Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Ciências e Biotecnologia (31003010079P0)
Identificação e avaliação da atividade antioxidante de produtos da alga marinha Osmundaria obtusiloba (Rhodophyta)
KELVIN OSAKO
DISSERTAÇÃO
27/02/2013

Desde o século passado, um grande número de pesquisas tem direcionado seus estudos para isolar, purificar e elucidar estruturalmente produtos naturais marinhos, investigando suas aplicações físicas, bioquímicas e biotecnológicas. Esses produtos estão relacionados ao metabolismo secundário dos organismos marinhos e muitos são atualmente aplicados como protótipos para o desenvolvimento de fármacos, cosméticos, nutracêuticos e também como aditivos alimentares. Substâncias como polifenóis, polissacarídeos sulfatados, fenilpropanoides, flavonoides, melaninas, scitoneminas, micosporinas e aminoácidos tipo micosporina, além de carotenoides e outras vitaminas são geralmente aplicados em cosméticos devido a suas atividades fotoprotetoras e antioxidantes. Algas vermelhas (Rhodophyta) dos gêneros Bostrychia, Corallina, Gelidium e Gracillaria ocorrem no litoral brasileiro e já foram estudadas quanto ao potencial fotoprotetor e antioxidante. Entretanto, o potencial cosmético dos produtos naturais isolados das algas do gênero Osmundaria ainda não foi investigado. Diante do aumento da procura de produtos anti-idade de origem natural, o objetivo deste trabalho foi identificar o perfil da alga marinha Osmundaria obtusiloba e seus produtos com potencial atividade antioxidante. As substâncias foram isoladas e purificadas por meio de métodos cromatográficos e espectroscópicos. A atividade antioxidante foi avaliada por ensaios qualitativos e quantitativos com o radical DPPH (2,2-difenil-1-picril-hidrazila). Foram encontrados pigmentos, polifenóis, terpenos e esteróis. Frações do extrato em acetato de etila demonstraram potencial atividade sequestradora do radical DPPH, assim como o extrato em etanol. Os resultados sugerem que os produtos com maior atividade são os de maior polaridade. Estes resultados estimulam estudos sobre o perfil químico de O.obtusiloba e seu potencial antioxidante por meio de outros ensaios para uma completa caracterização, além de estudos sobre a viabilidade de aplicações biotecnológicas.

algas marinhas, Rhodophyta, Osmundaria obtusiloba, atividade antioxidante.
Desde o século passado, um grande número de pesquisas tem direcionado seus estudos para isolar, purificar e elucidar estruturalmente produtos naturais marinhos, investigando suas aplicações físicas, bioquímicas e biotecnológicas. Esses produtos estão relacionados ao metabolismo secundário dos organismos marinhos e muitos são atualmente aplicados como protótipos para o desenvolvimento de fármacos, cosméticos, nutracêuticos e também como aditivos alimentares. Substâncias como polifenóis, polissacarídeos sulfatados, fenilpropanoides, flavonoides, melaninas, scitoneminas, micosporinas e aminoácidos tipo micosporina, além de carotenoides e outras vitaminas são geralmente aplicados em cosméticos devido a suas atividades fotoprotetoras e antioxidantes. Algas vermelhas (Rhodophyta) dos gêneros Bostrychia, Corallina, Gelidium e Gracillaria ocorrem no litoral brasileiro e já foram estudadas quanto ao potencial fotoprotetor e antioxidante. Entretanto, o potencial cosmético dos produtos naturais isolados das algas do gênero Osmundaria ainda não foi investigado. Diante do aumento da procura de produtos anti-idade de origem natural, o objetivo deste trabalho foi identificar o perfil da alga marinha Osmundaria obtusiloba e seus produtos com potencial atividade antioxidante. As substâncias foram isoladas e purificadas por meio de métodos cromatográficos e espectroscópicos. A atividade antioxidante foi avaliada por ensaios qualitativos e quantitativos com o radical DPPH (2,2-difenil-1-picril-hidrazila). Foram encontrados pigmentos, polifenóis, terpenos e esteróis. Frações do extrato em acetato de etila demonstraram potencial atividade sequestradora do radical DPPH, assim como o extrato em etanol. Os resultados sugerem que os produtos com maior atividade são os de maior polaridade. Estes resultados estimulam estudos sobre o perfil químico de O.obtusiloba e seu potencial antioxidante por meio de outros ensaios para uma completa caracterização, além de estudos sobre a viabilidade de aplicações biotecnológicas.
algas marinhas, Rhodophyta, Osmundaria obtusiloba, atividade antioxidante.
1
76
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA - INTERAÇÕES MOLECULARES, CELULARES E SISTÊMICAS
A IDENTIFICAÇÃO DE PROTÓTIPOS BIOATIVOS E MOLÉCULAS DE IMPORTÂNCIA EM SISTEMAS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
FICOLOGIA APLICADA : O USO DE PRODUTOS NATURAIS DE ALGAS MARINHAS COM POTENCIAL BIOTECNOLÓGICO

Banca Examinadora

VALERIA LANEUVILLE TEIXEIRA
Sim
Nome Categoria
ROBERTO CAMPOS VILLACA Participante Externo
CLAUDIO CESAR CIRNE DOS SANTOS Participante Externo
EVELIZE FOLLY DAS CHAGAS Docente

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-FAPERJ - Cientista do Nosso Estado 24

Vínculo

-
-
-
Não