Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ( BOTUCATU )
BIOTECNOLOGIA ANIMAL (33004064086P1)
POTENCIAL INFLAMATÓRIO DA MEMBRANA PLAQUETÁRIA NO LÍQUIDO SINOVIAL DE EQUINOS
BETSABEIA HELOISA GENTILHA MILANI
DISSERTAÇÃO
02/05/2018

O plasma rico em plaquetas (PRP) é utilizado no tratamento de enfermidades articulares, porém, após a aplicação de PRP intra-articular, observa-se se observa algumas reações adversas locais em equinos, como efusão sinovial, influxo celular e aumento da concentração de PGE2 sinoviais. Os antígenos da membrana plaquetária podem causar diversas alterações imunológicas e alterar a expressão de proteínas. O lisado plaquetário (LP) seria uma alternativa para a aplicação do conteúdo íntegro do PRP, porém sem a membrana plaquetária. Portanto, esse trabalho tem por finalidade a investigação do possível potencial inflamatório da membrana plaquetária no líquido sinovial e comparação com o PRP, após a indução de sinovite experimental aguda. Foram utilizadas 20 articulações radiocárpicas de equinos hígidos. Cada grupo foi composto por 5 articulações sendo eles: o grupo controle, grupo PRP, grupo LP e grupo LPS. O grupo PRP recebeu o tratamento com plasma rico em plaquetas, o grupo LP recebeu o lisado plaquetário e o grupo LPS recebeu o tratamento com lipopolissacarideo. Todos os grupos, menos o controle, receberam a dose de 0,25 ng/mL intra-articular, e foi colhido amostras de líquido sinovial em seriados momentos (0,4,8,24, 48 horas e 7 dias) e exame físico individual de cada animal. Além disso, foi feito a dosagem de PGE2. Os resultados após indução da sinovite experimental aguda e a aplicação do LP e PRP, apontaram que houve alterações semelhantes no líquido sinovial e redução dos sinais de inflamação da mesma forma em ambos os grupos (P< 0,05). Desta maneira, o uso do LP foi semelhante em comparação com o PRP intra-articular, na redução da inflamatória articular local.

equino;lisado plaquetário;inflamação;osteoartrite;plasma rico em plaquetas
Platelet-rich plasma (PRP) is used in the treatment of joint diseases, however, after administered of intra-articular PRP, there are some local adverse reactions in horses, as synovial effusion, cellular influx and increased concentration of synovial PGE2. Antigens of the platelet membrane can case various immunological changes and alter the expression of proteins. Platelet lysate (LP) would be an alternative for the application of the full content of PRP, but without the platelet membrane. Therefore, this work is to investigate the possible inflammatory potential of the platelet membrane in the synovial fluid and to compare it with PRP after the induction of acute experimental synovitis. Twenty radiocarpal joints of healthy horses were used. Each group consisted of 5 joints: the control group, the PRP group, the LP group and the LPS group. The PRP group received treatment with platelet rich plasma, the LP group received the platelet lysate.All groups, except the control, received the intra- (0,4,8,24, 48 hours and 7 days) and physical examination of each animal. In addition, PGE 2 was dosed. The results after induction of acute experimental synovitis and the application of LP and PRP, indicated that there were similar alterations in the synovial fluid and reduction of the signs of inflammation in the same way in both groups (P< 0,05). In this method, the use of LP was similar in comparison to the intra-articular PRP, in the reduction of local inflammatory joint.
equine;platelet lysate;inflammation;osteoarthritis platelet-rich plasma
01
60
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL PAULISTA JÚLIO DE MESQUITA FILHO ( BOTUCATU )
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

CIRURGIA ANIMAL
CLÍNICA-CIRÚRGICA ANIMAL
Clínica Cirúrgica de Grandes Animais

Banca Examinadora

ANA LIZ GARCIA ALVES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MARCOS JUN WATANABE Docente - PERMANENTE
ELENICE DEFFUNE Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 12

Vínculo

CLT
Empresa Privada
Empresas
Sim