Governo Federal

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
MICROBIOLOGIA E IMUNOLOGIA (33009015003P3)
A IMPORTÂNCIA DA MOLÉCULA DE ADESÃO LFA-1 NA IMUNIDADE ADQUIRIDA PELA VACINAÇÃO GENÉTICA DO TIPO IMUNIZAÇÃO E REFORÇO HETERÓLOGO CONTRA A INFECÇÃO PELO TRYPANOSOMA CRUZI.
FERNANDO DOS SANTOS VIRGILIO
DISSERTAÇÃO
31/07/2014

A estratégia de vacinação denominada de imunização e reforço heterólogo usando plasmídio de DNA e adenovírus recombinante humano tipo 5 (AdHu5) deficiente em replicação é uma poderosa estratégia para se induzir linfócitos T CD4+ e CD8+ específicas que desempenham um papel fundamental para a imunidade protetora contra patógenos intracelulares como por exemplo o Trypanosoma cruzi, o agente causador da doença de Chagas. Baseado em evidências de que a recirculação após desafio é crítico para a imunidade protetora mediada por linfócitos T, nós estudamos se certas integrinas, moléculas de adesão (CAM) e receptores de quimiocinas seriam importantes para esse processo desempenhando um papel crítico na imunidade contra a infecção. Para estudar o papel das integrinas, camundongos A/Sn, altamente suscetíveis a infecção experimental pelo T. cruzi,foram imunizados com o protocolo vacinal do tipo imunização e reforço heterólogo (rec. plasmídeo DNA/AdHu5), desafiados e tratados com anticorpos bloqueadores αLFA-1 e/ou αVLA-4. Os camundongos imunizados e tratados com a IgG de rato controle ou αVLA-4 controlaram a parasitemia e sobreviveram ao desafio letal. Em contraste, os camundongos imunizados e tratados com αLFA-1 ou αLFA-1 e αVLA-4 apresentaram alta parasitemia e todos eles sucumbiram após o desafio. Quando analisamos a resposta imune nesses camundongos após bloqueio do LFA-1, não observamos diminuição da frequência ou do comprometimento da capacidade dos linfócitos T CD8+ específicos produzir IFN- e TNF- in vitro. Observamos também um acúmulo das linfócitos T CD8+ no baço, linfonodo e fígado após tratamento com αLFA-1. Quando estudamos o parasitismo no tecido cardíaco dos camundongos tratados encontramos um grande número de ninhos de amastigotas. Também realizamos experimentos em camundongos geneticamente deficientes icam-1-/- ou ccr5-/- imunizados e infectados. Estes camundongos controlaram a infecção de modo semelhante aos camundongos selvagens. Em vista disso, concluímos que a integrina LFA-1, mas não VLA-4, ICAM-1 ou CCR5 desempenham um papel crítico na resposta imune protetora gerada pelo protocolo de vacinação do tipo imunização e reforço heterólogo possivelmente pela inibição da recirculação dos linfócitos T específicos após o desafio.

recombinante humano tipo 5 (AdHu5); recombinante humano tipo 5 (AdHu5)
Heterologous prime-boost vaccination strategy using recombinant plasmid DNA followed by replication-defective human recombinant adenovirus type 5 (AdHu5) is a powerful strategy to elicit specific CD4+ and CD8+ T cells which play a key role in protective immunity against intracellular pathogens as for example Trypanosoma cruzi, the causative agent of Chagas' disease. Based on evidences that recirculation after challenge is critical for T-cell mediated protective immunity, herein we studied whether certain integrins, cell adhesion molecules (CAM) and chemokine receptors mediated this process playing a critical role during immunity against infection. To study the role of integrins, highly susceptible A/Sn mice were immunized with heterologous prime-boost vaccine (rec. plasmid DNA/AdHu5), challenged and treated with blocking antibodies to LFA-1 and/or VLA-4. Immunized mice treated with control Rat IgG or αVLA-4 antibodies controlled the parasitemia and survived the lethal challenge. In contrast, immunized mice treated with αLFA-1 or αLFA-1 and αVLA-4 displayed high parasitemia and died after challenge. When we analyzed the immune response in those mice, LFA-1 blockage neither diminished the frequency nor compromised the capacity of specific CD8+ T cells to respond in vitro (IFN-γ and TNF). We also observed an accumulation of CD8+ T cells in the spleen, lymph nodes and liver after treatment with αLFA-1. When we estimated the parasitism in the heart tissue of treated mice, we found a large number of amastigote nests. We performed similar experiments by infecting genetically deficient icam-1-/- or cccr5-/- immunized mice. These mice controlled the infection at similar extension as wild type animals. We concluded that LFA-1 integrin, but not VLA-4, ICAM-1 or CCR5 play a critical role in the protective immune response generated by the heterologous prime-boost vaccination possibly by blocking T cell recirculation after challenge.
vaccination strategy using recombinant; recombinant adenovirus type 5 (AdHu5)
1
112
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO

Contexto

IMUNOLOGIA
DESENVOLVIMENTO DE ALTERNATIVAS TERAPÊUTICAS E VACINAIS ANTI-MICROBIANAS, ANTI-VIRAIS, ANTI-PARASÍTICAS E ANTITUMORAIS. AVALIAÇÃO DA RESPOSTA IMUNOLÓGICA, MECANISMOS DE AÇÃO E BIOLOGIA CELULAR
Desenvolvimento de vacinas recombinantes contra patógenos de ocorrência no Brasil como Plasmodium, T. cruzi, Leishmania, vírus da dengue, e Leptospira - Instituto do Milênio.

Banca Examinadora

JOSE RONNIE CARVALHO DE VASCONCELOS
Não
Nome Categoria
MILENA BOTELHO PEREIRA SOARES Participante Externo
JOSELI LANNES VIEIRA Participante Externo
MARIA BELLIO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Excelência Acadêmica 24

Vínculo

Colaborador
Empresa Privada
Empresas
Não