Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CIÊNCIA ANIMAL NOS TRÓPICOS (28001010036P7)
EFEITO DA eCG SOBRE A DINÂMICA OVARIANA DE VACAS MESTIÇAS COM DIFERENTES CONCENTRAÇÕES CIRCULANTES DE PROGESTERONA DURANTE A SINCRONIZAÇÃO DA OVULAÇÃO
PRISCILA ASSIS FERRAZ
TESE
24/08/2017

Objetivou-se neste estudo avaliar o efeito do tratamento com gonadotrofina coriônica equina (eCG) sobre a dinâmica e função folicular, e características morfofuncionais do corpo lúteo (CL) em vacas mestiças com diferentes concentrações circulantes de progesterona (P4) durante a sincronização da ovulação em um protocolo de IATF. Foram utilizadas 30 fêmeas mestiças submetidas a um protocolo de pré-sincronização para garantir que todos os animais apresentassem corpo lúteo (CL) no início do protocolo. Em seguida, os animais foram submetidos ao protocolo de sincronização e divididos para receberem ou não 12,5mg de PGF2α i.m. no D0 no início do protocolo, constituindo os grupos: Baixa-P4 (receberam tratamento com PGF2α no D0) e grupo Alta-P4 (não receberam tratamento com PGF2α no D0). No D8, realizou-se a retirada do dispositivo intravaginal de P4 e as fêmeas foram subdivididas aleatoriamente em quatro grupos para receberem a aplicação ou não de 300UI i.m. de eCG de acordo com o tratamento ou não de PGF2α no D0: Grupo Alta P4-S/eCG (n=6), Grupo Alta P4- C/eCG (n=7), Grupo Baixa P4-S/eCG (n=6) e Grupo Baixa P4-C/eCG (n=7). As vacas foram submetidas a ultrassonografia (US) em modo B e Doppler colorido para avaliação da dinâmica e vascularização folicular e características morfofuncionais do CL. Além disso, foram coletadas amostras de sangue para determinação da concentração sérica de P4 nos dias 0; 8; 10 e 24 do protocolo de sincronização. Os dados foram analisados utilizando o procedimento ANOVA e o teste Tukey no SPSS, P<0,05. Altas concentrações de P4 no momento da sincronização da ovulação impactaram negativamente no diâmetro do folículo no D10, no diâmetro do folículo pré-ovulatório e na área de vascularização da parede do folículo pré-ovulatório. Os animais que tinham uma alta concentração de P4 no momento da sincronização da ovulação e que foram tratadas com eCG apresentaram diâmetro do folículo no D10, diâmetro e a área de vascularização da parede do folículo pré-ovulatório (P>0,05), semelhantes às vacas com baixa concentração de P4. Uma alta concentração de P4 no momento da sincronização da ovulação influenciou negativamente (P=0,03) o diâmetro, volume e a vascularização 2 do CL subsequente ao protocolo. Vacas tratadas com eCG e com alta concentração circulante de P4 no momento da sincronização da ovulação apresentaram diâmetro do CL (P>0,05), semelhante às vacas com baixa concentração de P4. Conclui-se que elevadas concentrações circulantes de P4 na sincronização da ovulação impactaram negativamente no diâmetro e vascularização folicular e luteal, e a administração de eCG pode ser utilizada como uma estratégia para favorecer uma melhor resposta folicular e luteal em fêmeas mestiças bovinas com alta concentração de P4 no momento da sinconização da ovulação.

corpo lúteo;doppler;vaca;gonadotrofina coriônica equina;sincronização
The objective of this study was to evaluate the effect of equine chorionic gonadotrophin (eCG) treatment on follicular dynamics and function, and morphofunctional characteristics of the corpus luteum (CL) in crossbred cows with different circulating concentrations of progesterone (P4) during synchronization of ovulation in an IATF protocol. 30 crossbred females were used and submitted to a pre-synchronization protocol to ensure that all animals presented corpus luteum (CL) at the beginning of the protocol. Afterwards, the animals were submitted to the synchronization protocol and divided to receive or not 12.5mg of PGF2α i.m. in the D0 at the beginning of the protocol, constituting the groups: Low-P4 (received treatment with PGF2α) and High- P4 group (did not receive treatment with PGF2α in D0). In D8, the intravaginal device from P4 was withdrawn and the females were subdivided randomized into four groups to receive 300UI i.m. of eCG according to the treatment or not of PGF2α in D0: High Group-S/eCG (n = 6), High Group P4-C/eCG (n = 7); Group Low P4-S/eCG Group (n = 6) and Low Group P4-C/eCG n = 7). The cows were submitted to ultrasound (US) in B mode and color Doppler to evaluate the follicular dynamics and vascularization and morphofunctional characteristics of CL. In addition, blood samples were collected to determine serum P4 concentration on days 0; 8; 10 and 24 of the synchronization protocol. Data were analyzed using the ANOVA procedure and the Tukey test in SPSS, P <0.05. High concentrations of P4 at the time of ovulation synchronization negatively impacted the follicular dynamics and vascularization and also the morphofunctional characteristics of the CL of the subsequent diestrus (P <0.05). Animals that had a high concentration of P4 at the time of ovulation synchronization and who were treated with eCG had follicle diameter at D10, diameter and area of vascularization of the preovulatory follicle wall (P> 0.05), similar cows with low P4 concentration. In addition, cows treated with eCG and with a high circulating concentration of P4 at the time of ovulation synchronization presented CL (P> 0.05) diameter, similar to cows 4 with low P4 concentration. It was concluded that high circulating concentrations of P4 in the synchronization of ovulation had a negative impact on follicular and luteal diameter and vascularization, and the administration of eCG can be used as a strategy to favor a better follicular and luteal response in bovine crossbred females with high concentration of P4 at the time of ovulation treatment.
corpus luteum;doppler;cow;equine chorionic gonadotrophin;synchronization
01
98
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL
PRODUTOS E PROCESSOS BIOTECNOLÓGICOS
TAXA DE GESTAÇÃO E DINÂMICA LUTEAL DE VACAS MESTIÇAS LEITEIRAS SUBMETIDAS A UM PROTOCOLO DE IATF COM OU SEM ECG

Banca Examinadora

ANTONIO DE LISBOA RIBEIRO FILHO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
RODRIGO FREITAS BITTENCOURT Participante Externo
MARCOS CHALHOUB COELHO LIMA Participante Externo
MORGANA CARDOSO BRASILEIRO BORGES BASTOS Participante Externo
ANA KARINA DA SILVA CAVALCANTE Participante Externo
ANTONIO DE LISBOA RIBEIRO FILHO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - CAPES 42

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Pesquisa
Sim