Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
Interdisciplinar em Ciências da Saúde (33009015070P2)
COMPOSIÇÃO CORPORAL E APTIDÃO FÍSICA RELACIONADA À SAÚDE DE CRIANÇAS E ADOLESCENTES DA CIDADE DE SANTOS
AUREA DOS SANTOS MINEIRO
DISSERTAÇÃO
01/03/2018

Introdução: A literatura tem mostrado associação positiva entre os efeitos da atividade física (AF) e os níveis de saúde de crianças e adolescentes. Objetivo: Verificar o comportamento das variáveis associadas ao desenvolvimento e aptidão física relacionada à saúde (AptFS) de crianças e adolescentes. Métodos: Após a aprovação do CEP da UNIFESP, 17 escolas da rede municipal da cidade de Santos participaram, sendo cinco em cada região (leste, morros e noroeste) e duas na área continental. Amostra: 297 voluntários com idade entre oito e 14 anos (146 meninas e 151 meninos). Após a assinatura dos termos de consentimento e assentimento livre e esclarecido, foram realizadas as seguintes avaliações: 1. Questionário sobre nível socioeconômico; 2. nível de atividade física (IPAQ); 3. Avaliação da maturação biológica utilizando as pranchas de Tanner; 4. avaliações antropométricas; 5. teste de “sentar-ealcançar”; 6. salto horizontal; 7. teste de preensão manual; 8. teste abdominal modificado; 9. Teste de corrida de 20 m em velocidade; 10. teste de corrida / caminhada de 9 /12 min. Análise estatística: foi realizada a comparação das medidas de % de gordura e desempenho motor, entre o esperado e o realizado, por meio do teste t para uma amostra. Para as comparações em cada faixa etária e para cada sexo, foi utilizado o teste t de amostras dependentes, e para comparação entre as quatro regiões da cidade, os três níveis de maturação e para os seis níveis de classificação socioeconômica foi utilizado o teste de anova com post hoc de Sheffé. Resultados: Em relação ao nível socioeconômico, a amostra se concentrou em duas classificações socioeconômicas B2 (30%) e C1 (36%) e houve uma predominância de indivíduos púberes (73%). E em relação ao nível de atividade física mais de 50% da amostra foi classificada como ativa. Quanto aos testes de desempenho motor, os indivíduos que apresentaram melhor desempenho, com grande parte da amostra classificada em zonas saudáveis foram para flexibilidade e força de membros superiores (FMMSS). Nos demais testes a maior parte da amostra estudada demonstrou desempenho abaixo dos níveis esperados estabelecidos como ideais por tabelas normativas de critérios para uma zona saudável. Conclusão: Em relação ao nível de AF, grande parte da amostra se classifica como ativa em relação ao IPAQ, no entanto os dados não são compatíveis aos encontrados pelos testes de desempenho. Percebeu-se que o nível de AF habitual não tem sido suficiente para afetar as condições de saúde das crianças e adolescentes estudadas, e, por conseguinte pode afetar a qualidade de vida. De acordo com os resultados do presente estudo, pode-se afirmar que para a maior parte da amostra estudada o nível de AptFS se encontra abaixo dos níveis esperados para saúde, em todos os testes de desempenho motor, exceto para flexibilidade e FMMSS.

Composição corporal;aptidão física;saúde;criança;adolescência
Introduction: Literature has shown good association between effects of physical activities with health levels of children and adolescents. Purpose: To verify the associated variables behavior to the development and physical fitness related to health in children and adolescents. Methods: After approval from UNIFESP CEP, 17 schools from the public network toke part, being five in each region (east, hills and northwest) and two in the continental area. Sample: 297 volunteers with age between 8 and 14 years old (146 female and 151 male). After signature of terms of free and enlightened consentient and agreement, the following evaluations were made: 1. socioeconomic level questionnaire; 2. physical activity level questionnaire (IPAQ); 3. biological maturation evaluation - Tanner scale; 4. anthropometric evaluations; 5. “sit-and-reach” test; 6. horizontal jump test; 7. hand-grip test; 8. modified abdominal test; 9. 20m running speed test; 10. 9/12 min running/walking test. Statistical analyses: the comparison between expected and executed measure was made for fat percentage and motor performance by T test for a sample. For comparisons in each age group and gender was used the T test for dependable samples, and for comparison between the four city areas, tree maturation levels and six socioeconomic classes was used by anova test with post hoc from Sheffé. Results: For the socioeconomic level was observed that 66% of the sample concentrated in two socioeconomic classifications, B2 (30%) and C1 (36%), the rest divided among the other classifications (34%). The evaluated students were in the age group of 8 and 14 years old, with a predominance of pubescent individuals (73%), the others were distributed between pre-pubescent (24%) and post-pubescent (3%); and yet more than 50% of the sample was classified as active. As for the motor performance test, the students whom presented a better performance with more than 50% of the sample classified in the health zones, was for flexibility and upper limbs strength. On the other tests most of the studied sample shown results under the levels expected for health. Conclusion: As for the level of physical activity, most of the sample is classified as active in relation to IPAQ, however the data is not compatible with the results of motor performance tests. It perceived that the habitual level of physical activity has not been enough to affect the health conditions of the studied kids and teenagers, and, therefore, can affect their life quality. According to the results of the present study, one can affirm that for most of the sample the level of physical fitness finds itself under the expectance for health, in all tests for motor performance, except for flexibility and upper limbs strength.
Body composition;physical fitness;health;childhood;adolescence.
1
70
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

PROMOÇÃO, PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO EM SAÚDE
ESTRATÉGIAS INTERDISCIPLINARES EM PROMOÇÃO, PREVENÇÃO E REABILITAÇÃO
Epidemiologia Cardiovascular, Respiratória, Locomotora e Nutricional

Banca Examinadora

EMILSON COLANTONIO
DOCENTE - COLABORADOR
Não
Nome Categoria
CRISTINA DOS SANTOS CARDOSO DE SA Docente - PERMANENTE
FABRICIO MADUREIRA BARBOSA Participante Externo
CRISTIANO DE LIMA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 11

Vínculo

Colaborador
Empresa Privada
Ensino e Pesquisa
Não