Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ( BOTUCATU )
MEDICINA VETERINÁRIA (33004064022P3)
DIMETILARGININA SIMÉTRICA (SDMA) EM GATOS COM DOENÇA DO TRATO URINÁRIO INFERIOR OBSTRUTIVA
JESSICA CAVALCANTE DA NOBREGA
DISSERTAÇÃO
27/09/2019

A doença do trato urinário inferior de felinos (DTUIF) corresponde a uma série de afecções que podem acometer a bexiga e a uretra desses animais. A forma obstrutiva é a consequência mais prevalente e mais grave dentre outras DTUIF, podendo levar o animal a azotemia pós-renal, redução da taxa de filtração glomerular (TFG) e a lesão renal aguda (LRA), que caso não seja tratada de forma eficiente, pode evoluir para doença renal crônica (DRC), uma doença frequente na população geriátrica felina. A creatinina sérica (sCr) é o biomarcador de TFG mais utilizado na clínica veterinária, porém apresenta baixa sensibilidade e diversos fatores que podem afetar seus valores. A dimetilarginina simétrica (SDMA) é um biomarcador mais recente na medicina veterinária que vem apresentado maior precocidade na detecção da perda da função renal e menor interferência de fatores extrarrenais, porém poucos são os trabalhos que determinam valores de SDMA em lesão renal de gatos. Este trabalho visou avaliar os valores de SDMA e compará-los com a sCr, ureia, dados hemogasométricos, escore clínico e tempo de obstrução de gatos com DTUIF obstrutiva. Os animais foram alocados em dois grupos experimentais, sendo 17 animais do grupo obstruído (GO) e 13 animais sadios para grupo controle (GC). As amostras foram coletadas antes da desobstrução (M0) e durante o tratamento clínico, nos momentos 12, 24 e 48 horas (M12, M24 e M48). Resultados obtidos demonstraram que no M48 do GO, 50% dos gatos obstruídos apresentavam valores de SDMA acima da normalidade, enquanto para sCr apenas 29,41% dos gatos apresentavam elevados. Quando comparado os diversos momentos de GO com GC, SDMA apresentou mais momentos de diferença estatística do que sCr. O SDMA apresentou correlação forte com sCr, ureia e potássio nos diferentes momentos de GO e forte correlação com tempo de obstrução e escore clínico em M0. A concordância do SDMA com sCr, ureia e potássio foi pobre a leve em M12 e M48, no M24 a concordância foi substantiva. Sugere-se que SDMA é biomarcador mais sensível para avaliar função renal em animais com DTUIF obstrutiva. Além disso, o tempo de obstrução interfere no estado clínico e valores de SDMA.

obstrução uretral;gatos;biomarcadores;urologia;nefrologia
Feline lower urinary tract disease (FLUTD) is a series of conditions that can affect the bladder and urethra of these animals. The obstructive form is the most prevalent and most serious consequence among other FLUTD, which can lead to post-renal azotemia and reduced glomerular filtration rate (GFR) and acute kidney injury (AKI), which if not treated effectively, can progress to chronic kidney disease (CKD), a common disease in the feline geriatric population. Serum creatinine (sCr) is the biomarker of GFR most commonly used in veterinary pratice, but it has low sensitivity and there are several factors that may affect its values. Symmetrical dimethylarginine (SDMA) is a newer biomarker in veterinary medicine that has been shown to be more precocious in detecting loss of renal function and less interference of extrarenal factors, but there are few studies determining SDMA values in feline kidney injury. This work aimed to evaluate SDMA values and to correlate them with sCr, urea, hemogasometric data, clinical score and duration of obstruction of felines with obstructive DTUIF. The animals were allocated into two experimental groups, 17 animals from the obstructed group (GO) and 13 healthy animals for control group (GC). Samples were collected before clearance (M0) and during clinical treatment at 12, 24 and 48 hours (M12, M24 and M48). The results obtained were that in GO M48, 50% of obstructed cats had SDMA values above normal, while for sCr only 29.41% of cats were elevated. When comparing the different moments of GO with CG, SDMA presented more moments of statistical difference than sCr. SDMA showed a strong correlation with sCr, urea and potassium at different times of GO and a strong correlation with obstruction time and clinical score at M0. The concordance of SDMA with sCr, urea and potassium was poor to mild in M12 and M48, in M24 the agreement was substantive. It is suggested that SDMA is the most sensitive biomarker for assessing renal function in animals with obstructive FLUTD. In addition, obstruction time interferes with clinical status and SDMA values.
urethral obstruction;cats;biomarkers;urology;nephrology.
1
78
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ( BOTUCATU )
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

CLÍNICA VETERINÁRIA
AFECÇÕES CLÍNICAS DE CÃES E GATOS
ESTUDO EM NEFROLOGIA, UROLOGIA E CLÍNICA MÉDICA DE PEQUENOS ANIMAIS

Banca Examinadora

PRISCYLLA TATIANA CHALFUN GUIMARAES OKAMOTO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ROGERIO GIUFFRIDA Participante Externo
FABIANA FERREIRA DE SOUZA Participante Externo
PRISCYLLA TATIANA CHALFUN GUIMARAES OKAMOTO Docente - PERMANENTE

Vínculo

-
-
-
Não