Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
Ciência e Saúde Animal (24009016011P0)
LINFOMA EM CÃES: ASPECTOS ANATOMOPATOLÓGICOS, CARACTERIZAÇÃO DO ENVOLVIMENTO DO SISTEMA NERVOSO CENTRAL E LINFOMA HEPATOCITOTRÓPICO
ISMAEL LIRA BORGES
DISSERTAÇÃO
25/02/2019

Foi realizado um estudo retrospectivo dos casos de necropsias de cães diagnosticados com linfomas no Laboratório de Patologia Animal do Hospital Veterinário Universitário Prof. Dr. Ivon Macêdo Tabosa da Universidade Federal de Campina Grande, Campus de Patos, Paraíba durante o período de janeiro de 1986 a dezembro de 2018. O estudo resultou em três capítulos da dissertação. O primeiro intitulado como “Caracterização clínica e anatomopatológica de linfomas em cães: 51 casos” abordou a frequência de cães com linfomas, seus perfis referentes a idade, sexo e raça, sinais clínicos, aspectos macroscópicos e microscópicos das lesões. De 2600 necropsias realizadas em cães, 304 foram diagnosticados com distúrbios neoplásicos e destes, 51 com linfoma. Os machos foram mais afetados que as fêmeas e a idade média dos cães foi de 7,8 anos. Os animais sem raça definida e os puros das raças Rottweiler e Poodle foram os mais acometidos. Os principais sinais clínicos foram: anorexia, linfadenomegalia, mucosas hipocoradas, icterícia, apatia, prostração, lesões cutâneas e vômito. Cinco animais apresentaram linfomas isolados em fígado (2 casos), coração (2 casos) e rim (1 caso). Já 46 apresentaram linfomas multicêntricos afetando, principalmente fígado, linfonodo, baço, rins, pulmão, pele e coração. Foram visualizadas diferentes apresentações macroscópicas e microscópicas. O segundo capítulo intitulado de “Aspectos clínicos, anatomopatológicos e imuno-fenotípicos de linfomas com envolvimento de sistema nervoso central em cães: 7 casos” teve o objetivo de descrever setes casos esporádicos de linfomas secundários para o sistema nervoso central em cães detalhando as características da população em estudo, os sinais clínicos apresentados, os achados macroscópicos, histopatológicos e imuno-histoquímicos. Quatro animais eram machos e três fêmeas e a idade média dos cães acometidos foi de 7,4 anos. Três animais eram sem raça definida, dois da raça Rottweiler, um Dachshund e um Pastor Alemão. Os sinais clínicos consistiram de convulsão, ataxia, dor local, opistótono, cegueira bilateral e síndrome de Schiff-Scherrington. As lesões macroscópicas ocorreram, principalmente nas meninges e no encéfalo. Microscopicamente o principal padrão de distribuição foi o intravascular e quatro casos foram classificados como linfomas de células T periféricos inespecíficos e três como linfomas intravasculares de células T. O terceiro capítulo intitulado de “Linfoma hepatocitotrópico de células T em cão: relato de caso” contemplou um caso raro de linfoma hepatocitotrópico em um cão, sem raça definida, macho de 11 anos, enfatizando seus aspectos clínicos, anatomopatológicos e imuno-histoquímicos. O cão apresentava inapetência, anorexia, vômito, diarreia, icterícia, hepatomegalia e alterações nas bioquímicas séricas hepáticas e renais. Na necropsia observou-se fígado difusamente amarelado e aumentado de tamanho com bordos abaulados e acentuação do padrão lobular. Microscopicamente, observou-se infiltração difusa de células linfoides neoplásicas na luz de sinusóides e dissecando os cordões de hepatócitos individualmente ou em pequenos agrupamentos. Infiltrado semelhante foi observado nos rins. O perfil imuno-histoquímico revelou co-expressão CD3/CD20 com predomínio de células neoplásicas CD3 positivas sendo classificado como linfoma hepatocitotrópico de células T. Com esse trabalho foi possível determinar a frequência de cães com linfomas diagnosticados em necropsias no Laboratório de Patologia Animal da Universidade Federal de Campina Grande constatando ser uma neoplasia frequente na rotina e uma das principais causadoras de morte nesses animais. Acometeram os diversos sistemas incluindo o nervoso e apresentaram grande variedade de sinais clínicos e aspectos macroscópicos e microscópicos.

Cães;fígado;linfossarcoma;sistema nervoso central
A retrospective study of the necropsy cases of dogs diagnosed with lymphomas was carried out in the Laboratory of Animal Pathology of the Veterinary Hospital Prof. Dr. Ivon Macêdo Tabosa of the Federal University of Campina Grande, Patos Campus, Paraíba over the period from January 1986 to December 2018. The study resulted in three chapters of the dissertation. The first one entitled "Clinical and anatomopathological characterization of lymphomas in dogs: 51 cases" adressed the frequency of dogs with lymphomas, their age, sex and breed profiles, clinical signs, macroscopic and microscopic findings. Of 2600 necropsies performed in dogs, 304 were diagnosed with neoplastic disorders and of these, 51 with lymphoma. Males were more affected than females and average age of dogs was 7.8 years old. The mixed breed, Rottweilers and Poodles were the most affect breeds. The main clinical signs were: anorexia, lymphadenomegaly, pale mucosae, jaundice, apathy, prostration, skin lesions and vomiting. Five animals had isolated lymphomas in the liver (2 cases), heart (2 cases) and kidney (1 case). Already 46 had multicentric lymphomas affecting, mainly liver, lymph node, spleen, kidneys, lung, skin and heart. Different macroscopic and microscopic lesions were visualized. The second chapter entitled "Clinical, anatomopathological and immunohistochemical features of lymphomas envolving the central nervous system in dogs: 7 cases" aimed to describe seven sporadic cases of secondary lymphomas of the central nervous system in dogs pointing the characteristics of the study population, the clinical signs, the macroscopic, histopathological and immunohistochemical findings. Four animals were males and three females and the mean age of the affected dogs was 7.4 years old. Three animals were mixed breed, two Rottweilers, one Dachshund and one German Shepherd. Clinical signs consisted of seizures, ataxia, local pain, opisthoton, bilateral blindness, and Schiff-Scherrington syndrome. Mainly, macroscopic lesions occurred in the meninges and in the encephalon. Microscopically the main distribution pattern was intravascular and four cases were classified as nonspecific peripheral T-cell lymphomas and three as intravascular T-cell lymphomas. The third chapter titled "Hepatocytotropic T-cell lymphoma in a dog: case report" included a rare case of hepatocytotrophic lymphoma in a cross-breed dog, 11-year-old male, highlighting its clinical, anatomopathological and immunohistochemical findings. The dog showed inappetence, anorexia, vomiting, diarrhea, jaundice, hepatomegaly and alterations in hepatic and renal serum biochemistry. At the necropsy we observed a diffusely yellowish and enlarged liver with bulging edges and accentuation of the lobular pattern. Microscopically, diffuse infiltration of neoplastic lymphoid cells was observed in the sinusoid lumen and dissecting the hepatocyte strands individually or in small clusters. Similar infiltrate was observed in the kidneys. The immunohistochemical profile revealed CD3 / CD20 co-expression with a predominance of CD3-positive neoplastic cells being classified as hepatocytotropic T-cell lymphoma. With this work it was possible to determine the frequency of dogs with lymphomas diagnosed at necropsies at the Laboratory of Animal Pathology of the University Federal de Campina Grande found that it is a frequent neoplasm in the routine and one of the main causes of death in these animals. They affected the various systems including the nervous system and showed a great variety of clinical signs and macroscopic and microscopic lesions.
dogs;liver;lymphosarcoma;central nervous system
1
62
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE CAMPINA GRANDE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIA E SAÚDE ANIMAL
EPIDEMIOLOGIA, DIAGNÓSTICO E CONTROLE DAS DOENÇAS DE ANIMAIS
-

Banca Examinadora

ANTONIO FLAVIO MEDEIROS DANTAS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DANIEL DE ARAUJO VIANA Participante Externo
ANTONIO FLAVIO MEDEIROS DANTAS Docente - PERMANENTE
GABRIELA NORONHA DE TOLEDO Docente - COLABORADOR

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 24

Vínculo

-
-
-
Não