Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
ZOOTECNIA (42001013036P3)
RESPOSTAS FISIOLÓGICAS DE JUVENIS DE PIRACANJUBA (Brycon orbignyanus) SUBMETIDOS EM DIFERENTES TEMPERATURAS
BRUNO DA SILVA PIRES
DISSERTAÇÃO
22/03/2019

A piracanjuba (Brycon orbgynianus), é uma espécie nativa que por diferentes influências antrópicas, encontra-se ameaçada de extinção. Diante disto, estudos para melhorar as condições de criação ex situ para fins de conservação da espécie são de grande importância. Um dos principais fatores ambientais que agem sobre os peixes é a temperatura, devido à característica ectotermica destes animais, porem não se tem nenhum estudo sobre os efeitos da temperatura nesta espécie. Este estudo foi realizado com o objetivo de avaliar os efeitos de diferentes temperaturas sobre o desempenho zootécnico e a fisiologia de juvenis de piracanjuba. Para isso foram utilizados 600 juvenis de piracanjuba, com peso médio de 4,47 g e 7,35 cm de comprimento total, divididos em oito unidades experimentais, submetidos a quatro diferentes temperaturas (20°, 23°, 26° e 29° C), totalizando quatro tratamentos com duas repetições, durante um período experimental de 120 dias. Foram avaliados o desempenho zootécnico, metabolismo e danos no fígado dos juvenis. A cada 30 dias foram realizados biometrias de 20 peixes, os quais foram anestesiados e mensurados o peso, o comprimento total e o comprimento padrão. Também foi coletado o fígado de 10 peixes para as análises metabólicas e avaliação dos danos hepáticos. Devido ao aumento do metabolismo ocasionado pelo aumento da temperatura, os juvenis submetidos às maiores temperaturas apresentaram os melhores resultados para desempenho zootécnico. Também, foram observadas mudanças no perfil metabólico hepático dos peixes. Houve redução da glicose hepática nos peixes mantidos na menor temperatura e aumento nos demais tratamentos, com redução da proteína hepática e do lactato à medida que aumentou a temperatura da água, sinalizando uma alteração no metabolismo anaeróbico dos peixes. Também foi observado aumento das células hepáticas, demonstrando maior concentração de glicogênio e contrastando com o aumento do metabolismo dos peixes. Entretanto, mesmo com as mudanças no metabolismo e com o aumento das células hepáticas, não houve comprometimento no desempenho zootécnico dos peixes. Concluímos que a piracanjuba apresenta boa adaptação à amplitude térmica entre 20° e 29° C, sem comprometer o seu desempenho e adaptando o seu metabolismo, tanto aeróbico quanto anaeróbico.

Desempenho zootécnico;metabolismo anaeróbico;danos hepáticos.
Piracanjuba (Brycon orbgynianus), is a native species that is endangered due to different anthropic influences. Thereby, studies to improve the ex situ breeding conditions for conservation purposes are of great importance. One of the main environmental factors that affects fish is temperature, due to ectothermal characteristics of these animals, but no study has been done on the effects of temperature on this species. This study was carried out with the objective of evaluating the effects of different temperatures on zootechnical performance and physiology of juveniles piracanjuba. For this, 600 juveniles were used, with an average weight of 4.47 g and 7.35 cm in length, divided in eight experimental units, submitted to four different temperatures (20, 23, 26 and 29 ° C), totaling four treatments with two replicates, over an experimental period of 120 days. The zootechnical performance, metabolism and liver damage were evaluated. Every 30 days biometrics of 20 fish were performed, which were anesthetized and measured weight, total length and standard length. The liver of 10 fish was also collected for metabolic analysis and assessment of liver damage. Due to the increased metabolism caused by temperature increase, the juveniles submitted to higher temperatures presented the best results for zootechnical performance. Also, changes in hepatic metabolic profile of the fish were observed. There was a reduction in liver glucose in fish kept at the lowest temperature and an increase in other treatments, with a reduction in hepatic protein and lactate as water temperature increased, signaling a change in fish anaerobic metabolism. It was also observed an increase in hepatic cells, demonstrating a higher concentration of glycogen and contrasting with the increase in fish metabolism. However, even with changes in metabolism and with hepatic cell growth, there was no compromise in the fish performance. We conclude that piracanjuba presents good adaptation to the thermal amplitude between 20 ° and 29 ° C, without compromising its performance and adapting its metabolism, both aerobic and anaerobic.
Growth performance;anaerobic metabolism;liver damage.
1
60
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

ZOOTECNIA
SISTEMAS DE PRODUÇÃO DE NÃO RUMINANTES
DESENVOLVIMENTO DE BIOTECNOLOGIA APLICADA A RECUPERAÇÃO E CONSERVAÇÃO DE ESTOQUES DE PEIXES MIGRADORES NEOTROPICAIS

Banca Examinadora

DANILO PEDRO STREIT JR
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ALESSANDRA SAYURI KIKUCHI TAMAJUSUKU NEIS Participante Externo
RAFAEL LAZZARI Participante Externo
LEANDRO CESAR DE GODOY Docente - COLABORADOR
DANILO PEDRO STREIT JR Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 24

Vínculo

-
-
-
Não