Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
CIÊNCIA ANIMAL (33054010004P7)
Técnica de filtragem em membrana para avaliação quantitativa da aglutinação de linhagens de E. Coli em mananoligossacarídeo
PAULA MARIOTO PEREZ
DISSERTAÇÃO
26/04/2017

O objetivo deste estudo foi padronizar uma técnica quantitativa para avaliar a capacidade in vitro de aglutinação de diferentes mananoligossacarídeos (MOS) à cepa de Escherichia coli isoladas de casos de diarreia infantil, de crianças de 0 a 5 anos de vida. A pesquisa para a expressão da fímbria tipo 1 presente nos isolados foi realizada pelo teste de microhemoaglutinação. Para realização dos ensaios de aglutinação de oligossacarídeos utilizou-se três marcas comerciais de MOS, extraídos de S. cerevisae, grupos 1, 2 e 3, filtrados através de um microfiltro, posteriormente diluídos para semeadura superficial em Ágar cromogênico E. coli. Para avaliação microscópica da capacidade aglutinante do MOS foram submetidas a testes de aglutinação em lâmina.Para estimar a contagem bacteriana total (CBT), calculou-se a média das contagens do conjunto de três placas. Pressupostos de homogeneidade de variâncias e normalidade de dados foram validados, respectivamente, pelo teste de Levene e Shapiro-Wilk. Variáveis homocedásticas foram comparadas por análise de variância em uma via (ANOVA one-way), com contrastes pelo método de Tukey. Variáveis heterocedásticas foram comparadas com ANOVA one-way com aplicação da correção de Welche contrastes pelo método de Games-Howell. As correlações entre CBTs, Títulos hemaglutinantes, diâmetros e áreas dos glóbulos foram avaliados pelo teste de correlação de Pearson. Todas as análises foram conduzidas no software R, considerando-se probabilidade de erro tipo 1= 5%. Das 30 cepas testadas, 25 (83,3%) expressaram capacidade hemaglutinante com títulos variando entre 1:4 e 1:16. Os resultados sugerem que o MOS apresentou ação efetiva na aglutinação das bactérias, visto que as estimativas de CBTs das cepas tratadas com MOS foram inferiores as contagens da amostra pura. O grau de aglutinação pode variar segundo a composição do MOS, visto que o produto 1 apresentou CBTs superiores aos demais, denotando que os glóbulos aglutinados não foram capazes de reter bactérias nos poros dos filtros de forma similar aos produtos 2 e 3.Observou-se correlação significativa e negativa entre a hemaglutinação sensível à manose e aglutinação de MOS para os produtos 1 e 2, o que sugere que intensidade da aglutinação por bactérias pode estar relacionada a expressão de fímbrias do tipo 1. Conclui-se que a técnica de filtragem e cultura pode ser utilizada para avaliar diferentes graus de aglutinação de produtos a base de MOS e a quantidade de bactérias retidas nos filtros parece estar relacionada mais com a expressão de fímbrias tipo 1 mano-sensíveis do que com os tamanhos dos glóbulos produzidos.

Aglutinação;Escherichia coli;Mananoligossacarídeo
The objective of this study was to standardize a quantitative technique to evaluate the in vitro capacity of agglutination of different mannanoligosaccharides (MOS) to the strain of Escherichia coli isolated from cases of infantile diarrhea in children from 0 to 5 years of age. The research for the expression of fimbria Type 1 present in the isolates was performed by the microhemoagglutination test. For the oligosaccharide agglutination assays three MOS markers were extracted from S. cerevisae, groups 1, 2 and 3, filtered through a microfilter, later diluted for surface sowing in chromogenic Agar E. coli. For microscopic evaluation of binder capacity of the MOS were subjected to slide agglutination tests. In order to estimate the total bacterial count (CBT), the counts of the three-plate set were calculated. Assumptions of homogeneity of variances and normality of data were validated, respectively, by the Levene and Shapiro-Wilk test. Homozygous variables were compared by analysis of variance in one way (ANOVA one-way), with contrasts by the Tukey method. Heterocedastic variables were compared with one-way ANOVA with application of the Welche contrast contrasts by the Games-Howell method. Correlations between CBTs, Titres hemagglutinants, diameters and areas of the globules were evaluated by the Pearson correlation test. All analyzes were conducted in software R, considering probability of error type 1 = 5% Of the 30 strains tested, 25 (83.3%) expressed hemagglutinating capacity with titers ranging from 1: 4 to 1: 16. The results suggest that the MOS showed effective action on the agglutination of the bacteria, since the estimates of CBTs of the strains treated with MOS were inferior the counts of the pure sample. The degree of agglutination may vary according to the composition of the MOS, since product 1 showed higher CBTs than the others, indicating that the agglutinated beads were not able to retain bacteria in the pores of the filters similarly to products 2 and 3. It was observed significant correlation between mannose-sensitive haemagglutination and MOS agglutination for products 1 and 2, suggesting that the intensity of bacterial agglutination may be related to the expression of type 1 fimbriae. It is concluded that the filtration and culture technique can be used to evaluate different degrees of agglutination of MOS products and the amount of bacteria retained in the filters appears to be more related to the expression of mano-sensitive type 1 fimbriae than to the sizes of the globules produced.
Agglutination. Escherichia coli. Mannanoligosaccharide
01
34
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DO OESTE PAULISTA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

FISIOPATOLOGIA ANIMAL
AGRESSÃO TECIDUAL E CELULAR, IMUNIDADE E NUTRIÇÃO
Identificação e efeito de agentes e mecanismos fisiopatológicos de lesão tecidual e celular associados a várias causas de agressão e doença

Banca Examinadora

HERMANN BREMER NETO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
JOSIAS RODRIGUES Participante Externo
ROGERIA KELLER Participante Externo

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Não