Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CIÊNCIA ANIMAL NOS TRÓPICOS (28001010036P7)
DERMATOPATIAS DIAGNOSTICADAS EM CÃES NO HOSPITAL DE MEDICINA VETERINÁRIA DA UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA POR AVALIAÇÕES HISTOPATOLÓGICAS (2007-2016) E CLÍNICO-LABORATORIAIS (2015-2017)
GESSICA ALINE CRUZ MACHADO
DISSERTAÇÃO
25/08/2017

Objetivou-se com esse estudo, identificar a frequência das doenças cutâneas em cães diagnosticadas por exame histopatológico no Laboratório de Patologia Veterinária da Universidade Federal da Bahia na série histórica de 10 anos (2007- 2016), bem como dos cães atendidos no serviço de dermatologia da Clínica Médica de Pequenos Animais do Hospital de Medicina Veterinária da mesma instituição, no período entre agosto de 2015 a abril de 2017. Na primeira parte desse estudo, foram avaliados 503 protocolos de biópsias cutâneas, nos quais haviam 617 diagnósticos de dermatopatias tumorais (88,49%) e não tumorais (11,51%), dentre essas as mais frequentes foram: neoplasias mesenquimais (39,4%), neoplasias epiteliais (32,4%), proliferações não neoplásicas (12,6%), dermatopatias inflamatórias (11,2%), neoplasias melanocíticas (3,7%), neoplasias metastáticas (0,3%) e dermatopatias atróficas e displásicas (0,3%). Dentre as dermatopatias neoplásicas, foram observados 230 (49,1%) diagnósticos benignos, 215 (45,9%) malignos e 23 (4,9%) borderline. As dermatopatias neoplásicas mais diagnosticadas foram o mastocitoma (14,7%) e o lipoma (7,5%). Em relação aos tumores não neoplásicos os mais comumentes encontrados foram cisto de inclusão epidermal (39,7%) e tricogranuloma (15,4%) e dentre as inflamatórias as dermatites crônicas (42%) e agudas (27,5%). Ainda foi possível observar que 17,3% dos casos tiveram diagnósticos concomitantemente diferentes. Na segunda parte desse estudo verificou-se que dos 114 cães atendidos no serviço de dermatologia da UFBA 82,5% tiveram diagnóstico conclusivo, dentre os quais foram diagnosticadas 172 dermatopatias, em que se destacaram em ordem decrescente de ocorrência, as otopatias (30,8%), dermatopatias alérgicas (23,3%), fúngicas (14,5%), parasitárias (11,6%) e bacterianas (6,4%). Nesse estudo, no total foram diagnosticadas 789 dermatopatias. A ocorrência de dermatopatias tumorais foi superior as não tumorais quando analisados apenas os diagnósticos histopatológicos (parte 1), o oposto do que ocorreu quando avaliados os diagnósticos emitidos na clínica médica (parte 2).

Dermatologia;dermatopatologia;neoplasias cutâneas
The objective of this study was to identify the frequency of cutaneous diseases in dogs diagnosed by histopathological examination at the Veterinary Pathology Laboratory of the Universidade Federal da Bahia in the historical series of 10 years (2007-2016), as well as dogs attended at the dermatology service Of the Small Animal Medical Clinic of the Hospital of Veterinary Medicine of the same institution, in the period between August 2015 and April 2017. In the first part of this study, 503 protocols of skin biopsies were evaluated, in which there were 617 diagnoses of tumoral diseases (88 (39.4%), epithelial neoplasias (32.4%), non neoplastic proliferations (12.6%), and non neoplastic neoplasias (11.51%). Inflammatory dermatopathies (11.2%), melanocytic neoplasms (3.7%), metastatic neoplasms (0.3%) and atrophic and dysplastic dermatopathies (0.3%). Among the neoplastic dermatopathies, 230 (49.1%) diagnosed benign, 215 (45.9%) malignant and 23 (4.9%) borderline were observed. The most diagnosed neoplastic dermatopathies were mastocytoma (14.7%) and lipoma (7.5%). The most common neoplastic tumors were epidermal inclusion cyst (39.7%) and trichogranuloma (15.4%), and chronic inflammatory (42%) and acute (27.5%) dermatitis. It was still possible to observe that 17.3% of the cases had concomitantly different diagnoses. In the second part of this study, it was verified that of the 114 dogs treated at the UFBA dermatology service, 82.5% had a conclusive diagnosis, among which 172 dermatopathies were diagnosed, among which, in order of decreasing occurrence 8%), allergic (23.3%), fungal (14.5%), parasitic (11.6%) and bacterial (6.4%) dermatopathies. In this study, a total of 789 skin diseases were diagnosed. The occurrence of tumoral dermatopathies was superior to non tumoral when analyzed only histopathological diagnoses (part 1), the opposite of what occurred when evaluating the diagnoses emitted in the medical clinic (part 2).
Dermatology;dermatopathology;cutaneous neoplasms
01
117
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL
PATOLOGIA, CLÍNICA E CIRURGIA VETERINÁRIA
Dermatopatias tumorais e não-tumorais em cães atendidos no Hospital de Medicina Veterinária da Universidade Federal da Bahia: Aspectos epidemiológicos, laboratoriais, clínico-patológicos e prevalência (2007-2017)

Banca Examinadora

TIAGO DA CUNHA PEIXOTO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
TIAGO DA CUNHA PEIXOTO Docente - PERMANENTE
VIVIAN DE ASSUNCAO NOGUEIRA CARVALHO Participante Externo
ALESSANDRA ESTRELA DA SILVA LIMA Docente - PERMANENTE
MONICA MATTOS DOS SANTOS SIMAS Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - CAPES 24

Vínculo

CLT
Empresa Privada
Profissional Autônomo
Sim