Dados do Trabalhos de Conclusão

USP ( ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ )
CIÊNCIA ANIMAL E PASTAGENS (33002037013P5)
Estudo sobre a utilização de níveis supranutricionais de vitaminas hidrossolúveis na produção de frangos de corte
DIANA SUCKEVERIS
TESE
08/04/2019

A exigência em vitaminas do complexo B pode modificar para frangos de corte criados sob condições comerciais (i.e. condições de estresse, presença de doenças, ambiente desfavorável). Esse incremento nos níveis de suplementação vitamínica pode ser necessário para que as aves atinjam elevadas taxas de crescimento, melhorem o aproveitamento dos alimentos e a saúde animal. No presente estudo foram realizados três experimentos com o objetivo de avaliar níveis supranutricionais de suplementação das vitaminas riboflavina, ácido pantotênico, niacina, ácido fólico e vitamina B12 na produção de frangos de corte. Para isto, dois experimentos foram conduzidos em gaiolas para avaliar o efeito dos níveis das vitaminas riboflavina, ácido pantotênico, niacina, ácido fólico e vitamina B12 (controle, três ou seis vezes o controle) e o nível nutricional e energético (regular ou superior) que promoveram as melhores respostas para frangos de corte, sendo no experimento I utilizada dieta vegetal e no experimento II foram incluídas farinhas de origem animal e óleo de soja oxidados na ração. Frangos alimentados com dieta vegetal formulada com densidade nutricional regular apresentaram respostas positivas de ganho de peso (741,1 g vs. 697,3 g) e consumo de ração (920.2 vs. 878.5 g) em relação aos demais tratamentos quando utilizado nível supranutricional seis vezes o controle das vitaminas avaliadas. Por outro lado, os níveis supranutricionais de vitaminas não apresentaram efeitos no desempenho de animais alimentados com ingredientes origem animal e óleo de soja oxidados. Com base nas respostas obtidas nestes experimentos, foram definidos os tratamentos do estudo em aviário experimental, simulando condições comerciais de criação. Utilizou-se dieta vegetal formulada com nível nutricional e energético regular para avaliar o uso de nível de suplementação vitamínica controle e seis vezes o controle em duas condições de estresse, baixa e moderada. Para compor estas condições de estresse foi considerada a combinação de dois fatores: densidade de alojamento (10 aves/m2 ou 11,5 aves/m2) e desafio com vacina contra coccidiose. Aos sete dias de idade, aves sob condição moderada de estresse foram desafiadas com uma dosagem 10 vezes em relação ao recomendado pelo fornecedor de uma vacina contra coccidiose. Após o desafio com a vacina, aves sob moderada condição de estresse apresentaram decréscimo no desempenho em relação as criadas sob baixa condição de estresse. Não houve efeito estatístico do uso de nível supranutricional de vitaminas sobre o desempenho das aves. No entanto, aves alimentadas com superdose de vitaminas seis vezes o controle obtiveram maior rendimento de carcaça em comparação às alimentadas com nível controle (73.16 vs. 72.77%, P = 0.008). Devido ao fato das condições de estresse impostas neste estudo não serem severas como as encontradas no campo, a utilização de nível supranutricional de vitaminas não foi eficiente em recuperar o desempenho das aves. Por outro lado, há um potencial de melhora no rendimento de carcaça com o uso desses níveis.

Desafio experimental;Dieta vegetal;Superdose;Vitaminas do complexo B
Vitamin requirements for chickens may increase in adverse conditions, such as stress, diseases, and poor environment. Increased dietary supplementation may be needed for broilers to reach higher growth levels, improve their feed absorption and welfare. Therefore, in the present study, a series of three experiments were designed to evaluate the effect supra-nutritional levels of the vitamins riboflavin, pantothenic acid, niacin, folic acid and vitamin B12 on broiler production. Two experiments were conducted in batteries to assess the supra-nutritional levels of the vitamins mentioned above (control, three- or six-times control), and the dietary nutrient density (low- or high-level) on chickens' performance. The basal feed differed between experiments: Exp. I - corn and soybean meal-based diet; Exp. II - diet containing oxidized animal by-products and soybean oil. In Exp. I, birds showed greater weight gain (741.1 g vs. 697.3 g) and feed intake (920.2 vs. 878.5 g) when low-density diets with supra-nutritional level six-times control were fed. Nevertheless, there was no effect of supra-nutritional level of the selected B vitamins on performance of chickens in Exp. II. It was therefore decided to study the effects of supra-nutritional levels of the selected B vitamin (control or six- times control) on performance, uniformity, and carcass traits of chickens raised in floor pens under two environmental stress levels (low or moderate). Stocking density (10 birds/m2 or 11.5 birds/m2) and the challenge with coccidiosis vaccine (without or with vaccination) were used as stress agents. At 7d, chicks raised under the moderate condition of stress was challenged with a dosage 10-times higher than the supplier's recommendation of a coccidiosis vaccine. The coccidiosis infection impaired the performance of chickens after the challenge. Supra-nutritional level of the B vitamin had no effect on broiler performance. However, the carcass yield was higher when chickens fed super-dose of vitamins six-times control compared to the control treatments (73.16 vs. 72.77%, P = 0.008). Conditions of stress in this study were not severe as in the field and because of this the use of supra-nutritional vitamins had no effect on recovering of chicken performance. Nonetheless, there was a potential improvement in the carcass yield with the use of these levels.
B-vitamin complex;Experimental challenge;Super-dose;Vegetable diet
1
93
PORTUGUES
USP ( ESCOLA SUPERIOR DE AGRICULTURA LUIZ DE QUEIROZ )
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIA ANIMAL E PASTAGENS
PRODUÇÃO DE MONOGÁSTRICOS E AQÜICULTURA
ALIMENTAÇÃO, NUTRIÇÃO, ADITIVOS ALTERNATIVOS E SEUS EFEITOS NO DESEMPENHO E MICROBIOTA DE FRANGOS DE CORTE

Banca Examinadora

JOSE FERNANDO MACHADO MENTEN
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JOSE FERNANDO MACHADO MENTEN Docente - PERMANENTE
RAFAEL GUSTAVO HERMES Participante Externo
JOSE EURICO POSSEBON CYRINO Docente - PERMANENTE
DANIEL EMYGDIO DE FARIA FILHO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Doutorado no País GD 7

Vínculo

-
-
-
Sim