Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CIÊNCIA ANIMAL NOS TRÓPICOS (28001010036P7)
IMPACTOS AMBIENTAIS E INDICADORES DE RISCO DE INTRODUÇÃO DE PATÓGENOS VEICULADOS POR AVES MIGRATÓRIAS NO BRASIL
PEDRO CERQUEIRA LIMA
TESE
29/08/2017

Diversos agravos à saúde, de espécies de aves silvestres e domésticas, representam risco também à saúde humana. Doenças emergentes ou de registro raro na literatura merecem atenção em vista da dificuldade em diagnosticá-las corretamente e tratá-las em tempo hábil decorre do despreparo dos profissionais, carência de recursos laboratoriais e de dados ecoepidemiológicos sobre as espécies de hospedeiros e as etiologias possivelmente envolvidas tanto nos casos humanos quanto no animais. O presente trabalho se dedica ao estudo de duas enfermidades ainda não descritas nas circunstâncias em que elas ocorreram no Brasil. O primeiro estudo aborda a Febre no Nilo Ocidental (FNO), com seu primeiro registro de ocorrência em humano em 2014, no estado do Piauí. Foi realizado um estudo epidemiológico que resultou no primeiro registro da ocorrência de aves silvestres de vida livre infectadas com o vírus do Nilo Ocidental (VNO), no Brasil, na região onde ocorreu o caso humano da doença. O segundo estudo se refere a um fenômeno de mortandade de aves silvestres, frequentadoras de ambientes úmidos, que morreram por uma causa não identificada, nas margens do Lago de Sobradinho, localizado no Rio São Francisco, no Município de Remanso/BA. Os fenômenos de mortandades ocorreram no período de seca prolongada nos anos de 2008, 2010, 2013 e 2014. Dentre as mortes ocorridas, 16 espécies de aves aquáticas foram afetadas, principalmente representantes da família Anatidae (50,0%), Ardeidae (12,5%). Os marrecos (Dendrocygna autumnalis) e (Dendrocygna viduata) foram as aves mais afetadas correspondendo a 60,7% (164/270) das mortes. Este foi o primeiro registro, no Brasil, de intoxicação por toxina botulínica em aves silvestres de vida livre.

Ecoepidemiologia;Clostridium botulinum;botulismo;zoonoses;flavivírus,;vírus do Nilo Ocidental no Brasil
Several health afflictions of wild and domestic bird species represent risks to human health. Emerging diseases or others rarely recorded in the literature deserve attention given the difficulties in diagnosing them correctly, a result of the unpreparedness of professionals in recognizing symptoms and clinical signs in a timely manner for treatment both in humans and in animals. The current study is dedicated to examining two diseases not yet described in the circumstances in which they occur in Brazil. The first study examines West Nile Fever (WNF), with its first occurrence recorded in a human being in 2014 in the sate of Piauí. An epidemiological study was performed which resulted in the first register of the occurrence in free wild bird species infected with the West Nile Virus (WNV) in Brazil in the same region where the first human case of the disease occurred. The second study reports on the mortality phenomenon of wild bird species which frequent humid environments and which died from non-identified causes along the shores the Sobradinho Lake, located on the São Francisco River in the municipality of Remanso in the state of Bahia. The phenomenon of mortality occurred during the prolonged dry season in the years of 2008, 2010, 2013 and 2014. Among the deaths that occurred there were 16 species of aquatic birds, mainly representatives of the Anatidae (50.0%), and Ardeidae (12.5%) families. The Dendrocygna autumnalis and Dendrocygna viduata were the most affected birds corresponding to 60.7% (164/270) of the deaths. This was the first register in Brazil of intoxication in free wild bird species with the botulinum toxin.
Eco-epidemiology;Clostridium botulinum;botulism;zoonoses;flavivirus;West Nile Virus in Brazil.
01
116
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL
DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS
Inventariado da avifauna do estado da Bahia: análise da relação entre diversidade da avifauna e impactos ambientais e indicadores de risco de introdução de patógenos veiculados por aves migratórias no brasil

Banca Examinadora

CARLOS ROBERTO FRANKE
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LIA MUNIZ BARRETTO FERNANDES Participante Externo
AROLDO JOSE BORGES CARNEIRO Participante Externo
CARLOS ROBERTO FRANKE Docente - PERMANENTE
ARISTEU VIEIRA DA SILVA Docente - PERMANENTE
CLAUDIO DE OLIVEIRA ROMAO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DA BAHIA - Programa de Bolsas FAPESB - Cota Institucional 42

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim