Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
SISTEMAS DE INDICADORES DE SUSTENTABILIDADE PARA GESTÃO E PLANEJAMENTO DE RECURSOS HÍDRICOS: O CASO DA BACIA HIDROGRÁFICA DO RIO ALMADA - BA.
RAIMUNDO JORGE ZUMAETA COSTA
TESE
18/06/2013

A centralidade desta tese reside no entendimento das relações desenvolvidas pela sociedade regional com as bacias hidrográficas em termos de planejamento e gestão. Seu principal objetivo é propor um Sistema de Indicadores para Planejamento e Gestão dos Recursos Hídricos de Bacias Hidrográficas em razão do novo modelo de gerenciamento estabelecido no Brasil após a aprovação da Lei 9.433/97, que indica a bacia hidrográfica como unidade de planejamento e gestão. Assim, discorre-se sobre a evolução, papel, significado, propriedades, estado da arte de construção e emprego de indicadores, particularmente dos indicadores de sustentabilidade, são cobertos neste documento. Um inventário das experiências registradas na literatura técnica, nacional e internacional, relativa aos indicadores de sustentabilidade é apresentado. O sistema concebido é descrito em sua estrutura lógica alicerçada nas quatro dimensões nomeadamente Social, Economica, Ambiental e Institucional. Os indicadores selecionados, em número de 35, foram construídos utilizando-se o escopo teórico PER proposto pela OCDE são apresentados, e comentados com o pormenor necessário. Os resultados das aplicações conduzidas para a BHRA são apresentados para demonstrar as possibilidades do sistema, que se destina a apoiar os gestores em seus processos decisórios na implementação dos planos e gestão integrada dos recursos hídricos na BHRA.

Indicadores de Sustentabilidade. Bacia Hidrográfica. Gestão e Planejamento de Recursos Hídricos.
The central argument of this thesis lies in the understanding of the relationships between a regional society and a watershed, in terms of planning and management. Its main objective is to propose an Indicator System to plan and manage the hydrographic resources of the watershed, arising from the new model of management established in Brazil after approval of federal law 9433/97, which defines the watershed as unit of planning and management. Thus, the thesis concerns itself with the evolution, roles, meanings, properties, and the state-of-the-art of the use of indicators, particularly those devised to measure progress toward sustainability. It also presents an inventory of the experiences registered in the national and international technical literature, related to the adoption of sustainability indicators. The designed system is described in its logical structure based on four dimensions: social economical, environmental and institutional. The selected indicators, numbering 35, were constructed and discussed in detail using the Pressure-State-Response approach proposed by the OECD. The results are applied to the Rio Almada River Basin, presented to demonstrate the possibilities of the system. The aim is therefore to provide decision support to managers in River Basin Management and Planning, its implementation and sustainability.
Sustainability Indicators, Watershed Management, Water Resources Planning.
1
404
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
INSTITUIÇÕES, MERCADO E REGULAÇÃO
APRENDENDO COM REDD: UMA ANÁLISE GLOBAL COMPARATIVA

Banca Examinadora

PETER HERMAN MAY
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JORGE OSVALDO ROMANO Docente - PERMANENTE
LUIZ FLAVIO DE CARVALHO COSTA Docente - PERMANENTE
PETER HERMAN MAY Docente - PERMANENTE
GILBERTO CARLOS CERQUEIRA MASCARENHAS ASSIS Participante Externo
PAULO GONZAGA MIBIELLI DE CARVALHO Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim