Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE
Sanidade e Produção Animal Sustentável na Amazônia Ocidental (11001011008P2)
PESQUISA DE INFECÇÃO NATURAL POR LEISHMANIA SPP. EM CÃES DO MUNICÍPIO DE RIO BRANCO, ACRE, BRASIL
GLEICE KELLY CARVALHO BENTO
DISSERTAÇÃO
03/05/2019

BENTO, Gleice Kelly Carvalho. Universidade Federal do Acre. Pesquisa de infecção natural por Leishmania spp. em cães do Município de Rio Branco, Acre – Brasil. As leishmanioses são zoonoses mundialmente distribuídas, acometendo o homem e uma variedade de animais, domésticos e silvestres. No Brasil, a doença é amplamente difundida e estudos demonstram o avanço da doença nos últimos anos para regiões até então consideradas indenes. A Estado do Acre, na Região Norte do País, é considerado endêmico para casos humanos, com poucos estudos avaliando a ocorrência de casos caninos na região. Dessa forma, o presente estudo teve por objetivo pesquisar a ocorrência de infecção por Leishmania spp. em 375 cães selecionados por conveniência do município de Rio Branco – Acre. A soroprevalência na população avaliada foi de 33,33% (125/375) utilizando dois métodos sorológicos distintos, sendo o ELISA e o DPP®. Foram detectados pelo ELISA anticorpos anti-Leishmania em 19,68% (74/375) das amostras avaliadas, enquanto que o DPP® apresentou reatividade em 18,66% (70/375) desse total. Os animais que apresentaram reatividade em ambos os métodos sorológicos empregados totalizaram 15,2% (19/125). A concordância entre as técnicas sorológicas foi considerada fraca (k=0,07). Não foi observada correlação significativa entre o sexo, idade e local da coleta dos animais sororreagentes. Nos animais considerados reagentes foi possível amplificar o DNA de Leishmania spp., por PCR convencional, em 71,2% (89/125) desse total. Em seis destes animais foi confirmada a presença de infecção por Leishmania spp., sendo quatro associadas a infecção por L. infantum chagasi e em outras duas amostras foi possível a confirmação da infecção por Leishmania (V.) lainsoni. Desse total, três dos quatros casos sob a forma visceral foram provenientes de outras regiões, enquanto um caso confirmado foi considerado autóctone, uma vez que não apresentou histórico de deslocamento para outras regiões. Já os outros dois casos confirmados, com infecção por Leishmania (V.) lainsoni, foram considerados autóctones. Sendo assim, este trabalho descreve o primeiro caso autóctone de Leishmaniose Visceral Canina no Estado do Acre, assim como a primeira descrição de infecção canina pela Leishmania (V.) lainsoni.

Leishmaniose canina;Diagnóstico, ELISA, DPP, PCR.
BENTO, Gleice Kelly Carvalho. Universidade Federal do Acre. Search for natural infection by Leishmania spp. in dogs from the Municipality of Rio Branco, Acre - Brazil. Leishmaniasis are zoonoses worldwide distribution, affecting man and a variety of domestic and wild animals. In Brazil, new cases have been described in non- endemic regions, confirming the expansion of the disease. The northern region, is considered an endemic area for human cases, however, there are few studies evaluating canine infection. Thus, the present study aimed to evaluate the occurrence of Leishmania spp. infection in 375 dogs in the municipality of Rio Branco - Acre. Anti- Leishmania spp. antibodies were found in 33.33% (125/375) of the animals, using ELISA and DPP®. The ELISA was considered reagent in 19.68% (74/375) of the dogs, while the DPP® resulted positive in 18.66% (70/375). In 15,2% (19/125) of the evaluated dogs it was possible to confirm the presence of anti-Leishmania antibodies in both tests, simultaneously. The concordance between the serological tests was considered weak (kappa = 0,07). No diference between sex, age, place with serological tests were found. DNA amplification of the parasite was confirmed in 71,2% (89/125) of the dogs that was considered positive in a serological evaluation. On the other hand, it was possible to confirm the presence of Leishmania spp. DNA in six animals. Leishmania infantum chagasi infection was found in four animals, while Leishmania (V.) lainsoni can be confirmed in two dogs. Of this total, three cases of canine leishmanaisis were considered autochthonous, one by L. infantum chagasi and the othe two by Leishmania (V.) lainsoni. Thus, this work describes the first autochthonous case of Visceral Canine Leishmaniasis in the Acre State, as well as a first description of canine infection by Leishmania (V.) lainsoni.
Canine leishmaniasis, Diagnosis, ELISA, DPP;PCR
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO ACRE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

SANIDADE E PRODUÇÃO ANIMAL SUSTENTÁVEL NA AMAZÔNIA OCIDENTAL
SANIDADE EM ESPÉCIES ANIMAIS CONVENCIONAIS E NÃO CONVENCIONAIS NA AMAZÔNIA OCIDENTAL
Pesquisa de Infecção natural por Leishmania i. chagasi em cães do município de Rio Branco, Acre, Brasil

Banca Examinadora

ACACIO DUARTE PACHECO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
KARINA YUKIE HIRATA Participante Externo
LUCIANA DOS SANTOS MEDEIROS Docente - PERMANENTE
ACACIO DUARTE PACHECO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 10

Vínculo

Bolsa de Fixação
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim