Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
CIÊNCIA ANIMAL (15001016028P4)
Monitoramento de temperatura corpórea e comportamento diurno de fêmeas bovinas de corte (Bos taurus x Bos indicus) em sistemas integrados de produção
ALESSANDRO GIRO
DISSERTAÇÃO
02/08/2018

O presente estudo teve como objetivo ampliar os conhecimentos sobre a aplicação de técnicas de monitoramento da temperatura interna corpórea e sobre o conforto térmico de bovinos de corte mantidos em sistema de integração lavoura-pecuária-floresta (iLPF). Foram realizados dois experimentos, sendo usadas fêmeas bovinas adultas da raça Canchim (⅝Charolês x ⅜Zebu). No primeiro experimento, avaliou-se o uso de dispositivo eletrônico tipo transponder e da termografia de infravermelho para inferência da temperatura interna corpórea de animais a pasto (n=23). Foram realizados 11 dias experimentais, com intervalo médio de 12 dias, para inferência da temperatura de núcleo corpóreo, sendo esta última mensurada por termometria clínica e adotada como referência. O uso do microchip subcutâneo representou ser prático, mas ainda com limitada capacidade, enquanto a termografia de infravermelho foi o método mais seguro e não-invasivo para a inferência da temperatura interna corpórea. No segundo experimento, os animais foram mantidos a pasto em dois sistemas de produção: integração lavoura-pecuária (iLP, n=11) e iLPF, com área arborizada (n=12). Os dados climáticos foram coletados por duas estações meteorológicas, em ambos os sistemas. O comportamento dos animais foi registrado mensalmente, sendo observado o tempo despendido em atividade (pastejo, ruminação e ócio), postura adotada (em pé ou deitado), e a localização dos animais no tratamento iLPF (ao sol ou sob a sombra), além da frequência de ingestão de água e de sal mineral. A aferição da temperatura de superfície corpórea foi realizada a campo, com termografia de infravermelho. Os dados foram analisados por turno (manhã e tarde), dentro de cada mês (janeiro a junho). O sistema iLPF amenizou as condições do microclima das pastagens e demonstrou ser favorável ao conforto térmico. Os animais de ambos os tratamentos, quando expostos a situações de desafio térmico, não apresentaram alterações no tempo de suas atividades. Em pastagens com componente arbóreo, bovinos de corte apresentaram preferência pela utilização da sombra, menor ingestão de água e menor temperatura de superfície corpórea.

bovinocultura;integração lavoura-pecuária-floresta;pecuária de precisão;agropecuária sustentável;conforto térmico
The objective of the present study was to increase knowledge about the application of techniques for monitoring internal body temperature and thermal comfort of beef cattle raised in a crop-livestock-forest integration system (iLPF). Two experiments were performed out, using female adult Canchim cattle (⅝Charolese x ⅜Zebu). In the first experiment, the use of electronic transponders and infrared thermography was evaluate to infer about the body temperature of grazing animals (n=23). Eleven experimental days were perform, with a mean interval of 12 days, for inference of body core temperature, the latter being measured by clinical thermometry and adopted as reference. The use of the subcutaneous microchip was practical, but still with limited capacity, while infrared thermography was the safest and noninvasive method for inference of internal body temperature. In the second experiment, the animals were kept in pasture in two production systems: crop-livestock integration (iLP, n=11) and iLPF, with a shaded area (n=12). The climatic data were collect by two meteorological stations in both systems. The behavior of the animals were record monthly, being observed the time spent in activity (grazing, ruminating and resting), posture (standing or lying down), and the location of the animals in iLPF treatment (on the sun or under the shade), besides frequency of water and mineral intake. The measuring of the body surface temperature was performed at field, using infrared thermography. The data were analyze considering the shift (morning and afternoon), within each month (January to June). The iLPF system improved the microclimate conditions of the pastures and proved to be favorable for thermal comfort. The animals of both treatments, when exposed to situations of thermal challenge, did not present changes in the time of their activities. In pastures with arboreal component, beef cattle showed preference for shade, and presented lower water intake and a lower body surface temperature.
beef cattle;integrated crop-livestock-forestry system;precision livestock farming;sustainable agriculture;thermal comfort
1
90
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO PARÁ
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

PRODUÇÃO ANIMAL
NUTRIÇÃO ANIMAL, FORRAGICULTURA E GESTÃO DE SISTEMAS PECUÁRIOS
-

Banca Examinadora

ALEXANDRE ROSSETTO GARCIA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JAMILE ANDREA RODRIGUES DA SILVA Participante Externo
JOSE RICARDO MACEDO PEZZOPANE Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não