Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
CIÊNCIA ANIMAL (33054010004P7)
COMPARAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DOS EFEITOS DO VENENO BRUTO DAS SERPENTES CROTALUS DURISSUS COLLILINEATUS E CROTALUS DURISSUS TERRIFICUS EM RATOS WISTAR
ADRIANA FALCO DE BRITO
TESE
04/12/2018

COMPARAÇÃO CLÍNICA E LABORATORIAL DOS EFEITOS DO VENENO BRUTO DAS SERPENTES CROTALUS DURISSUS COLLILINEATUS E CROTALUS DURISSUS TERRIFICUS EM RATOS WISTAR Acidentes ofídicos representam um grave problema de Saúde Pública e fazem parte da lista de doenças negligenciadas da Organização Mundial da Saúde. Milhões de acidentes ocorrem anualmente, com milhares de mortes e incapacitações temporárias ou permanentes. O soro antiofídico para o tratamento nem sempre está disponível ou é adequado para o tipo de serpente da região. Há um grande impacto econômico nas famílias e comunidades atingidas. O Brasil relata a maioria dos casos da América Latina com mais de vinte mil casos anuais e letalidade média geral de 3,5% no período entre 2007 e 2016. A maioria desses acidentes é atribuída ao gênero Bothrops. O acidente crotálico corresponde a cerca de 19% do total, mas tem letalidade média de 8,12%. Em Medicina Veterinária os acidentes ofídicos não são de notificação obrigatória. O diagnóstico, quando a serpente não pode ser identificada, depende da avaliação clínica e laboratorial. Considerando a complexidade dos acidentes ofídicos, seu alto custo e riscos durante o tratamento, o diagnóstico clínico e laboratorial preciso é fundamental para que o profissional de saúde possa atuar de forma eficaz. Conhecer as alterações clínicas e laboratoriais facilita o diagnóstico correto e a avaliação da gravidade do quadro, orientando o tratamento do paciente. O objetivo desse estudo foi comparar os efeitos da intoxicação experimental em ratos Wistar com veneno bruto de Crotalus durissus collilineatus (Cdc) e Crotalus durissus terrificus (Cdt). Sessenta ratos Wistar foram distribuídos em três grupos (n=20) e tratados com: grupo 1 (G1): controle, solução salina a 0,9% intramuscular (IM); grupo 2 (G2): 1mg Kg-1 de veneno de Cdc IM; grupo 3(G3): 1mg Kg-1 de veneno de Cdt IM. Foram avaliados locomoção e postura, membro inoculado e atividade motora nos momentos: M0 (antes da inoculação), M1 (60 min. após) e M2 (120 min. após). Avaliação de hemograma, bioquímica sérica (alaninoaminotransferase - ALT, aspartatoaminotransferase - AST, fosfatase alcalina -ALP, ureia, creatinina, creatina quinase - CK e CK-MB) e histopatologia ocorreu seis horas após. Nossos achados concordam com os de outros autores, porém nenhum outro estudo compara os efeitos dos dois venenos crotálicos. Ambos os venenos provocaram alterações clínicas, laboratoriais e histológicas na primeira hora, com acentuação ao longo do tempo. As alterações clínica e histológica muscular foram mais evidentes nos animais intoxicados com veneno da Cdt. Já o veneno da Cdc provocou maiores alterações laboratoriais, tanto no hemograma como na bioquímica sérica. Conclui-se que os dois venenos provocam alterações clínica, laboratorial e histológica muscular na primeira hora após inoculação do veneno, com piora gradativa ao longo do tempo, sendo as alterações clínicas e histológicas mais evidentes nos animais intoxicados com veneno da Cdt e as laboratoriais do hemograma e bioquímica sérica mais evidentes para o veneno da Cdc. Sugere-se que outros estudos sejam realizados com as diferentes frações de cada veneno e do veneno bruto sobre os diferentes tipos musculares.

Acidente crotálico. Diagnóstico. Crotalus durissus terrificus. Crotalus durissus collilineatus. Análise clínica. Análise laboratorial
CLINICAL AND LABORATORIAL COMPARISON OF THE EFFECTS OF THE SERPENT CROSS VENOM CROTALUS DURISSUS COLLILINEATUS AND CROTALUS DURISSUS TERRIFICUS IN WISTAR RATS Snakebites constitute a serious public health problem and are part of the list of neglected diseases of the World Health Organization. Million accidents occur annually, with thousands of deaths and temporary or permanent disability. The snake antivenoms for treatment not always available or is appropriate for the type of snake in the region. There is a large economic impact on families and communities affected. The Brazil reports the most cases of Latin America with more than 20000 annual cases and general average lethality of 3.5% in the period between 2007 and 2016. Most of these accidents is attributed to the genus Bothrops. The accident crotálico is about 19% of the total, but has average 8.12% lethality. In veterinary medicine the snakebites are not notifiable. The diagnosis, when the serpent cannot be identified, depends on the clinical and laboratory assessment. Considering the complexity of snakebites, your high cost and risks during treatment, the clinical and laboratory diagnosis need is fundamental for the health care professional can act effectively. Meet the clinical and laboratory facilitates the correct diagnosis and assessment of severity of the frame, guiding the patient's treatment. The aim of this study was to compare the effects of experimental poisoning in Wistar rats with Crotalus durissus collilineatus crude venom (Cdc) and Crotalus durissus terrificus (Cdt). 60 Wistar rats were divided into three groups (n = 20) and treated with: Group 1 (G1): control, saline solution 0.9% intramuscular (IM); Group 2 (G2): 1 mg Kg-1 of poison from Cdc IM; Group 3 (G3): 1 mg Kg-1 of poison of Cdt IM. Locomotion and posture were evaluated, and motor activity in inoculated Member moments: M0 (prior to inoculation), M1 (60 min. after) and M2 (120 min. after). Evaluation of complete blood count, serum Biochemistry (alaninoaminotransferase-ALT, AST, alkaline phosphatase-aspartatoaminotransferase-ALP, urea, creatinine, creatine kinase-CK and CK-MB) and histopathology occurred 6 hours after. Our findings agree with those of other authors, but no other study compares the effects of two poisons crotálicos. Both poisons have resulted in clinical, laboratory and histological changes in the first hour, with accent marks over time. Clinical and histological changes were most evident in muscle of animals poisoned with the poison of Cdt. Cdc caused major changes in both the laboratory blood test as in serum biochemistry. It is concluded that both poisons cause clinical, laboratory and histological changes of muscle in the first hour after inoculation of the venom, with gradual worsening over time, being clinical and histological changes more evident in animals intoxicated with venom of the Cdt and the blood count and serum biochemistry laboratory more evident to the venom of the Cdc suggests that other studies to be carried out with the different fractions of each poison and raw venom about the different muscle types.
Crotalic Accident. Diagnosis. Crotalus durissus terrificus.. Crotalus durissus collilineatus. Clinical analysis. Laboratory analysis
01
62
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

FISIOPATOLOGIA ANIMAL
CLÍNICA MÉDICA E REPRODUÇÃO ANIMAL
TOXICOLOGIA E FARMACOLOGIA CLÍNICA EXPERIMENTAL

Banca Examinadora

ROSA MARIA BARILLI NOGUEIRA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
RAFAEL STUANI FLORIANO Participante Externo
RAIMUNDO ALBERTO TOSTES Participante Externo
CECILIA LAPOSY SANTAREM Docente - PERMANENTE
DANIELLE ALVES SILVA Participante Externo

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim