Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
MEDICINA VETERINÁRIA (PATOLOGIA E CIÊNCIAS CLÍNICAS) (31002013016P8)
Aspectos Clínicos, Cirúrgicos e Histopatológicos dos Tumores Mamários que Acometem as Fêmeas Caninas Atendidas no Hospital Veterinário da UFRRJ
LUCINEIA COSTA OLIVEIRA
DISSERTAÇÃO
21/02/2019

Na medicina veterinária, tumor de mama é a neoplasia de maior prevalência entre as fêmeas caninas, a incidência de malignidade é alta, cerca da metade de todos os diagnósticos histopatológicos. Estudos referente ao câncer de mama nos animais é de grande importância, pois é uma doença oncológica que acomete um grande número de cadelas na rotina da clínica-cirúrgica. O conhecimento da fisiopatologia de uma doença é essencial para se ter sucesso em seu diagnóstico, tratamento e prevenção; com isso, vários estudos foram realizados relatando os fatores predisponentes da doença. Tamanho tumoral, idade, raça, presença de metástase regional ou a longa distância são uns dos vários fatores alavancados. Desta maneira, sabe-se que cadelas entre 8 e 12 anos, não castradas antes dos seus 2,5 anos de idade, que fizeram o uso de contraceptivos durante sua fase reprodutiva, que possuem pseudociese, podem ser um ou mais dos fatores que a tornam mais predispostas ao câncer de mama. O diagnóstico precoce e a escolha da conduta terapêutica mais adequada para resolução da doença aumentam a taxa de cura nos seres humanos e nos animais. O tratamento indicado como mais adequado para esta patologia é a retirada do tumor cirurgicamente, determinado por pesquisas na área. Através da técnica cirúrgica de mastectomia, toda a cadeia mamária é retirada junto com os tumores, prevenindo a ocorrência de neoplasia nas outras mamas, visto que, há comunicação linfática e arteriovenosa entre elas. A cirurgia só será utilizada como tratamento em casos onde não houver a ocorrência de metástases a longa distância como em fígado, baço e pulmões. A ultrassonografia abdominal e a radiografia torácica são exames complementares recorrentes solicitados por médicos veterinários em pacientes diagnosticados com neoplasia mamária, para confirmar ou não a presença de metástase em órgãos distantes. Porém, a radiografia torácica não detecta nódulos metastáticos menores de seis mm. Na literatura atual, há pouco estudos comparando diretamente tamanho tumoral com a malignidade, posição anatômica e achados histopatológicos. Neste contexto, com o intuito de contribuir para o controle e prognóstico da neoplasia mamária canina já que a casuística é grande, este estudo propõe a realização de um trabalho com duração de um ano e meio com os pacientes do sexo feminino, da espécie canina, provenientes da rotina clínica- cirúrgica do hospital veterinário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, diagnosticados com tumores na mama. O estadiamento tumoral das cadelas atendidas será determinado, a ultrassonografia torácica será realizada e o tratamento será instituído de acordo com o protocolo previamente estabelecido pelo setor de obstetrícia com objetivo de determinar a relação entre o tamanho tumoral, malignidade, localização anatômica e achados histopatológicos. O objetivo deste trabalho é contribuir para o controle e prognóstico dos pacientes com neoplasia mamária canina atendidos no hospital veterinário da Universidade Federal Rural do Rio de Janeiro, realizando um estudo comparativo entre os aspectos epidemiológicos, cirúrgicos e clínico-patológicos.

malignidade;mastectomia;cadelas
In the clinical routine of veterinary medicine, breast tumor is the most prevalent neoplasm among canine females, the incidence of malignancy is high, about half of all histopathological diagnoses. Studies regarding breast cancer in animals is of great importance, since it is an oncological disease that affects a large number of bitches in the clinical-surgical routine. Knowledge of the pathophysiology of a disease is essential if it is to be successful in its diagnosis, treatment and prevention; with this, several studies were conducted reporting the predisposing factors of the disease. Tumor size, age, race, presence of regional metastasis or long distance are one of several factors leveraged. Thus, it is known that bitches between 8 and 12 years of age, not castrated before their 2,5 years of age, who used contraceptives during their reproductive phase, who have psychological pregnancy, may be one or more of the factors that More predisposed to breast cancer. Early diagnosis and the choice of the most appropriate therapy to resolve the disease increase the rate of cure in humans and animals. The treatment indicated as most suitable for this pathology is the removal of the tumor surgically, as determined by research in the area. Through the surgical technique of mastectomy, the entire mammary chain is removed along with the tumors, preventing the occurrence of neoplasia in other breasts, since there is lymphatic and arteriovenous communication between them. The surgery will only be used as a treatment in cases where there is no occurrence of long-distance metastases such as liver, spleen and lungs. Abdominal ultrasonography and chest radiography are recurrent complementary examinations requested by veterinary surgeons in patients diagnosed with breast neoplasm to confirm or not the presence of metastasis in distant organs. However, thoracic radiography does not detect metastatic nodules smaller than six mm. In the current literature, there are few studies comparing directly tumor size with malignancy, anatomical position and histopathological findings. In this context, with the aim of contributing to the control and prognosis of canine mammary neoplasia since the sample is large, this study proposes the performance of a work lasting a year and a half with the female patients of the canine species. From the clinical-surgical routine of the veterinary hospital of the Federal Rural University of Rio de Janeiro, diagnosed with tumors in the breast. Tumor staging of treated dogs will be determined. Thoracic ultrasonography will be performed and treatment will be instituted according to the protocol previously established by the obstetrics sector in order to determine the relationship between tumor size, malignancy, anatomical location and histopathological findings. The identification of pulmonary metastases six mm with the accomplishment of the thoracic ultrasonography, will aid in the more correct choice of the oncological treatment. In this way, the obstetric service can standardize a therapeutic approach to patients with breast cancer with advanced characteristics prioritizing according to the results found, besides emphasizing the importance of the complementary examination thoracic ultrasonography, which is not routine in patients with cancer diseases.
malignancy;mastectomy;bitches
1
35
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS CLÍNICAS
CLÍNICA E CIRURGIA DOS ANIMAIS
MATERIAIS E TÉCNICAS ALTERNATIVAS NO DIAGNÓSTICO E TRATAMENTO DE AFECÇÕES DOS ANIMAIS.

Banca Examinadora

SAULO ANDRADE CALDAS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MARTA FERNANDA ALBUQUERQUE DA SILVA Docente - PERMANENTE
ANA PAULA DE ARAGAO GAMA Participante Externo
SAULO ANDRADE CALDAS Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Apoio à Pós-Graduação 24
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO - Infraestrutura 24

Vínculo

Bolsa de Fixação
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim