Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
GESTÃO E INFORMÁTICA EM SAÚDE (33009015077P7)
Curso de Especialização em Saúde Indígena a distância: contribuições da Pedagogia Histórico-Crítica
MARIA TERESA MEIRELLES LEITE
TESE
30/08/2013

No contexto da Educação na Saúde, esta tese investiga como uma abordagem pedagógica, reconhecida por formar profissionais em sintonia com os princípios do SUS, pode se adaptar às características da Educação a Distância mediada pelas tecnologias de informação e comunicação (TIC). O objetivo geral é: “Identificar as características do processo de planejamento e desenvolvimento do curso de Especialização em Saúde Indígena da Universidade Aberta do Brasil (UAB)/Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) para, com base na experiência observada, propor parâmetros para organização do processo de planejamento e desenvolvimento de cursos a distância no padrão UAB, com fundamento na Pedagogia Histórico Crítica (PHC) A investigação foi realizada na forma de pesquisa exploratória, de caráter qualitativo, e foi desenvolvida como pesquisa participante, já que a pesquisadora participava da equipe pedagógica que oferecer suporte ao curso. O processo de investigação incluiu: 1) revisão da literatura, que considerou os seguintes enfoques temáticos: as tendências pedagógicas na formação de profissionais da Saúde, o contexto do sistema Universidade Aberta do Brasil no Departamento de Informática em Saúde (DIS), da UNIFESP; o curso a distância de Especialização em Saúde Indígena na perspectiva da PHC e os princípios da aprendizagem apoiada pelas tecnologias de informação e comunicação; e 2) acompanhamento do processo de implantação e desenvolvimento do curso. As informações organizadas na revisão da literatura orientaram a coleta e a análise dos dados da pesquisa, que se realizou no ambiente virtual do curso. Os resultados obtidos na análise do curso permitem afirmar que as disciplinas do curso foram desenvolvidas de acordo com os princípios básicos da PHC. Houve coerência entre a proposta do curso e as propostas dos docentes para suas disciplinas. Os recursos utilizados estiveram limitados às funcionalidades do ambiente virtual adotado. A PHC pode manter-se contemporânea e ser adequada à modalidade a distância. Para isso, recomenda-se que sejam consideradas as peculiaridades do processo de ensino e aprendizagem e, mais especificamente, aquelas inerentes à educação a distância, incorporando recursos das mídias digitais, ao mesmo tempo em que desencadeia processos de reflexão sobre a prática social. A conclusão evidencia a necessidade de revisão contínua dos recursos tecnológicos para a Educação, e de valorização de teorias e práticas pedagógicas, de caráter não instrucionista, em função de seus princípios e fundamentos teóricos, que podem se revelar compatíveis com as necessidades contemporâneas da Educação na Saúde.

Instrução por Computador, Saúde de Populações Indígenas, Educação Médica Continuada
No contexto da Educação na Saúde, esta tese investiga como uma abordagem pedagógica, reconhecida por formar profissionais em sintonia com os princípios do SUS, pode se adaptar às características da Educação a Distância mediada pelas tecnologias de informação e comunicação (TIC). O objetivo geral é: “Identificar as características do processo de planejamento e desenvolvimento do curso de Especialização em Saúde Indígena da Universidade Aberta do Brasil (UAB)/Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) para, com base na experiência observada, propor parâmetros para organização do processo de planejamento e desenvolvimento de cursos a distância no padrão UAB, com fundamento na Pedagogia Histórico Crítica (PHC) A investigação foi realizada na forma de pesquisa exploratória, de caráter qualitativo, e foi desenvolvida como pesquisa participante, já que a pesquisadora participava da equipe pedagógica que oferecer suporte ao curso. O processo de investigação incluiu: 1) revisão da literatura, que considerou os seguintes enfoques temáticos: as tendências pedagógicas na formação de profissionais da Saúde, o contexto do sistema Universidade Aberta do Brasil no Departamento de Informática em Saúde (DIS), da UNIFESP; o curso a distância de Especialização em Saúde Indígena na perspectiva da PHC e os princípios da aprendizagem apoiada pelas tecnologias de informação e comunicação; e 2) acompanhamento do processo de implantação e desenvolvimento do curso. As informações organizadas na revisão da literatura orientaram a coleta e a análise dos dados da pesquisa, que se realizou no ambiente virtual do curso. Os resultados obtidos na análise do curso permitem afirmar que as disciplinas do curso foram desenvolvidas de acordo com os princípios básicos da PHC. Houve coerência entre a proposta do curso e as propostas dos docentes para suas disciplinas. Os recursos utilizados estiveram limitados às funcionalidades do ambiente virtual adotado. A PHC pode manter-se contemporânea e ser adequada à modalidade a distância. Para isso, recomenda-se que sejam consideradas as peculiaridades do processo de ensino e aprendizagem e, mais especificamente, aquelas inerentes à educação a distância, incorporando recursos das mídias digitais, ao mesmo tempo em que desencadeia processos de reflexão sobre a prática social. A conclusão evidencia a necessidade de revisão contínua dos recursos tecnológicos para a Educação, e de valorização de teorias e práticas pedagógicas, de caráter não instrucionista, em função de seus princípios e fundamentos teóricos, que podem se revelar compatíveis com as necessidades contemporâneas da Educação na Saúde.
Instrução por Computador, Saúde de Populações Indígenas, Educação Médica Continuada
1
177
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

GESTÃO E INFORMÁTICA EM SAÚDE
TECNOLOGIAS DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO NA SAÚDE, NO ENSINO E EM TELESSAÚDE
INVESTIGAÇÃO DO USO DE RECURSOS PEDAGÓGICOS BASEADOS EM TECNOLOGIA DA INFORMAÇÃO E COMUNICAÇÃO PARA A SAÚDE

Banca Examinadora

DANIEL SIGULEM
Sim
Nome Categoria
DANIEL SIGULEM Docente

Vínculo

-
-
-
Não