Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
Educação (33009015083P7)
Categorias do raciocínio geográfico e níveis de conhecimento: o uso de indicadores de alfabetização geográfica (IAG) no Ensino Médio
PAMELLA BIANCA RODRIGUES
DISSERTAÇÃO
20/08/2018

A presente pesquisa discute o papel da alfabetização geográfica no desenvolvimento do raciocínio geográfico, por meio da compreensão dos níveis de alfabetização geográfica dos estudantes do segundo ano do Ensino Médio em uma escola municipal de Santana de Parnaíba (SP). Para orientar a observação, foram construídos, os indicadores de alfabetização geográfica (IAG), compostos pelas categorias do raciocínio geográfico e pelos níveis de conhecimento geográfico. Esses indicadores foram formulados com base em estudos brasileiros sobre ensino de Geografia: Castellar (2005, 2010a, 2010b e 2011); Callai (1999, 2005a, 2005b, 2010, 2011 e 2015); Cavalcanti (2005, 2010a, 2010b, 2011, 2012a e 2012b); Moraes (2010, 2012 e 2013) e Souza (2016), e também em estudos internacionais que desenvolveram metodologias para verificação dos níveis de alfabetização geográfica: National Geographic (2002); Bascom (2011) e Dikmenli (2014 e 2015). Os níveis de alfabetização geográfica dos estudantes foram observados por meio dos seus argumentos escritos em uma situação de aprendizagem criada para a utilização dos indicadores. Este estudo insere-se no campo da pesquisa-ação, porque buscou construir uma metodologia capaz de orientar a compreensão e a avaliação da construção do conhecimento em Geografia. Após a aplicação e análise dos dados, formulamos a hipótese de que era possível melhorar os níveis de alfabetização geográfica dos estudantes, por meio de uma sequência didática que tivesse como objetivo desenvolver o raciocínio geográfico e a construção do conceito de paisagem. A segunda aplicação mostrou melhoras em seus níveis de alfabetização geográfica, demonstrando a eficiência e validade do uso dos indicadores de alfabetização geográfica (IAG), permitindo pensar em contribuições para um ensino de Geografia mais significativo.

Alfabetização geográfica.;Raciocínio geográfico.;Indicadores.;Ensino de Geografia.;Níveis de conhecimento.
The present research discus the role of geographical literacy in the development of geographic reasoning. By means of the comprehension of the geographic literacy levels of the students of the second grade of a municipal High School in Santana de Parnaiba, State of São Paulo. To guide our observation, we constructed geographic literacy indicators (GLI), which are composed by the categories of geographic reasoning and the levels of geographic knowledge. The formulated of the indicators was based on brazilian studies on Geography teaching: Castellar (2005, 2010a, 2010b and 2011); Callai (1999, 2005a, 2005b, 2010, 2011 and 2015); Cavalcanti (2005, 2010a, 2010b, 2011, 2012a and 2012b), Moraes (2010, 2012 and 2013) and Souza (2016), and also on international studies that developed methodologies to verify the levels of geographic literacy: National Geographic (2002); Bascom (2011) and Dikmenli (2014 and 2015). The students' geographical literacy levels were observed through their written arguments in a learning situation created in order to use our indicators. This study is part of the field of action research because it seeks to construct a methodology capable of guiding the understanding and evaluation of the construction of knowledge in Geography. After applying and analyzing the data, we hypothesized that it was possible to improve the students' geographical literacy levels by means of a didactic sequence that aimed to develop the geographical reasoning and the construction of the concept of landscape. The second application demonstrated improvements in their levels of geographic literacy, demonstrating the efficiency and validity of using the geographic literacy indicators (GLI), allowing to think about contributions to a more meaningful geography teaching.
Geographical literacy.;Geographic reasoning.;Indicators.;Geography teaching.;Levels of knowledge.
1
210
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

EDUCAÇÃO
LINGUAGENS E SABERES EM CONTEXTOS FORMATIVOS
Alfabetização científica e as metodologias ativas de aprendizagem no ensino de Geografia: buscando caminhos possíveis na educação básica.

Banca Examinadora

JERUSA VILHENA DE MORAES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
SONIA MARIA VANZELLA CASTELLAR Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim