Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
TECNOLOGIAS E ATENÇÃO À SAÚDE (33009015074P8)
AVALIAÇÃO DA CAPACIDADE FUNCIONAL, QUALIDADE DE VIDA E NÍVEL DA ATIVIDADE FÍSICA DE PACIENTES COM FIBROMIALGIA E COM ARTRITE REUMATOIDE EM HOSPITAL UNIVERSITÁRIO DE ATENÇÃO TERCIÁRIA
CAROLINA BASSOLI DE AZEVEDO
DISSERTAÇÃO
29/03/2018

INTRODUÇÃO: A fibromialgia (FM) é uma doença caracterizada por distúrbios nos mecanismos de controle da dor. A artrite reumatoide (AR) cursa com sinovite erosiva em pequenas e grandes articulações. Ambas as doenças podem gerar prejuízo funcional ao paciente e redução da aptidão física. OBJETIVO: O estudo (transversal descritivo) teve como objetivo avaliar a capacidade funcional, o nível de atividade física e a qualidade de vida de pacientes com FM e AR e comparar com indivíduos controles. MATERIAIS E MÉTODOS: Foram formados três grupos: FM (n=30) AR (n=42) e controle (n=30) para avaliar as características clínicas e capacidade funcional foram utilizidados os questionários HAQ (Health Assessment Questionnaire) e FIQ (Fibromyalgia Impact Questionnaire), nível de atividade física pelo IPAQ (International Physical Activity Questionnaire) e qualidade de vida geral (questionário SF-36). RESULTADOS: As características de sexo, idade, índice de massa corpórea (IMC) e socioeconômicas entre os grupos foram semelhantes. Em relação ao HAQ, os grupos de AR 1,13(0-2,38) e FM 1,25(0,98-1,76) apresentaram os maiores resultados comparados ao grupo controle 0,05(0,02-0,09). Entretanto, ao comparar a diferença entre AR e FM não foi encontrada diferença estatística. Em relação à atividade física avaliada pelo IPAQ, os grupos AR (p=0,009) e FM (0,039) foram menos ativos quando comparados ao grupo controle. Ao compararmos os indivíduos com FM e AR, os indivíduos com FM apresentaram menor gasto energético com a caminhada (p<0,001) e maior gasto energético total (p<0,001) em relação ao grupo da AR. Em relação ao SF36, os indivíduos com AR (p<0,001) e FM (p<0,001) apresentaram piores resultados nos domínios: capacidade funcional, dor, aspecto físico, estado geral, vitalidade, aspecto social, aspecto emocional e saúde mental quando comparados ao grupo controle. Já comparando os grupos de AR e FM entre si não houve diferença estatística entre eles. CONCLUSÃO: Ambos os grupos AR e FM apresentaram capacidade funcional, nível de atividade física e qualidade de vida inferiores aos indivíduos controles. Os pacientes com FM apresentaram níveis de atividade física superior aos indivíduos com AR. Entretanto, a redução da capacidade funcional e da qualidade de vida foi semelhante aos pacientes com AR.

Artrite Reumatoide;Fibromialgia;Capacidade Funcional;Atividade física,;Qualidade de Vida
INTRODUCTION: Fibromyalgia (FM) is a disease characterized by disturbances in pain control mechanisms. Rheumatoid arthritis (RA) presents itself erosive synovitis in small and large joints. Both diseases can generate functional impairment to the patient and reduce physical fitness. OBJECTIVE: The objective of the study (descriptive transversal) was to evaluate the functional capacity, level of physical activity and quality of life of patients with FM and RA and compare to control individuals. MATERIAL AND METHODS: Three groups were formed: FM (n = 30) RA (n = 42) and control (n = 30) to evaluate clinical characteristics and functional capacity by questionnaires HAQ (Health Assessment Questionnaire) and FIQ (Fibromyalgia Impact Questionnaire), physical activity level by IPAQ (International Physical Activity Questionnaire) and general quality of life (SF-36 questionnaire). RESULTS: The characteristics of gender, age, body mass index (BMI) and socioeconomic between groups were similar. Regarding HAQ, the RA 1.13 (0-2.38) and FM 1.25 (0.98-1.76) groups exhibit higher values compared to control group 0.05 (0.02-0.09). However, there was no difference between AR and FM groups. Regarding the level of physical activity evaluated by IPAQ, the AR (p=0.009) and FM (p=0.039) groups were less active when compared to control group. When comparing individuals with FM and RA, individuals with FM exhibited lower walking energy expenditure (p <0.001) and higher total energy expenditure (p <0.001) than RA group. In relation to SF36, the individuals with RA (p<0,001) and FM (p<0,001) exhibited worse results in the following domains: functional capacity, pain, physical aspects, general health condition, vitality, social aspect, emotional aspect and mental health when compared to control group. However, there was no difference between AR and FM groups. CONCLUSION: Both the RA and FM groups exhibited lower functional capacity, physical activity level and quality of life compared to control group. Patients with FM exhibited higher levels of physical activity than individuals with RA. However, the reduction in functional capacity and quality of life was similar to patients with RA.
Rheumatoid Arthritis;Fibromyalgia;Functional Capacity;Physical Activity;Quality of Life
1
81
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

-
-
-

Banca Examinadora

MARTIN FABIO JENNINGS SIMOES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DIOGO SOUZA DOMICIANO Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não

Produções Intelectuais Associadas

Não existem produções associadas ao trabalho de conclusão.