Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
Biociência Animal (33002010238P6)
Análise de componentes do sistema renina-angiotensina-aldosterona em cães com doença renal crônica
MARIANA COELHO
DISSERTAÇÃO
24/06/2019

COELHO, M. Análise de componentes do sistema renina-angiotensina-aldosterona em cães com doença renal crônica. 2019. 65 f. Dissertação (Mestrado) – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2019. O sistema renina-angiotensina-aldosterona (SRAA) influencia diretamente o desenvolvimento da hipertensão arterial sistêmica (HAS) e proteinúria em pacientes com doença renal crônica (DRC). Sendo assim, o objetivo deste projeto foi avaliar a atividade do SRAA, por meio da concentração plasmática de aldosterona ([aldo]p) e atividade plasmática da renina (APR), em cães hígidos e com DRC de ocorrência natural, procurando associar tais parâmetros com a condição clínica e a evolução da doença nos cães com DRC. Os cães foram avaliados por exame físico e exames laboratoriais. A [aldo]p e a APR foram determinadas por radioimunoensaio. Os cães do grupo DRC apresentaram manifestações clínicas condizentes com uremia, além de anemia, azotemia, baixa densidade urinária, proteinúria e hipocalcemia, em comparação ao grupo controle (p<0,05). No grupo DRC, observou-se ainda a hiperfosfatemia. Não houve diferença entre os grupos em relação ao valor médio da pressão arterial sistólica (PAS); contudo, a hipertensão foi observada em 23% dos cães com DRC. Os grupos também não diferiram quanto aos valores médios da [aldo]p, APR e relação [aldo]p:APR, mas, individualmente, verificou-se valores mais elevados para [aldo]p e a supressão da APR em cães do grupo DRC. A proteinúria foi o achado mais comum no grupo DRC, além disso, a análise de correlação indicou que a elevação da PAS e da [aldo]p podem contribuir com a proteinúria em cães. Os cães do grupo DRC apresentaram manifestações condizentes com a estimulação do SRAA, mas que não foram evidenciadas por alterações na [aldo]p, APR e relação [aldo]p:APR. As piores condições clínicas e os óbitos foram decorrentes do estádio avançado da DRC e não necessariamente da maior estimulação do SRAA.

pequenos animais;hipertensão;proteinúria;uremia;SRAA
COELHO, M. Analysis of the renin-angiotensin-aldosterone system components in dogs with chronic kidney disease. 2019. 65 pg. M.Sc. Dissertation – Faculdade de Zootecnia e Engenharia de Alimentos, Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2019. The renin-angiotensin-aldosterone system (RAAS) directly influences the development of systemic arterial hypertension (SAH) and proteinuria in chronic kidney disease (CKD) patients. Therefore, the objective of this project was to evaluate the RAAS activity, through the aldosterone plasma concentration ([aldo]p) and activity of plasma renin (APR) in healthy dogs and in dogs with naturally occurring CKD, aiming to associate such parameters with clinical condition and disease evolution in dogs with CKD. Dogs were submitted to physical examination and laboratory tests. The [aldo]p and the APR were determined by radioimmunoassay. The CKD group presented clinical manifestations consistent with uremia, besides anemia, azotemia, low urinary density, proteinuria and hypocalcemia, in comparison to control group (p<0,05). In CKD group, hyperphosphatemia was also observed. There was no difference between the groups in relation to the mean value of systolic blood pressure (SBP); however, hypertension was observed in 23% of CKD group. The groups also didn’t differ in the mean values of [aldo]p, APR and [aldo]p:APR ratio, but individually there were higher values for [aldo]p and APR suppression in CKD group. Proteinuria was the most common finding in the CKD group, and correlation analysis indicated that SBP and [aldo]p increase may contribute to proteinuria in dogs. The dogs of the CKD group presented manifestations consistent with RAAS stimulation, which were not evidenced by alterations in [aldo]p, APR and [aldo]p:APR ratio. The worst clinical conditions and deaths were due to the advanced stage of CKD and not necessarily to the higher RAA stimulation.
small animals;hypertension;proteinuria;uremia;RAAS
1
65
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

BIOCIÊNCIA ANIMAL
SAÚDE ANIMAL: AGENTES PATOGÊNICOS, PREVENÇÃO, DIAGNÓSTICO E TERAPIAS INOVADORAS
Estudo da dor, analgesia e pesquisa clínica e cirúrgica experimental em Medicina Veterinária

Banca Examinadora

DEISE CARLA ALMEIDA LEITE DELLOVA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LEANDRO ZUCCOLOTTO CRIVELLENTI Participante Externo
AUREO EVANGELISTA SANTANA Participante Externo
DANIELE DOS SANTOS MARTINS Docente - PERMANENTE
DEISE CARLA ALMEIDA LEITE DELLOVA Docente - PERMANENTE

Vínculo

CLT
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Não