Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
Ensino (23002018009P9)
O RECREIO COMO TEMPO E ESPAÇO PARA O ENSINO DA CULTURA POPULAR NA ESCOLA
RUMMENING MARINHO DOS SANTOS
DISSERTAÇÃO
29/03/2018

RESUMO O presente trabalho investigativo teve como objetivo principal investigar o recreio na escola como tempo e espaço para o ensino criativo e potencializador da cultura popular. A discussão teórica sobre o recreio como tempo e espaço para o ensino se apoia nos estudos de Neuenfeld (2003), Barros (2012), Cabrita (2005), Dumazedier (2008), Carmo (2009), Charlot (2001, 2013) entre outros. A pesquisa bibliográfica instiga a compreensão sobre o recreio, recreação, lazer e ensino, para refletir a sua utilização no contexto educativo. A ênfase que é dada ao desenvolvimento da cultura popular, ancora-se nas compreensões que os jogos e brincadeiras são manifestações da cultura popular. Aqui, fizemos uma revisão daquilo que se compreende por cultura popular, lúdico, jogos, brinquedos e brincadeiras, discutidos pelos autores revisados, como: Arante (2012), Kishimoto (1993, 1997, 1998), Friedmann (1996), Bomtempo (1986), Vygotsky (1989), Huizinga (1987) entre outros. Esta pesquisa foi desenvolvida na Escola Estadual Ferreira Pinto, localizada na cidade de Apodi/RN. Os sujeitos participantes foram 21 alunos do 7° Ano “B” do Ensino Fundamental maior, 12 docentes e 11 não-docentes. A pesquisa se caracteriza nos princípios da pesquisa quali-quantitativo, utilizando-se do método misto, qualificando-o e quantificando-o de acordo com Minayo e Sanches (1993). Utilizamos como instrumentos para a coleta de dados a observação direta, o questionário e um programa de intervenção durante horário do recreio. Com os dados analisados, identificamos que as brincadeiras de correr já fazem parte do recreio escolar, mas não são as únicas quando a escola disponibiliza materiais ou promove alguma atividade lúdica educativa. Dentre outros resultados, percebemos que os jogos e brincadeiras populares despertaram no aluno o gosto, o interesse e o prazer pela atividade praticada. Sabemos que estas atividades lúdicas são passadas de geração para geração com o passar do tempo, muitas vão sendo esquecidas ou transformadas. Por isso, defendemos a necessidade também de reproduzi-las para que permaneçam vivas na memória da criança, fortalecendo, assim, a cultura popular. Por fim, compreendemos que é possível promover atividades lúdicas educativas, sociais e culturais durante o recreio. Mas para isto acontecer, a escola precisa repensar, refletir e incluí-las em seu Projeto Político Pedagógico – PPP, deixando de acontecer por acaso e passando a ser rotineiras no recreio escolar.

Recreio;Jogos e brincadeiras;Ensino;Cultura popular
The present investigative work had as main objective to investigate the recreation in the school as time and space for the creative and empowering teaching of popular culture. The discussion theoretical on recreation as time and space for teaching is supported by studies of Neuenfeld (2003), Barros (2012), Cabrita (2005), Dumazedier (2008), Carmo (2009), Charlot (2001, 2013) among others. Bibliographic research instigates understanding of recreation, leisure and education, to reflect their use in the educational context. The emphasis given to the development of popular culture is anchored in the understandings the play and games are manifestations of popular culture. Here, we did a review of what is understood by popular culture, ludic, toys and games, discussed by the review authors, such as: Arante (2012), Kishimoto (1993, 1997, 1998), Friedmann (1996), Bomtempo (1986), Vygotsky (1989), Huizinga (1987), among others. This research was developed at the State School Ferreira Pinto, located in the city of Apodi/RN. The subjects were 21 students of the 7th "B" Year of Primary Education, 12 teachers and 11 non-teachers. The search is characterized in the principles of qualitative-quantitative research, using the method, qualifying it and quantifying it according to Minayo and Sanches (1993). We used as instruments for the data collection direct observation, the questionnaire and a playtime intervention program. With the data analyzed, we identified that running games are already part of the school playground, but they are not the only ones when the school provides materials or to promote some educational activity. Among other results, we noticed that games and popular jokes aroused in the student the taste, the interest and pleasure of the activity practiced. We know that these playful activities are passed on from generation to generation with the passage of time, many will be forgotten or transformed. Then, we also defend the need to reproduce them so that they remain alive in the memory of the child, strengthening popular culture. Finally, we understand that is possible to promote educational, social and cultural activities during recreation. But for this to happen, the school needs to rethink, reflect and include them in its Pedagogical Political Project - PPP, failing to happen by chance and becoming routine in the school playground.
Recreation;Games and play;Teaching;Popular culture
1
155
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO ESTADO DO RIO GRANDE DO NORTE
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

EDUCAÇÃO BÁSICA
ENSINO DE CIÊNCIAS HUMANAS E SOCIAIS
A sociologia e a Filosofia nos diferentes modelos de escola e de currículo no ensino médio

Banca Examinadora

IVANALDO OLIVEIRA DOS SANTOS FILHO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
MARIA DA CONCEICAO COSTA Docente - PERMANENTE
MARIA VANICE LACERDA DE MELO BARBOSA Participante Externo

Vínculo

Servidor Público
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim