Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
MEDICINA (UROLOGIA) (33009015021P1)
CORRELAÇÃO DO GRAU DE HEMATÚRIA PÓS-CIRURGIA POR OBSTRUÇÃO PROSTÁTICA BENIGNA, AVALIADO POR UMA NOVA ESCALA DE HEMATÚRIA, COM DESFECHOS INTRA E PERIOPERATÓRIOS
PRISCILA KURIKI VIEIRA MOTA
TESE
31/08/2018

Objetivo: Hematúria é uma das complicações pós-operatórias (PO) mais frequentes em pacientes submetidos à cirurgia para tratamento da obstrução prostática benigna (OPB). Na prática clínica, as descrições de hematúria variam amplamente e não são precisas o suficiente para comunicação alinhada entre os profissionais da saúde. A proposta deste estudo foi desenvolver e validar uma nova escala de hematúria durante a vigência de irrigação vesical, a Irrigation Hematuria Scale (IHS) e avaliar a correlação do grau de hematúria pós-cirurgia por OPB com desfechos intra e perioperatórios. Método: Uma nova escala visual de cores, a IHS, foi desenvolvida e validada pelo coeficiente Kappa. Pacientes operados por OPB tiveram o grau de hematúria avaliado, através da IHS, um minuto após a instituição da irrigação vesical ao final da cirurgia. Dados demográficos e dados clínicos intra e perioperatórios foram prospectivamente coletados e os desfechos clínicos foram correlacionados aos graus de hematúria. Resultados: A IHS foi validada com uma concordância interobservadores quase perfeita. Foram analisados 665 pacientes, 81,1% submetidos à RTUp e 18,9% à PTV. Devido ao pequeno número de ocorrência de pontuação igual ou superior a 3 na IHS, a escala, nas análises, foi agregada em três classes: 0, 1 e 2+ (2 ou mais). Observouse aumento na chance de maior grau de hematúria nos pacientes submetidos à PTV em relação à RTUp e, no grupo RTUp, influência positiva do volume da próstata e do tempo de cirurgia para maior grau de hematúria. Em relação ao volume de irrigação PO, na RTUp quanto maior o grau de hematúria, maior o volume de irrigação; já na PTV, pacientes IHS grau 2+ necessitaram maior volume que os pacientes grau 0 e 1. Quanto ao tempo de irrigação, na RTUp, pacientes com IHS grau 2+ apresentaram maior tempo de irrigação em relação aos pacientes grau 0 e 1; e na PTV, quanto maior o grau de hematúria, maior o tempo de irrigação. O tempo de sonda vesical de demora no PO aumentou de acordo com o aumento do grau de hematúria. Pacientes com IHS grau 2+ apresentaram maior tempo de internação, tanto na RTUp quanto na PTV. Conclusão: A IHS se mostrou ferramenta reprodutível, confiável e útil na predição de desfechos perioperatórios. Houve correlação entre os graus de hematúria, segundo a IHS, e os desfechos perioperatórios avaliados: volume de irrigação PO, tempo de irrigação vesical, tempo de sondagem vesical PO e tempo de internação.

Hematúria;Escala visual de cores;Irrigação vesical;Ressecção transuretral da próstata;Prostatectomia
Objective: Hematuria is one of the most frequent postoperative complications for patients undergoing surgery for benign prostatic obstruction (BPO). In clinical practice the descriptions of hematuria vastly varies and are not precise enough to provide an aligned communication among healthcare professionals. The objective of this study was to develop and validate a novel hematuria grading scale under continuous bladder irrigation, the Irrigation Hematuria Scale (IHS), and to evaluate the association of the hematuria grade following BPO surgery with perioperative outcomes. Methods: A novel hematuria grading scale, the IHS, was developed and validated using Kappa coefficient. Patients undergoing surgery for BPO had their hematuria graded by the HIS one minute after the start of continuous bladder irrigation at the end of the surgery. Demographics and peri/postoperative clinical data were collected and the association of hematuria grade and clinical outcomes was evaluated. Results: IHS was validated with an almost perfect interobserver agreement. A total of 665 patients were included - 81.1%, transurethral resection of the prostate (TURP) and 18.9% transvesical open prostatectomy (TOP). Due to the low number of IHS grade ≥ 3, for the analysis the scale was aggregated into three grades: 0, 1 and 2+. A higher chance of postoperative hematuria was observed in patients undergoing TOP compared to those undergoing TURP, in which prostate volume and duration of surgery were positively associated with a higher chance of hematuria. In patients undergoing TURP, a higher grade of IHS was associated with a higher volume of postoperative irrigation, while in those undergoing TOP with IHS grade 2+ had higher volume of postoperative irrigation compared to those with grade 0 and 1. A longer duration of bladder irrigation was observed in TURP and IHS grade 2+ compared to IHS grade 0 and 1, and TOP IHS grade 2+ vs grades 0 and 1 and IHS grade 1 vs grade 0. Longer duration of postoperative bladder catheterization was positively associated with higher IHS grades, for both surgical groups. Patients with IHS grade 2+ had longer hospital length of stay. Conclusion: The IHS was demonstrated to be a reproducible, reliable and useful tool for the prediction of perioperative outcomes. There was a positive association between IHS grade and volume of postoperative irrigation, duration of postoperative irrigation, duration of postoperative bladder catheterization and hospital length of stay
Hematuria;Visual color scale;Transurethral Resection of Prostate;Prostatectomy
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO MORFO-FUNCIONAL E BIOTECNOLÓGICO URO-GENITAL
INOVAÇÕES TÉCNICAS E TERAPÊUTICAS E ASPECTOS PROGNÓSTICOS EM CIRURGIA UROLÓGICA ONCOLÓGICA.
Estudo de marcadores tumorais seu impacto no diagnóstico precoce e sobrevida em paciente portadores de câncer de próstata.

Banca Examinadora

ROBERTO ANDRE SOLER MESQUITA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JOAO FERREIRA NEVES NETO Participante Externo
MARCELO PITELLI TURCO Participante Externo
RICARDO LUIS VITA NUNES Participante Externo
ROBERTO ANDRE SOLER MESQUITA Docente - PERMANENTE
ROGERIO SIMONETTI ALVES Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não