Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
CIRURGIA TRANSLACIONAL (33009015038P1)
CINTA COMPRESSIVA NA FUNÇÃO VENTILATÓRIA EM PACIENTES SUBMETIDAS À ABDOMINOPLASTIA Dissertação
FABIANE REGINA KOSLOSKI
DISSERTAÇÃO
30/03/2018

Introdução: A cinta compressiva utilizada após a abdominoplastia aumenta a pressão intra-abdominal e promove estase na veia femoral comum. O objetivo deste estudo foi avaliar o efeito do uso da cinta compressiva na função ventilatória em pacientes submetidas à abdominoplastia. Métodos: Foram selecionadas 34 pacientes, do gênero feminino, procedentes do Setor de Parede Abdominal do Ambulatório de Cirurgia Plástica da UNIFESP-SP. Foram divididas de forma randomizada em dois grupos de pacientes: o grupo controle, que foi submetido à abdominoplastia com o uso da cinta compressiva no pós-operatório e o grupo intervenção no qual não foi utilizada cinta compressiva. Foi realizada avaliação da ventilação utilizandose espirometria e manovacuometria no pré–operatório, primeiro, sétimo e décimo quarto dia pós-operatório em ambos os grupos. Os testes estatísticos utilizados foram One-Way Anova nas comparações intra-grupos e o Teste t de Student nas comparações entre os grupos. Resultados: Houve diminuição da função ventilatória com significância estatística na comparação ao longo do tempo (intra grupos) para Pressão Inspiratória Máxima (PImax), Pressão Expiratória Máxima (PEmax), Capacidade Vital Forçada (CVF) , Volume Expirado Forçado No Primeiro Segundo (VEF1), Pico de Fluxo Expiratório (PFE), Fluxo Expiratório Forçado (FEF), Capacidade Vital Lenta (CVL) e Capacidade Inspiratória (CI). Já na comparação entre os grupos, houve diminuição da função ventilatória para Pressão Expiratória Máxima (PEmax), Capacidade Vital Forçada (CVF), Volume Expirado Forçado No Primeiro Segundo (VEF1), Capacidade Vital Lenta (CVL) e Capacidade Inspiratória (CI). XIII Conclusão: O uso da cinta compressiva abdominal piora a função ventilatória após a abdominoplastia.

. 1. Cinta compressiva. 2. Função ventilatória. 3. Abdominoplastia. 4. Espirometria. 5. Pressão Intra abdominal (PIA).
: Abdominoplasty is one of the most frequent plastic surgeries. According to data from the Brazilian Society of Plastic Surgery, this is the third most frequent plastic surgery in Brazil and, according to the American Society of Plastic Surgery, is the fifth most performed in the United States. It is indicated for the correction of aesthetic changes of the abdominal wall, aiming at the correction of muscle - aponeurotic sagging and resection of excess skin and fat. The purpose of this study was to evaluate the effect of compressive garment on ventilatory function in patients undergoing abdominoplasty. Methods: Thirtyfour female patients were selected from the Abdominal Wall Sector of the Plastic Surgery Outpatient Clinic of UNIFESP-SP. They were randomly divided into two groups of patients: the control group, who underwent abdominoplasty with the use of compressive garment in the postoperative period, Macom brand, high waist, with closure in the anterior part, being used for the period consecutive days in the postoperative period. Respiratory evaluation was performed in the preoperative period, first, seventh and fourteenth postoperative day. In the intervention group, respiratory evaluation was also performed in the same periods, but without the use of compressive garment. All patients received the Informed Consent Term for reading, clarification of the research and signed. Results: There was a statistically significant decrease for Maximum Inspiratory Pressure (maxIP), Maximum Expiratory Pressure (maxEP), Forced Vital Capacity (FVC), Forced Expired Volume (FEV), Expiratory Flow Peak (EFP), Forced Expiratory Flow (FEF), Forced Vital Capacity (FVC), Slow Vital Capacity (SVC) and inspiratory capacity (IC) in the control and no-strap groups for all the evaluated periods. However, when comparing controls or without strap in each of the periods, we found significant improvement for the control groups only for maxPE, FVC, FEV1, SVC and IC. Conclusion: The use of compressive 70 bandage worsens the ventilatory function after abdominoplasty.
Compressive strap in ventilatory function in patients submitted to abdominoplasty
1
100
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

REGENERAÇÃO TECIDUAL ECTO E MESODÉRMICA
INSTRUMENTOS DE MEDIÇÃO DA REGENERAÇÃO TECIDUAL E NERVOSA
CINTA COMPRESSIVA NA FUNÇÃO VENTILATÓRIA EM PACIENTES SUBMETIDAS À ABDOMINOPLASTIA

Banca Examinadora

FABIO XERFAN NAHAS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JOSE HUMBERTO OLIVEIRA CAMPOS Participante Externo
MARIA JOSE AZEVEDO DE BRITO ROCHA Participante Externo
ALFREDO GRAGNANI FILHO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CENTRO DE ESTUDOS DE CIRURGIA PLASTICA JORGE DE MOURA ANDREWS - Apoio à pesquisa, tecnologia e inovação 24

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim