Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
Cercas a serem rompidas: as desigualdades de gênero entre juventude do movimento dos trabalhadores rurais sem terra (MST) no Paraná.
LUIZ FABIANO ZANATTA
TESE
24/05/2018

Trata-se de uma pesquisa qualitativa que teve como objetivo compreender as representações sociais sobre as desigualdades de gênero presentes no contexto do cotidiano e da militância da juventude Sem Terra no Estado do Paraná. A pesquisa foi alicerçada nos pressupostos da Teoria das Representações Sociais, e assumiu como categoria analítica gênero. O estudo foi conduzido mediante três planos metodológicos: o primeiro refere-se a revisão bibliográfica; o segundo a observação participantes e; o terceiro foram entrevista realizada junto a 10 jovens de ambos os sexos, com idade entre 18 e 27 anos, integrantes do Coletivo da Juventude. A pesquisa de campo deste estudo compreende o período entre agosto de 2014 a janeiro de 2018. O campo temático das Representações Sociais, emergentes dos resultados desta pesquisa, evidenciam seis campos temáticos que expressam desigualdades de gênero: 1 - Sexualidade: uma ferida a ser tocada; 2 - Normas e estereótipos de gênero: a base da naturalização das desigualdades; 3 - Trabalho e Renda: desigualdades que tencionam a saída da juventude do campo; 4 - Poder de decisão: expressões de desigualdades; 5 - O grito das oprimidas: manifestações simbólicas contra a opressão. Constatou-se que a cerca das desigualdades de gênero entre a juventude do MST no Estado do Paraná, foi alicerçada sobre o terreno das masculinidades. Seus mourões encontram força para permanecerem fixos e “inertes” nas concepções patriarcalistas, e distintos regimes de gênero tencionam a manutenção das desigualdades.

Identidade de Gênero;Gênero e Saúde;Saúde da População Rural;Juventude;Movimentos Sociais.
It is a qualitative research that aimed to understand the social representations about the gender inequalities present in the context of daily life the Landless Rural Workers’ Movement State of Paraná. The research was based on the assumptions of the Theory of Social Representations and assumed as analytical category gender. The study was conducted through three methodological plans: the first one refers to the bibliographic review; the second the observation participants and; the third interview was conducted with 10 youths of both sexes, aged between 18 and 27, members of the Youth Collective. The field research of this study covers the period from August 2014 to January 2018. The thematic field of Social Representations, emerging from the results of this research, evidences six thematic fields that express gender inequalities: 1 - Sexuality: a wound to be touched ; 2 - Norms and gender stereotypes: the basis of the naturalization of inequalities; 3 - Labor and Income: inequalities that intend the exit of youth from the countryside; 4 - Power of decision: expressions of inequalities; 5 - The cry of the oppressed: symbolic manifestations against oppression. It was found that the gender inequality among MST youth in the State of Paraná was based on the terrain of masculinities. Their mouros find strength to remain fixed and "inert" in patriarchal conceptions, and distinct gender regimes intend to maintain inequalities.
Gender and Health;Rural Health;Nursing Care;Youth;Social Movements.
1
243
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
CUIDADO EM ENFERMAGEM E SAÚDE NA DIMENSÃO COLETIVA (CESDC)
-

Banca Examinadora

JOSE ROBERTO DA SILVA BRETAS
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
RAIANE PATRICIA SEVERINO ASSUMPCAO Participante Externo
ANDERSON DA SILVA ROSA Participante Externo
LAURA DE BIASE Participante Externo
SILVIA PIEDADE DE MORAES Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Doutoramento com Estágio no Exterior 10

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Não