Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
BIOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL (33009015034P6)
ESTUDO MORFOMÉTRICO E HISTOLÓGICO DA TRABÉCULA SEPTOMARGINAL EM CORAÇÕES BOVINOS E SUÍNOS
SERGIO RICARDO RIOS NASCIMENTO
DISSERTAÇÃO
30/08/2018

analisar a anatomia e a histologia da trabécula septomarginal de corações bovinos e suínos, identificando possíveis variações macro e microscópicas. Métodos: as trabéculas septomarginais de 34 corações bovinos e 12 corações suínos foram analisadas quanto à sua morfologia macroscópica e, após serem fixadas em solução de Bouin, processadas, seccionadas em micrótomo (5μm) e coradas, foram analisadas histologicamente. Resultados: em todos os corações avaliados, a trabécula septomarginal apresentou-se como uma estrutura tubular lisa, de consistência fibromuscular, com comprimento e diâmetro variáveis. As variações anatômicas observadas incluíram trabéculas com mais de uma fixação marginal, de duas a quatro ramificações, e única fixação septal, além de variados tamanhos em seu calibre. Histologicamente, estas estruturas mostraram-se constituídas por fibras musculares cardíacas, tecido conjuntivo, tecido vascular e miofibrilas de condução, as fibras de Purkinje. Nas amostras de trabéculas septomarginais bovinas e suínas, que apresentaram menor diâmetro, foi notada predominância de tecido conjuntivo e o tecido muscular cardíaco era mais escasso, enquanto que, nas amostras de maior espessura, a predominância foi de tecido muscular estriado cardíaco. Esses achados foram corroborados pelas análises estereológicas. Conclusões: há significativas diferenças macro e microscópicas entre as trabéculas septomarginais quanto ao seu diâmetro e tecido constituinte, podendo acarretar possíveis alterações na fisiologia cardíaca.

sistema de condução cardíaco;anatomia veterinária;fibras de Purkinje, histologia.
analyze the anatomy and histology of the septomarginal trabecula of bovine and swine hearts, identifying possible macro and microscopic variations. Methods: septomarginal trabeculae from 34 bovine hearts and 12 swine hearts were analyzed for their macroscopic morphology and, after being fixed in Bouin's solution, processed, sectioned in microtome (5 μm) and stained, were analyzed histologically. Results: in all hearts evaluated, the septomarginal trabecula presented as a smooth tubular structure, of fibromuscular consistency, with variable length and diameter. The anatomical variations observed included trabeculae with more than one marginal fixation, of two to four branches, and unique septal fixation, besides several sizes in their caliber. Histologically, these structures were constituted by cardiac muscle fibers, connective tissue, vascular tissue and myofibril conduction, the Purkinje fibers. In the samples of bovine and swine septomarginal trabeculae, which presented a smaller diameter, connective tissue predominated, and cardiac muscle tissue was scarcer, whereas in the thicker samples, predominance was of cardiac striated muscle tissue. These findings were corroborated by the stereological analyzes. Conclusions: there are significant macro and microscopic differences between the septomarginal trabeculae as regards their diameter and constituent tissue and may lead to possible changes in cardiac physiology.
heart conduction system;veterinary anatomy;Purkinje fibers, histology.
1
46
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

BIOLOGIA CELULAR E MOLECULAR
BIOLOGIA ESTRUTURAL E FUNCIONAL APLICADA
Biologia das doenças do desenvolvimento e degenerativas

Banca Examinadora

MANUEL DE JESUS SIMOES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
RICHARD HALTI CABRAL Participante Externo
SILVIO ANTONIO GARBELOTTI JUNIOR Participante Externo
ALEX KORS VIDSIUNAS Participante Externo

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim