared, and for gender a difference in HCM was seen. Regarding the clinical biochemistry values, there was an interval with statistically significant lower values for creatinine in free-living animals (p = 0.01), for albumin in captive animals of rehabilitation (p = 0.03) and amylase for acclimatization captivity (p = 0.004). Regarding the TGO enzyme in free-living animals, the values found were higher (p = 0.03). The results of this research establish values to be used in the clinic of T. manatus manatus, assisting the good management of animals in captivity and free life, and open space for investigation of alterations found in infections and other pathologies in this subspecies of manatee.
clinical biochemistry;hematology;marine manatee;sirenians
01
66
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL
PRODUTOS E PROCESSOS BIOTECNOLÓGICOS
Determinação de intervalos de referência de bioquímica clínica e hematologia em animais silvestres

Banca Examinadora

RICARDO WAGNER DIAS PORTELA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
RICARDO WAGNER DIAS PORTELA Docente - PERMANENTE
PATRICIA OLIVEIRA MEIRA SANTOS Participante Externo
STELLA MARIA BARROUIN MELO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - CAPES 24

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim