Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
PEDIATRIA E CIÊNCIAS APLICADAS À PEDIATRIA (33009015019P7)
FERRO INTRAVENOSO EM CRIANÇAS E ADOLESCENTES COM DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL
MAISSARA OBARA VENTURIERI
DISSERTAÇÃO
20/08/2018

Objetivo: Avaliar a resposta terapêutica e os efeitos adversos de Noripurum EV® em crianças e adolescentes com doença inflamatória intestinal e anemia por deficiência de ferro. Método: Estudo coorte realizado no ambulatório de Gastropediatria da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP), de janeiro de 2013 a maio de 2018, em pacientes com doença de Crohn (DC) e colite ulcerativa (CU) que receberam tratamento para anemia ferropriva com Noripurum EV®. A pesquisa foi aprovada pelo Comitê de Ética em Pesquisa/UNIFESP nº: 0951/2016. Os dados foram analisados pelo SigmaPlot 14.0 e Bioestat 5.3 (α5%).Resultados: Noripurum EV® foi administrado em 13 pacientes e 3 necessitaram de re-infusão após 1-2 anos, perfazendo uma casuística de 16. Dos 16 indivíduos, 10 (62,5%) eram do gênero masculino, a média (DP) da idade igual a 11,3 (4,6) anos, 75% (12/16) com DC e 25% (4/16) com CU. Anemia ferropriva foi encontrada em 93,7% dos indivíduos e anemia mista (anemia ferropriva associada à anemia da doença crônica) em 6,3%. Todos os pacientes apresentaram incremento (p<0,001) da hemoglobina, cuja média (DP) foi igual a 2,8 (1,3) g/dl, após mediana (percentis 25-75) de 4,5 (3,0-6,0) semanas do término da infusão do ferro intravenoso. Nenhum evento adverso foi relatado, mesmo nos pacientes que receberam ferro IV após aplicação de adalimumabe. Conclusão: Terapia com Noripurum EV® em pacientes pediátricos com doença inflamatória intestinal e anemia por deficiência de ferro foi eficaz e segura, sendo uma opção adequada no manejo clínico destes indivíduos.

anemia ferropriva;ferro intravenoso;doença de Crohn;colite ulcerativa;criança;adolescente
Objective: To evaluate the therapeutic response and the adverses effects of Noripurum EV® in children and adolescents with inflammatory bowel disease and iron deficiency anemia. Methods: A cohort study was conducted at the Pediatric Gastroenterology Clinic of the Federal University of São Paulo (UNIFESP) from January 2013 to May 2018, on patients with Crohn's disease (CD) and ulcerative colitis (UC) who received treatment for iron deficiency anemia with Noripurum EV®. The research was approved by institutional review board nº: 0951/2016. Data were analyzed by SigmaPlot 14.0 and Bioestat 5.3 (α5%). Results: Noripurum EV® was applied in 13 patients and 3 required re-infusion after 1-2 years; summing up to 16 cases. Of the 16 subjects, 10 (62.5%) were male. The mean (SD) age was 11.3 (4.6) years, 75% (12/16) with CD and 25% (4/16) with UC. Iron deficiency anemia was found in 93.7% patients and iron deficiency anemia associated with anemia of chronic disease in 6.3%. All patients presented a hemoglobin increase (p <0.001), whose mean (SD) was 2.8 (1.3) g / dl, after median (25-75 percentiles) of 4.5 (3.0- 6.0) weeks at the end of intravenous iron infusion. No adverse events have been reported, even in patients receiving IV iron after application of adalimumab. Conclusions: Noripurum EV® in pediatric patients with inflammatory bowel disease and iron deficiency anemia was effective and safe. Therefore, Noripurum EV® can be considered as an adequate option for clinical management of in these individuals.
iron deficiency anemia;intravenous iron;Crohn's disease;ulcerative colitis;child;adolescent
01
84
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

PEDIATRIA E CIÊNCIAS APLICADAS À PEDIATRIA
FISIOLOGIA E DISTURBIOS DO APARELHO DIGESTORIO
DOENÇA INFLAMATÓRIA INTESTINAL E DOENÇA CELÍACA

Banca Examinadora

VERA LUCIA SDEPANIAN
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
FERNANDA FERREIRA CORREA Participante Externo
DANIELE RAGUZA Participante Externo
JOSEFINA APARECIDA PELLEGRINI BRAGA Docente - PERMANENTE

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim