Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
O fantástico do século XIX em 'Feriado de mim mesmo', de Santiago Nazarian
MARCIO HENRIQUE DE ALMEIDA SOARES
DISSERTAÇÃO
04/07/2017

Este trabalho tem o objetivo de investigar a presença do fantástico tradicional, em seu modelo expoente no século XIX, no romance contemporâeno Feriado de mim mesmo, do autor brasileiro Santiago Nazarian. Para tanto, dividimos nosso estudo em duas partes. Na primeira parte, valemo-nos, inicialmente, de uma revisão bibliográfica em que levantamos o pensamento de alguns proeminentes estudiosos do fantástico, sendo eles Tzvetan Todorov (1970), Irène Bessière (1974), Filipe Furtado (1980), Remo Ceserani (1996) e Joël Malrieu (1992). A partir das conclusões retiradas desse levantamento, estabelecemos uma metodologia de análise do fantástico, a qual se pauta na investigação de uma série de procedimentos formais e, especificamente, da personagem, do fenômeno e do espaço-tempo fantásticos. Passamos, então, à segunda parte do trabalho, na qual realizamos um estudo comparativo, analisando Feriado de mim mesmo paralelamente a diversos textos canônicos do fantástico, de modo a delinear uma percepção direta das semelhanças e distinções entre o romance e o modelo recorrente do cânone. Ao longo dessa análise, destacamos algumas relações entre o fantástico e a pós-modernidade, apontando essas características no romance, a fim de indicar possíveis explicações para a aplicação desse tipo de narrativa em obras contemporâneas. Com isso, esperamos contribuir para uma melhor compreensão do fantástico, bem como ampliar o entendimento da obra de Nazarian, especialmente em sua representação do mundo atual. Palavras-chave: fantástico do século XIX, literatura brasileira contemporânea, Feriado de mim mesmo, Santiago Nazarian

fantástico;literatura;século XIX
This work aims at investigating the presence of the traditional fantastic, in its most representative model of the nineteenth century, in the contemporary romance Feriado de mim mesmo, written by the brazilian author Santiago Nazarian. In order for doing so, we divided our study in two parts. In the first part, we initially draw on a bibliographic review in which we raise the thoughts of some prominent researchers of the fantastic, being them Tzvetan Todorov, Irène Bessière, Filipe Furtado, Remo Ceserani and Joël Malrieu. From our conclusions on this literature review, we established an analysis methodology for the fantastic which is constituted of the investigation of a series of formal procedures and, specifically, of the fantastic character, phenomenon and time-space. Then, we continue to the second part of the work in which we perform a compared study, analysing Feriado de mim mesmo parallel to a number of canonical fantastic texts aiming to delineate a direct perception of the similarities and distinctions between the novel and the recurring canonical model. Throughout the analysis, we highlight some relations between the fantastic and post-modernity, pointing out this caracteristics in the novel with the objective of evince possible explanations for the existence of this narrative model in contemporary literary works. With this, we expect to contribute to a better understanding of the fantastic as well as to help broading the understandment of Nazarian fictional work, especially in its representation of the current world. Keywords: nineteenth century fantastic, contemporary brazilian literature, Feriado de mim mesmo, Santiago Nazarian
literature;books;theatre
1
120
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA COMPARADA
REPRESENTAÇÕES E TEXTUALIDADES
O fantástico na contística do século XIX

Banca Examinadora

ADILSON DOS SANTOS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MIGUEL HEITOR BRAGA VIEIRA Docente - PERMANENTE
CLAUDIA CRISTINA FERREIRA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 19

Vínculo

-
-
-
Não