Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
CIÊNCIA ANIMAL NOS TRÓPICOS (28001010036P7)
AVALIAÇÃO CITOTÓXICA DA MAMMEA A/BB EM LINHAGENS DE CÉLULAS DE GLIOMA
ISIS BARBOSA COSTA
DISSERTAÇÃO
27/06/2019

COSTA, I. B. Avaliação citotoxica da mammea A/BB em linhagens de células de glioma. 2019. 80 p. Dissertação (Mestre em Ciência Animal nos Trópicos) – Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2019. O glioblastoma é a forma mais agressiva dentre os gliomas os recursos terapêuticos disponíveis são limitados e envolvem ressecção cirúrgica, radioterapia e quimioterapia. Nesse ínterim, a busca por alternativas farmacológicas mais eficazes e menos agressivas coloca a mammea A/BB em análise. Esse metabólito vegetal é encontrado na casca das raízes da família botânica Calophyllaceae, do gênero Kielmeyera. Objetiva-se a partir da realização deste estudo avaliar o potencial citotóxico da mammea A/BB em células de glioblastoma humano U251 e de glioma de rato C6. A ação farmacológica da mammea A/BB foi testada em ambas linhagens, por meio dos ensaios de viabilidade celular por MTT, teste de migração, quantificação de cariopicnose e da expressão de glicoproteína-p. Analisou-se também o efeito da droga em células normais astrocitárias de rato e uma comparação da viabilidade celular entre a droga teste e o quimioterápico de primeira linha, a temozolomida. Os experimentos desenvolvidos indicaram que as linhagens U251 e C6 apresentaram, em todas as amostras analisadas, uma sensibilidade concentração dependente à mammea A/BB e resistência à temozolomida no intervalo de concentração de 2 μM a 200 μM. As concentrações de 27 ± 2,31μM e 56,85 ± 14,17 μM da mammea A/BB foram capazes de inibir a população celular em 50% nas linhagens U251 e C6, respectivamente, bem como o potencial migratório das referidas linhagens. A droga teste não apresenta ação citotóxica em células astrocitárias de rato. Foram encontrados núcleos picnóticos em maior quantidade no tratamento com a mammea A/BB quando comparado com as condições controle e DMSO. A mammea A/BB não apresentou diferença significativa na indução da expressão da glicoproteína P. Os resultados obtidos indicam uma ação farmacológica potencial na indução da citotoxicidade da droga nas tipologias celulares tumorais e não citotóxica nas células normais avaliadas.

astrocitoma;glioblastoma;fenilcumarina;glicoproteína-P;temozolomida
COSTA, I. B. Cytotoxic evaluation of the mammea A/BB to glioma cells. 2019. 80 p. MSc Thesis (Mestre em Ciência Animal nos Trópicos) – Escola de Medicina Veterinária e Zootecnia, Universidade Federal da Bahia, Salvador, 2019. Glioblastoma is the most aggressive form of gliomas and the available therapeutic resources are limited and involve surgical resection, radiotherapy and chemotherapy. The search for more effective and less aggressive pharmacological alternatives places mammea A/BB under analysis. This plant metabolite is found in the bark of roots of the botanical family Calophyllaceae, of the genus Kielmeyera. The objective of this study was to evaluate the cytotoxic potential of mammea A/BB in human glioblastoma U251 and C6 rat glioma cells. The pharmacological action of mammea A/BB was tested in both strains by cell viability assays by MTT, migration test, cariopnosis quantification and p-glycoprotein expression.The effect of the drug on normal murine astrocytic cells and a comparison of cell viability between the test drug and the first-line chemotherapy, temozolomide, were also analyzed. The experiments showed that the U251 and C6 cell lines had a concentration dependent sensitivity to mammae A/BB and resistance to temozolomide in the concentration range of 2 μM to 200 μM in all the analyzed samples. The concentrations of 27 ± 2.31 μM and 56.85 ± 14.17 μM of mammea A/BB were able to inhibit the cell population in 50% in the lines U251 and C6, respectively, as well as the migratory potential of these lines. The test drug shows no cytotoxic action on murine astrocyte cells. Pinocytic nuclei were found in greater quantity in the treatment with mammea A/BB when compared to the control and DMSO conditions. Mammea A/BB showed no significant difference in the induction of P-glycoprotein expression. The results indicate a potential pharmacological action in the induction of cytotoxicity of the drug in tumor cell types and non-cytotoxic in the normal cells evaluated.
astrocytoma;glioblastoma;phenylcoumarin;P glycoprotein;temozolomide
1
86
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA BAHIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL
PATOLOGIA, CLÍNICA E CIRURGIA VETERINÁRIA
A CÉLULA GLIAL NO DESENVOLVIMENTO DO SISTEMA NERVOSO NORMAL E EM CONDIÇÕES PATOLÓGICAS

Banca Examinadora

ALESSANDRA ESTRELA DA SILVA LIMA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ALESSANDRA ESTRELA DA SILVA LIMA Docente - PERMANENTE
VICTOR DIOGENES AMARAL DA SILVA Participante Externo
TIAGO DA CUNHA PEIXOTO Docente - PERMANENTE
KARINE ARAUJO DAMASCENO Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - CAPES 24

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Não