Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
LETRAS (40002012012P8)
Reprodução do patriarcado versus subversão feminina: a mulher representada em contos de Henriette Effenberger
SEBASTIAO BONIFACIO JUNIOR
DISSERTAÇÃO
19/09/2019

Com a crítica feminista, surgem estudos voltados para as escritoras que aderem ou não à perspectiva de seus grupos durante o processo de criação. Entende-se, a partir disso, que a literatura de autoria feminina pode aderir às pautas dos feminismos ou reproduzir o discurso patriarcal. Observando-se esse aspecto, são analisados, no presente trabalho, alguns contos de Henriette Effenberger que abordem a problemática da opressão da mulher pelo patriarcado: “Linhas Tortas” (2008), “Monólogo” (2008), “Seja feita a sua vontade” (2008), “A velha da sacola” (2018), “Uma fantasia para Sofia” (2018), “Feijoada completa” (2018), “Açúcar e cravo-da-índia” (2018), “Pai Nosso” (2018), “Redenção” (2018), “A curva” (2008), “Às moscas” (2008) e “O demônio quando quer fica bonito” (2018). Tais contos são provenientes das coletâneas Linhas Tortas (2008) e Fissuras (2018), ambas da autora referida. O nosso corpus propicia a representação de dois tipos de personagens femininas: as que reproduzem o discurso patriarcal e as que se filiam a ideologias voltadas para a emancipação da mulher. Todavia, em se tratando da maioria dos textos, é perceptível que a resistência do patriarcalismo se sobrepõe à libertação das mulheres. Assim, embora os discursos feministas estejam mais evidentes, é importante notar que a misoginia construída pelo meio social ainda impera sobre eles. Desse modo, a nossa pesquisa tende a verificar a representação da mulher por meio do confronto entre a manutenção do sistema patriarcal e a capacidade subversiva de determinadas personagens femininas diante do falocentrismo. Para tal, utilizamos as teorias de Simone de Beauvoir, Michelle Perrot, Pierre Bourdieu, Elaine Showalter, Francine Descarries, Rachel Soihet, Constância Lima Duarte, Carlos Magno Gomes, Lia Zanotta Machado. Ademais, verificamos a necessidade de abordar outros trabalhos de teóricos da contemporaneidade que não se relacionam, diretamente, com os feminismos, mas cujo auxílio é de extrema relevância para as análises de nosso corpus. Destarte, fornecemos um detalhamento sobre as dicotomias entre os não-lugares e os lugares antropológicos, de Marc Augé, e entre os espaços de fluxos e espaços dos lugares, de Manuel Castells. Procuramos, também, pensar a respeito dos mecanismos memorialísticos pelas perspectivas de Jöel Candau e Beatriz Sarlo. Dissertamos, ainda, quanto à violência na cultura brasileira, por intermédio do estudo de Tânia Pellegrini. Enfim, a intersecção do arcabouço teórico com os textos literários analisados nos permite refletir sobre a condição da mulher na pós-modernidade.

Crítica literária feminista;Literatura de autoria feminina;Contos;Discurso patriarcal;Henriette Effenberge
With feminist criticism, studies have emerged for female writers who adhere or not to their groups' perspective during the process of creation. It is understood, from this, that the literature of female authorship can adhere to the guidelines of feminisms or reproduce the patriarchal discourse. Observing this aspect, we analyze, in this paper, some short stories by Henriette Effenberger that address the problem of oppression of women by patriarchy: “Linhas Tortas” (2008), “Monólogo” (2008), “Seja feita a sua vontade” (2008), “A velha da sacola” (2018), “Uma fantasia para Sofia” (2018), “Feijoada completa” (2018), “Açúcar e cravo-da-índia” (2018), “Pai Nosso” (2018), “Redenção” (2018), “A curva” (2008), “Às moscas” (2008) and “O demônio quando quer fica bonito” (2018). These tales are obtained from collections Linhas Tortas (2008) and Fissuras (2018), both of the referred author. Our corpus provides the representation of two types of female characters: those that reproduce the patriarchal discourse and those that affiliate with ideologies focused on the emancipation of women. However, in the case of most texts, it is noticeable that the resistance of patriarchalism overcomes the liberation of women. Thus, although feminist discourses are more evident, it is important to note that the misogyny constructed by the social environment still reigns over them. Thus, our research tends to verify the representation of women through the confrontation between the maintenance of the patriarchal system and the subversive capacity of certain female characters in the face of phallocentrism. For this, we use the theories of Simone de Beauvoir, Michelle Perrot, Pierre Bourdieu, Elaine Showalter, Francine Descarries, Rachel Soihet, Constância Lima Duarte, Carlos Magno Gomes, Lia Zanotta Machado. In addition, we note the need to address other works by contemporary theorists that are not directly related to feminisms, but whose help is extremely relevant to the analysis of our corpus. Thus, we provide a detail on the dichotomies between Marc Augé's non-places and anthropological places, and between Manuel Castells' spaces of flows and spaces of places. We also seek to think about memorial mechanisms through the perspectives of Jöel Candau and Beatriz Sarlo. We discussed violence in Brazilian culture through the study by Tânia Pellegrini too. Finally, the intersection of the theoretical framework with the literary texts analyzed allows us to reflect on the condition of women in postmodernity.
Feminist literary criticism;Literature of female authors;Tales.;Patriarchal discours;Henriette Effenberger
220
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE LONDRINA
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

LITERATURA BRASILEIRA E OUTRAS LITERATURAS VERNÁCULAS
CONSTRUÇÕES E PROCESSOS IDENTITÁRIOS
A representação da mulher na contística de autoria feminina

Banca Examinadora

SUELY LEITE
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MARIA CAROLINA DE GODOY Docente - PERMANENTE
SUELY LEITE Docente - PERMANENTE
ROSEMERI PASSOS BALTAZAR MACHADO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDAÇÃO ARAUCÁRIA DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTÍFICO E TECNOLÓGICO DO PARANÁ - Chamada de Projetos nº 14/2010 Programa de Apoio à Verticalização do Ensino Superior Estadual Bolsas de Mestrado e Doutorado 24

Vínculo

-
-
-
Não