Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
CIÊNCIAS BIOLÓGICAS (BIOLOGIA MOLECULAR) (33009015001P0)
Crataeva tapia Bark Lectin (CrataBL), um quimioatraente para células endoteliais, promove a angiogênese in vitro e a cicatrização de feridas em camundongos
FABRICIO PEREIRA BATISTA
TESE
26/07/2018

A formação de novos vasos sanguíneos, processo conhecido como angiogênese, é uma das etapas limitantes para o sucesso no tratamento de doenças isquêmicas. Há inúmeros esforços para caracterização de novos agentes capazes de estimular a neovascularização seletivamente. Crataeva tapia bark lectin (CrataBL), um quimioatraente para células endoteliais, mediante estimulação na produção de condroitim sulfato e heparam sulfato em células endoteliais de veia umbilical humana (HUVEC), promoveu a ativação de Integrina β3, FGFR e VEGFR-2, receptores correlacionados a uma resposta pró-angiogênica, bem como suas vias de transdução de sinal: FAK, p38-MAPK e Erk. Ao promover a ativação de FAK e p38, CrataBL promoveu um rearranjo no citoesqueleto, estimulando a motilidade e a adesão celular específica ao colágeno I, sem afetar a adesão ao colágeno IV, fibronectina ou laminina. Ao ativar a sinalização de Erk, CrataBL promoveu a proliferação celular. A promoção dessas etapas da cascata de angiogênese, levou a indução do fenótipo angiogênico em modelo in vitro, promovendo a formação de estruturas do tipo capilar em cultura. Em contraste, além de CrataBL inibir a atividade de metaloproteases de matriz, também reduziu as expressões dos receptores B1 de bradicinina e receptor 4 ativado por proteases (PAR-4), que estão correlacionados à inibição da neovascularização e promoção da inflamação. Em adição a sua atuação positiva na angiogênese, CrataBL reduziu o tempo de cicatrização e promoveu aumento no número de estruturas foliculares nas áreas lesionais produzidas na região dorso-cervical de camundongos C57BL/6. Em conjunto, esses resultados permitiram concluir que CrataBLé um agente pró-angiogênico e cicatrizante.

1. Angiogênese. 2. Cicatrização. 3. FGFR. 4. VEGFR. 5. Integrinas. 6. Heparam sulfato
The formation of new blood vessels, a process known as angiogenesis, is one of the limiting steps for success in the treatment of ischemic disorders. There are numerous efforts to characterization of new agents capable to selectively stimulating neovascularization. Crataeva tapia bark lectin (CrataBL), a chemoattractant for endothelial cells, through the stimulation in production of chondroitin sulfate and heparan sulfate in human umbilical vein endothelial cells (HUVEC), promoted the activation of Integrin β3, FGFR and VEGFR-2, correlated receptors to a pro-angiogenic response, as well as its signal transduction pathways: FAK, p38-MAPK and Erk. By promoting the activation of FAK and p38, CrataBL promoted a cytoskeleton rearrangement, stimulating motility and specific cellular adhesion to collagen I, without affecting adhesion to collagen IV, fibronectin or laminin. By activating Erk signaling pathway, CrataBL promoted cell proliferation. The promotion of these stages of the angiogenesis cascade led to the induction of the angiogenic phenotype in an in vitro model, promoting the formation of capillary type structures in culture. In contrast, in addition to CrataBL inhibiting the activity of matrix metalloproteases, it also reduced the expression of bradykinin B1 receptor and protease-activated receptor 4 (PAR-4), which are correlated with the inhibition of neovascularization and the promotion of inflammation. In addition to its positive action on angiogenesis, CrataBL improved healing and increased the number of follicular structures in lesion areas produced in the dorsum-cervical region of C57BL/6 mice. Together, these results allowed to conclude that CrataBL is a pro-angiogenic and healing agent.
1. Angiogenesis. 2. Healing. 3. FGFR. 4. VEGFR. 5. Integrins. 6. Heparam sulfate
1
123
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

BIOQUIMICA
PROTEASES E INIBIDORES DE PROTEASES
INIBIDORES DE PROTEINASES ISOLADOS DE PLANTAS E ANIMAIS

Banca Examinadora

MARIA LUIZA VILELA OLIVA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
HELOISA SOBREIRO SELISTRE DE ARAUJO Participante Externo
KATIUCIA BATISTA DA SILVA PAIVA Participante Externo
GUSTAVO JOSE DA SILVA PEREIRA Participante Externo
ADRIANA KARAOGLANOVIC CARMONA Docente - PERMANENTE

Vínculo

-
-
-
Sim