Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA ( AREIA )
Ciência Animal (24001031025P1)
FOTOSSENSIBILIZAÇÃO PRIMÁRIA E DERMATITE DE CONTATO CAUSADAS POR Malachra fasciata JACQ. N.V. (MALVACEAE) EM OVINOS
VALBER ONOFRE DE ARAUJO
DISSERTAÇÃO
31/08/2017

As plantas tóxicas são responsáveis por desencadear perdas econômicas direta e indireta nos sistemas de criação. Pesquisas revelam que espécies de vegetais tóxicos são conhecidas anualmente e muitas delas induzem efeitos nocivos em ovinos. A fotossensibilização resulta em danos na pele devido a um aumento da sua sensibilidade à radiação ultravioleta da luz solar. Pode ser primária ou secundária. Fazendeiros da cidade de Alagoa Grande, Paraíba, Nordeste do Brasil, afirmam que uma planta conhecida como "quiabo-bravo" causa lesões cutâneas em ovinos. A dermatite afeta principalmente a pele pouco pigmentada. Objetivou-se com esse estudo avaliar a toxicidade de M. fasciata através de reprodução experimental em ovinos e descrever os achados clínico-patológicos. Foram utilizados quatro ovinos, raça indefinida e com aproximadamente quatro meses de idade. A intoxicação foi estudada em três animais (1, 2 e 3). Outra ovelha, controle (4), foi mantido em um pasto sem "quiabo-bravo". A planta foi coletada em uma fazenda e identificada como do gênero Malachra Jacq. N.V. (Malvaceae), espécie Malachra fasciata. O fornecimento ad libitum durou 21 dias. No entanto, a quantidade de planta ingerida foi calculada para cada ovino. As lesões cutâneas de fotossensibilização apareceram no sétimo dia do experimento e tornaram-se graves até o dia 21. A dose diária ingerida variou entre 129 g/kg a 175 g/kg. As lesões caracterizavam-se por alopecia, hiperemia e crostas. No dia 22, o ovino 3 foi sacrificado e necropsiado. Biópsias de pele foram realizadas nos demais. No ovino eutanasiado, não se observaram alterações macroscópicas ou histológicas no fígado. A histopatologia da pele incluía acantose, ortoceratose, infiltrado linfoplasmocítico e eosinofílico multifocal circundando os vasos sanguíneos na derme. O fenômeno Splendore-Hoeppli foi observado na derme do ovino 2, indicando reação alérgica. A fotossensibilização primária e dermatite de contato são efeitos tóxicos da M. fasciata e causam prejuízos na ovinocultura.

Pele;derme;fotodermatite;planta tóxica;lesões
Toxic plants are responsible for triggering direct and indirect economic losses in breeding systems. Research shows that toxic plant species are newly recognized annually and many of them induce harmful effects on sheep. Photosensitization results in skin damage due to an increase in its sensitivity to ultraviolet radiation from sunlight. It can be primary or secondary. Farmers of the city of Alagoa Grande, Paraíba, Northeastern Brazil, claim that a plant known as “quiabo-bravo” cause cutaneous lesions in sheeps. The dermatitis affects mainly the skin slightly pigmented. The objective of this study was to evaluate the toxicity of M. fasciata through experimental reproduction in sheep and to describe the clinical-pathological findings. Four sheep, an indefinite breed and approximately four months old, were used. . Intoxication was studied in three animals. Another control sheep (4) was maintained in a pasture without “quiabo-bravo”. The plant was collected on a farm of city of Alagoa Grande and identified with of the genus Malachra Jacq. N.V. (Malvaceae), specie Malachra fasciata. The ad libitum supply lasted 21 days. However, the amount of plant ingested was calculated for each of the sheep. Skin lesions of photosensitization appeared on the seventh day of the experiment and became severe until day 21. The daily dose ingested ranged from 129 g/kg to 175 g/kg. The lesions were characterized by alopecia, redness and crusting. In the day 22, the sheep 3 was euthanized, and necropsied. Biopsies were performed in the other.No gross or histologic liver lesions were observed in the sheep euthanized. The histopathologic included acantosis, orthokeratosis, and linfoplasmocitic and eosinophilic multifocal infiltrate surroundig blood vessels in the dermis. The Splendore-Hoeppli phenomenon were observed in the dermis of Sheep 2, indicating allergic reaction. Primary photosensitization and contact dermatitis are toxic effects of M. fasciata and cause damage to sheep.
Skin;dermis;photodermatitis;poisoning plant;lesions
Único
37
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DA PARAÍBA ( AREIA )
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE ANIMAL DO BREJO PARAÍBANO
SAÚDE EM ANIMAIS DE PRODUÇÃO
-

Banca Examinadora

RICARDO BARBOSA DE LUCENA
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
PATRICIA BARBOSA DE LACERDA LUCENA Participante Externo
ISABELLA DE OLIVEIRA BARROS Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Programa de Demanda Social 24

Vínculo

-
-
-
Não