Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO
EDUCAÇÃO (51002019002P3)
FOI O ESPAÇO QUE ENCONTREI: A TEMÁTICA ÉTNICO-RACIAL EM ESCOLAS DE EDUCAÇÃO BÁSICA EM UM CONTEXTO DE COLONIALIDADE GERMÂNICA
BENICIO BACKES
TESE
20/02/2019

Tese de Doutorado em Educação no âmbito do Grupo de Estudos e Pesquisas em Educação e Diferença Cultural, da Linha de Pesquisa Diversidade Cultural e Educação Indígena do Programa de Pós-graduação em Educação – Mestrado e Doutorado, PPGE/UCDB. Teve como objetivo analisar as mobilizações de militantes da causa negra que marcam a implantação da Lei Nacional 10.639/2003, com destaque para as estratégias e iniciativas utilizadas por professoras/es negras/os, para infiltrar História e Cultura Afro-Brasileiras nas escolas municipais, em um contexto de colonialidade germânica. Fez-se a produção de dados mediante a prática de entrevista interativa com oito pessoas negras, entre gestores/as e professores/as, militantes da causa negra e comprometidas com a prática de inserção das questões étnico-raciais na Educação Básica, em escolas públicas municipais da cidade de Novo Hamburgo/RS, uma das catorze cidades com colonização predominantemente germânica da Rota Romântica/RS, associadas para a formação de uma rota turística. As análises foram tecidas como articulação do campo teórico-metodológico – centrado nos Estudos Culturais em articulação com os Estudos Pós-coloniais e Estudos da Modernidade/Colonialidade e com algumas das perspectivas envolvendo a multi/interculturalidade crítica e as discussões em torno das questões de raça – em interlocução com a realidade em estudo. E apontam para: a) o protagonismo do Movimento Negro na articulação de parcerias com o poder público municipal, universidades da região e entidades sociais e culturais, traduzindo-se em possibilidades de maior efetivação da Lei 10.639/2003, por meio do fomento de debates e de cursos de formação continuada de docentes e da pesquisa, divulgação e produção de materiais sobre questões étnico-raciais envolvendo a cidade e a região; b) as estratégias de infiltração da História e Cultura Afro-Brasileira que militantes da causa negra tecem, no espaço das escolas e das salas de aula, para maior afirmação de sua participação na história da cidade, diante do “resguardo” da cultura germânica em Novo Hamburgo, com destaque para oficinas de Capoeira e de máscaras africanas; alcance de material; estudo de artistas negros; apresentações de manifestações religiosas de matriz africana em eventos da escola; convite a griôs e mães de santo, trazendo-os para o interior das escolas e salas de aula, para o relato de suas experiências e contação de suas histórias e memórias e instituição do selo “Igualdade Racial é pra valer”, contribuindo para o empoderamento político-epistemológico das populações negras. Concluiu-se que a hegemonia da colonialidade germânica em Novo Hamburgo é posta constantemente em xeque pelas populações negras, por meio da ocupação dos diferentes interstícios produzidos no tensionamento das forças de poder em relação, seja como produção de resistência, como afirmação identitária, seja mostrando outras epistemologias e concepções/visões de mundo assumidas por lutas a favor de sociedades multi/interculturais e democráticas.

Cultura;Lei 10.639/2003;Colonialidade/germanidade.
Thesis of Doctorate in Education, a scope of the Group of Studies and Research in Education and Cultural Difference, from the Cultural Diversity and Indigenous Education Research Line of the Postgraduate Program in Education, Masters and Doctorate, PPGE/UCDB. The purpose of this study was to analyze the mobilizations of militants of the black cause that mark the implementation of National Law 10.639/2003, highlighting the strategies and initiatives used by black people teachers to infiltrate Afro-Brazilian History and Culture in elementary schools, in a context of Germanic coloniality. The data have been produced through the practice of an interactive interview with eight black people, among managers and teachers, militants of the black people’s cause and committed to the practice of insertion of ethnic-racial issues in Basic Education in public elementary schools from Novo Hamburgo/RS, one of the fourteen cities with predominantly Germanic colonization of the Romantic Route/RS, associated to the formation of a tourist route. The analyzes were woven as articulation of the theoretical-methodological field – centered in Cultural Studies in articulation with Postcolonial Studies and Studies of Modernity/Coloniality and with some of the perspectives involving the critical multi/interculturality and the discussions around the issues of race – in interaction with the reality in study. The analyzes indicate to: a) the protagonism of the Black Movement in the articulation of partnerships with the municipal public power, universities in the region and social and cultural entities, translating into more possibilities of actualize the Law 10.639/2003, through the promotion of debates and continuated teacher training courses and the research, dissemination and production of materials about ethnic-racial issues involving the city and the region; b) the strategies of infiltration of Afro-Brazilian History and Culture that militants of the black people’s cause do, in the schools and in the classrooms, for more affirmation of their participation in the history of the city, before the “shelter” of the Germanic culture in Novo Hamburgo, with special emphasis on workshops of Capoeira and African masks; reach of material; studies about black artists; presentations of African religious manifestations in school events; invitation to “griôs” and “mães de santo”, bringing them to the schools and classrooms, to tell the people their experiences, stories and memories and institution of the seal “Igualdade Racial é pra valer”, contributing to the political-epistemological empowerment of black populations. It was concluded that the hegemony of German coloniality in Novo Hamburgo is constantly put in a hard spot by black peoples, through the occupation of the different interstices produced in the tensioning of the forces of the power in relation, either as a production of resistance, as an affirmation of identity; or by showing other epistemologies and conceptions/world views assumed by struggles in favor of multi/intercultural and democratic societies.
Culture;Law 10.639/2003;Coloniality/Germanity.
1
232
PORTUGUES
UNIVERSIDADE CATÓLICA DOM BOSCO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

EDUCAÇÃO
DIVERSIDADE CULTURAL E EDUCAÇÃO INDÍGENA
Currículo, interculturalidade e epistemologia: escutas traduzidas e hibridizadas

Banca Examinadora

JOSE LICINIO BACKES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
HEITOR QUEIROZ DE MEDEIROS Docente - PERMANENTE
JOSE LICINIO BACKES Docente - PERMANENTE
ADIR CASARO NASCIMENTO Docente - PERMANENTE
AHYAS SISS Participante Externo
MAGNA LIMA MAGALHAES Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Suporte à Pós-Graduação de Instituições de Ensino Particulares (módulo Taxas) 6

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim