Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
ARQUITETURA E URBANISMO (53001010042P8)
Entre a cidade de concreto e a cidade narrada: O imaginário na poesia de Nicolas Behr
ANNA LUISA PORTELA DE DEUS ALBANO
DISSERTAÇÃO
08/06/2018

Este trabalho discute e analisa as representações de Brasília presentes nas poesias do cuiabano-brasiliense Nicolas Behr. O objetivo é apreender nos poemas dedicados à Capital Federal parte do imaginário social da cidade, temporalmente situado entre a década de setenta e o começo dos anos dois mil. Behr chegou adolescente na Brasília dos anos de 1970, o espanto foi o primeiro sentimento experimentado diante da inusitada cidade modernista. O estranhamento do poeta, partilhado com outros como o de Clarice Lispector, nos fala de uma cidade sem saturação histórica, frequentemente associada ao deserto e à solidão no seu quase grau zero. As representações da primeira fase da obra de Behr são como uma imagem invertida das intenções de Lucio Costa. Posteriormente sua poesia parece entregar-se à cidade-utopia do urbanista. Coteja-se a cidade da memória do poeta, cujos escritos circularam pelos bares e espaços culturais de Brasília em folhas mimeografadas, àquela do urbanista. Há nesses poemas metáforas e imagens sobre o cotidiano de uma cidade para a qual era necessário o conhecimento de um vocabulário específico a demandar esforço para sua decifração. Os sentimentos nos registros poéticos de Behr possibilitam mais uma camada na espessura da história de Brasília.

Brasília;Imaginário;Representação;Poesia;Nicolas Behr
This paper intends to discuss the social representations of Brasília contained in the marginal poetry of Nicolas Behr. The objective is to understand in the poems dedicated to the Federal Capital part of the social imaginary of the city, temporally located between the seventies and the beginning of the two thousand years. Behr was a teenager in Brasilia in the 1970s, the astonishment was the first feeling experienced at the unusual modernist city. The strangeness of the poet, shared with others like Clarice Lispector, tells us about a city without a historical saturation, often associated with desert and solitude at its almost zero degree. The representations of the first phase of Behr's work are like an inverted image of Lucio Costa's intentions. Later his poetry seems to surrender to the city of the urbanist. In these poems, there are metaphors and images about the daily life of a city for which it was necessary the knowledge of a specific vocabulary to demand effort for its deciphering. The sentiments in Behr's poetic records provide another layer in the thickness of Brasília's History.
Brasília;Representation;Poetry;Nicolas Behr
1
232
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

TEORIA, HISTÓRIA E CRÍTICA
HISTÓRIA E TEORIA DA CIDADE E DO URBANISMO
COTIDIANOS ESCOLARES E DINÂMICAS METROPOLITANAS DA CAPITAL DO BRASIL

Banca Examinadora

ELANE RIBEIRO PEIXOTO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DANIEL BARBOSA ANDRADE DE FARIA Participante Externo
BEATRIZ VIEIRA DE RESENDE Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 19

Vínculo

CLT
Empresa Privada
Empresas
Não