Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
VETERINÁRIA (42003016008P2)
Marcadores inflamatórios, maturação oocitária e desenvolvimento embrionário inicial em bovinos
JOAO ALVEIRO ALVARADO RINCON
TESE
26/02/2019

A resposta inflamatória surge como mecanismo do sistema imune para combater agentes infecciosos. Estudos sugerem uma associação entre a inflamação e a fertilidade, principalmente devido à modulação e síntese de mediadores inflamatórios. A lipoproteína de alta densidade (HDL) é a principal lipoproteína no fluido folicular, tem propriedades anti-inflamatória e antioxidante, que derivam principalmente de sua composição lipídica, porção de apolipoproteína AI (ApoAI) e paraoxonase-1 (PON1). Por outro lado, os lipopolissacarídeos (LPS) são endotoxinas bacterianas que agem como potente estimulador da resposta inflamatória. Neste sentido, objetivou-se avaliar o efeito do HDL durante a maturação in vitro (MIV) sobre a maturação oocitária e desenvolvimento embrionário, e avaliar o efeito da exposição de oócitos bovinos ao LPS in vitro e in vivo, sobre a maturação oocitária e desenvolvimento embrionário inicial em bovinos. No primeiro estudo, complexos cumulus oócito (COCs) foram suplementados com proteína HDL durante a MIV, após, foram fecundados (FIV) e cultivados in vitro (CIV). No segundo estudo, COCs foram desafiados com LPS durante a MIV e após, passaram pela FIV e CIV. Separadamente, COCs foram submetidos à MIV sem LPS, depois disso passaram pela FIV e, durante os 7 dias de CIV foram desafiados com LPS. Ainda no segundo estudo, novilhas foram desafiadas com LPS intravenoso durante a sincronização da onda folicular. Os animais foram abatidos, os ovários foram coletados e foi realizada a recuperação dos COCs. Os COCs selecionados passaram por MIV, FIV e CIV. Dessa forma, encontramos que, a adição do complexo HDL/ApoAI do plasma humano durante a MIV, na ausência de atividade da PON1, diminui o desenvolvimento embrionário inicial. Ainda, a exposição de oócitos bovinos ao LPS durante a MIV diminui a taxa de maturação nuclear, entretanto, não foi capaz de afetar o desenvolvimento embrionário inicial. Da mesma maneira, a exposição de zigotos ao LPS durante o CIV não afetou o desenvolvimento embrionário. No entanto, a infusão de LPS em novilhas diminuiu a taxa de clivagem, porém o desenvolvimento embrionário foi semelhante ao do grupo não desafiado com LPS. Conclui-se que a interação dos componentes do complexo HDL-ApoAI-PON1, pode afetar a fertilidade bovina, em nível de oócito e subsequente desenvolvimento embrionário. Da mesma, forma o LPS, pode afetar o oócito e desenvolvimento embrionário, entretanto, os mecanismos pelos quais isso acontecem parecem ser diferentes in vitro e in vivo.

HDL;inflamação;LPS;oócito;embrião
The inflammatory response arises as a mechanism of the immune system to fight infectious agents. Studies suggest an association between inflammation and fertility, mainly due to the modulation and synthesis of inflammatory mediators. High-density lipoprotein (HDL) is the main lipoprotein in follicular fluid. It has anti-inflammatory and antioxidant properties, mainly derived from its lipid composition, apolipoprotein AI (ApoAI) and paraoxonase-1 (PON1). On the other hand, lipopolysaccharides (LPS) are bacterial endotoxins that act as potent stimulator of the inflammatory response. The objective of this study was to evaluate the effect of HDL during in vitro maturation (IVM) on oocyte maturation and early embryonic development and to evaluate the effect of bovine oocyte exposure to LPS in vitro and in vivo on oocyte maturation and embryonic development in cattle. In the first study, cumulus oocyte complex (COCs) were supplemented with HDL protein during IVM, after, were fertilized (IVF) and cultured in vitro (IVC). In the second study, COCs were challenged with LPS during IVM and after, underwent IVF and IVC. Separately, COCs were subjected to IVM without LPS, thereafter they underwent IVF and during the 7 days of IVC they were challenged with LPS. Still in the second study, heifers were challenged with intravenous LPS during follicular wave synchronization. The animals were slaughtered, the ovaries were collected and COC recovery was performed. All recovered COCs underwent IVM, IVF, and IVC. In this way, we found that the addition of the HDL/ApoAI complex of human plasma during IVM, in the absence of PON1 activity, decreases the initial embryonic development. Furthermore, the exposure of bovine oocytes to LPS during IVM decreases the nuclear maturation rate, however, it was not able to affect the initial embryonic development. Similarly, exposure of zygotes to LPS during IVC did not affect embryonic development. However, infusion of LPS into heifers decreased the rate of cleavage, but the embryonic development was similar to that of the non-LPS challenged group. It is concluded that the interaction of HDL-ApoAI-PON1 complex components may affect bovine fertility at oocyte level and subsequent embryonic development. In the same way, the LPS can affect the oocyte and embryonic development; however, the mechanisms by which this happens appear to be different in vitro and in vivo.
HDL;inflammation;LPS, oocyte;embryo
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE PELOTAS
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

SANIDADE ANIMAL
BIOTÉCNICAS APLICADAS À EFICIÊNCIA REPRODUTIVA
Efeitos da inflamação na fertilidade de bovinos: Desafio com lipopolissacarídeos em oócitos e efeito da lipoproteína de alta densidade sobre a maturação oocitária e desenvolvimento embrionário inicial em bovinos

Banca Examinadora

MARCIO NUNES CORREA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
CAROLINA BESPALHOK JACOMETO Participante Externo
MARCIO NUNES CORREA Docente - PERMANENTE
BERNARDO GARZIERA GASPERIN Docente - PERMANENTE
JORGEA PRADIEE Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - CAPES/EMBRAPA 48

Vínculo

Bolsa de Fixação
Empresa Pública ou Estatal
Ensino e Pesquisa
Sim