Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
MEDICINA VETERINÁRIA (25003011005P5)
PADRONIZAÇÃO E AVALIAÇÃO DE UM ELISA (DIVA) PARA DIAGNÓSTICO DA LARINGOTRAQUEÍTE INFECCIOSA DAS AVES
CARLOS RALPH BATISTA LINS
DISSERTAÇÃO
28/02/2018

A laringotraqueíte infecciosa das aves (LTI) é uma doença do trato respiratório, altamente contagiosa, de grande importância por causar perdas econômicas relevante na indústria avícola em todo o mundo. O agente responsável é o Gallid herpesvirus tipo 1 (GaHV 1), responsável pela LTI. O sistema respiratório é o local de predileção para replicação viral. O diagnóstico sorológico da LTI pode ser feito por diferentes testes, conforme preconiza a Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), os testes para o diagnóstico da LTI são: Imunodifusão em Gel de Ágar (IDGA), Soroneutralização e ELISA. O ELISA apresenta a vantagem de ser de leitura automatizada e oferecer facilidades para testar grande número de soros. Com isso objetivou-se a padronização e avaliação de um teste ELISA capaz de distinguir os animais naturalmente infectados dos vacinados com vacinas vetorizadas (DIVA) contra o vírus da LTI. Foi utilizado proteína recombinantes do GaHV 1 a gErec para uso em testes ELISA. O teste foi realizado com o antígeno diluído 1:1.600, soros 1:50 e conjugado Anti-galinha IgY 1:100.000. O ponto de corte, a sensibilidade (SeD) e especificidade (SpD) diagnósticas do ELISAgErec foram determinados por meio da análise da curva ROC (Receiver Operating Characteristic), considerando, como verdadeiros positivos, 81 soros de aves de área endêmica não vacinadas para LTI e testados com resultado positivo em um ELISA indireto comercial; os soros considerados verdadeiros negativos (n = 181) foram originários de Granjas de Matrizes Certificadas, livres da LTI, monitoradas para pesquisa de anticorpos contra o VLTI, empregando IDGA comercial. A proteína recombinante gE do VLTI expressa em Escherichia coli quando empregada no ELISA gE DIVA resultou em um teste de elevada especificidade e considerável sensibilidade.

DIVA;ELISA;glicoproteína E;vírus da laringotraqueíte infeciosa das aves
Avian Infectious laryngotracheitis (LTI) is a highly contagious respiratory tract disease of great importance for causing significant economic losses in the poultry industry around the world. The agent responsible is Gallid herpesvirus type 1 (GaHV 1), responsible for LTI. The respiratory system is the predilection for viral replication. The serological diagnosis of LTI can be made by different tests, as recommended by the World Organization for Animal Health (OIE), the tests for the diagnosis of LTI are: Immunodiffusion in Agar Gel (IDGA), Seroneutralization and ELISA. The ELISA has the advantage of being automated reading and offers facilities for testing a large number of sera. The objective was to standardize and evaluate an ELISA test capable of distinguishing naturally infected animals from those vaccinated with vectorized vaccines (DIVA) against the LTI virus. Recombinant proteins from GaHV 1 to gErec were used for use in ELISA tests. The test was performed with antigen diluted 1: 1.600, 1:50 sera and IgY 1: 100.000 Anti-chicken conjugate. The cut-off point, sensitivity (SeD) and diagnostic specificity (SpD) of the ELISAgErec were determined by means of the Receiver Operating Characteristic (ROC) curve analysis, considering 81 sera from non-vaccinated endemic area birds as positive for LTI and tested with positive result in a commercial ELISA; the sera considered as true negative (n = 181) originated from LTI-free Certified Matrix Farms, monitored for VLTI antibody screening using commercial IDGA. The recombinant gE protein of VLTI expressed in Escherichia coli when used in the gE DIVA ELISA resulted in a test of high specificity and considerable sensitivity.
DIVA;ELISA;glycoprotein E;infectious laryngotracheitis virus
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DE PERNAMBUCO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

MEDICINA VETERINÁRIA PREVENTIVA
EPIDEMIOLOGIA, DIAGNÓSTICO E CONTROLE DAS DOENÇAS INFECCIOSAS E PARASITÁRIAS E SUA IMPORTÂNCIA EM SAÚDE PÚBLICA
-

Banca Examinadora

ROBERTO SOARES DE CASTRO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MERCIA RODRIGUES BARROS Participante Externo
JOSE WILTON PINHEIRO JUNIOR Participante Externo

Vínculo

Colaborador
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim