Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
PRODUÇÃO SUSTENTÁVEL E SAÚDE ANIMAL (40004015070P0)
INFLUÊNCIA DA DOMA GAÚCHA NO TAMANHO DO ESPAÇO ARTICULAR DA ATM DE EQUINOS, AVALIADO POR MEIO DE ULTRASSONOGRAFIA
ARTHUR JOSE SCHIESTL
DISSERTAÇÃO
20/02/2018

A articulação temporomandibular (ATM) é responsável por realizar os movimentos da mandíbula durante o processo de mastigação, deglutição e também na equitação quando a mandíbula está em contato com a embocadura. O primeiro contato entre o homem e o animal é através das rédeas que estão ligadas a embocadura. Na equitação gaúcha se utiliza um bocal, uma tira de couro cru, amarrada nas barras da mandíbula, o diastema fisiológico entre os dentes caninos e os primeiros pré-molares. A partir do bocal, se inicia a doma dos potros, estes que no futuro irão competir nas mais diversas provas equestres. Os cavalos nas competições precisam ter postura nos seus andamentos, flexionando o pescoço e a nuca, posicionando a cabeça na vertical e flexionando a garupa para o encontro do centro de gravidade. Essas movimentações podem gerar um estresse na ATM e assim diminuir o desempenho atlético dos cavalos crioulos que participam das provas de doma de 21 dias, realizadas no sul do pais. O presente estudo tem o objetivo avaliar por meio ultrassonográfico o tamanho do espaço articular das articulações temporomandibulares direita e esquerda de seis equinos crioulos, jovens, que não domados e comparar os tamanhos das ATMs, após a doma de 21 dias. Os animais selecionados para desenvolvimento do projeto possuem idades variando entre 2,5 e 5 anos. Os dados foram avaliados através do Teste t, com auxílio do programa Biostat® versão 5,3. Os resultados foram apresentados como valores médios e desvio padrão. Para o trabalho foram selecionados seis equinos, crioulos, jovens, hígidos, sem problemas de saúde, três machos castrados e três fêmeas, os quais pertencem a um único proprietário, tinham idade entre 2,5 anos e 5 anos. A doma utilizada nesse estudo foi a doma tradicional gaúcha. Com o auxílio da ultrassonografia foi possível medir o tamanho do espaço articular da ATM em três medidas distintas de toda articulação como comprimento entre o processo condilar da mandíbula (D1), altura do disco intra-articular (D2) e largura do disco intra-articular no terço médio na imagem ultrassonográfica (D3). Para visualização das imagens foram utilizadas as projeções caudolateral, lateral e rostrolateral modelo descrito por Rodriguez, (2007). Foram utilizados 3 pontos transversos como posição do transdutor, sendo caudolateral, lateral e rostrolateral para obtenção da imagem ultrassonográfica. Em todas as projeções foi realizado a medida do disco intra-articular e da articulação ATM. Projeção caudolateral GI (D1) 2,61±023 (cm), e as 12 ATMs do GII apresentaram o valor (D1) 2,60± (0,23 cm), projeção lateral GI da 12 ATMs foi de (1.90±0,21 cm) e, o valor de o GII das 12 ATMs 1,80± (0,20 cm) e na projeção rostrolateral GI das 12 ATMs 1,28± (0,15 cm) e, o valor do GII das 12 ATM 1,27± (0,21 cm). O presente estudo pode concluir que o período de 21 dias da doma clássica gaúcha, não foi capaz de caracterizar aumento ou diminuição no tamanho do espaço articular da ATM.

ATM;adestramento;equino;ultrassom
The temporomandibular joint (TMJ) is responsible for performing the movements of the mandible during the chewing process, swallowing and also in riding when the mandible is in contact with the mouth. The first contact between man and animal is through the reins that are attached to the mouth. In gaucho riding, a mouthpiece, a strip of raw leather, tied in the bars of the mandible, is used the physiological diastema between the canine teeth and the first premolars. From the mouthpiece, the training of the colts begins, which in the future will compete in the most diverse equestrian tests. The horses in the competitions need to have posture in their movements, flexing the neck and the neck, positioning the head vertically and flexing the croup to the meeting of the center of gravity. These movements can generate a stress in the TMJ and thus diminish the athletic performance of the creole horses that participate in the 21-day dressage tests, held in the south of the country. The present study has the objective of evaluating the size of the articular space of the right and left temporomandibular joints of six young, non-tamed young horses, and comparing the size of the TMJ after the 21 days' dressing. The animals selected for project development have ages ranging from 2.5 to 5 years. The data were evaluated through the t test, with the aid of the Biostat® version 5.3. The results were presented as mean values and standard deviation. For the work, six horses, young, healthy, healthy, three castrated males and three females were selected, each belonging to a single owner, aged between 2.5 years and 5 years. The dressage used in this study was the traditional gaucho dressage. With the aid of ultrasonography, it was possible to measure the size of the joint space of the TMJ in three distinct measures of any articulation as length between the condylar process of the mandible (D1), height of the intra-articular disc (D2) and width of the intra-articular disc in the middle third in the ultrasound image (D3). For visualization of the images, we used the caudolateral, lateral and rostrolateral projections model described by Rodriguez, (2007). Three transverse points were used as position of the transducer, being caudolateral, lateral and rostrolateral to obtain the ultrasound image. In all the projections, the measurement of the intra-articular disc and the ATM joint was performed. And the 12 ATMs of the GII presented the value (D1) 2.60 ± (0.23 cm), lateral GI projection of the 12 ATMs was (1.90 ± 0) , 21 cm), and the GII of the 12 ATMs was 1.80 ± (0.20 cm) and the GI rostrolateral projection of the 12 ATMs was 1.28 ± (0.15 cm), and the GII value of 12 ATM 1.27 ± 0.21 cm. The present study may conclude that the 21-day period of classic gaucho dressing was not able to characterize an increase or decrease in the size of the TMJ joint space.
Equine;TMJ;training;ultrasound;Total de
1
49
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

Produção sustentável e saúde animal
SAUDE ANIMAL
-

Banca Examinadora

MAX GIMENEZ RIBEIRO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ODUVALDO CAMARA MARQUES PEREIRA JUNIOR Docente - PERMANENTE

Vínculo

-
-
-
Não