Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
CIÊNCIAS FISIOLÓGICAS (40004015071P7)
EFEITOS DO TREINAMENTO FUNCIONAL SOBRE O DESEMPENHO FÍSICO E NO SISTEMA IMUNE DE PESSOAS VIVENDO COM HIV/AIDS SUBMETIDAS À TARV
ELTON RICARDO DE OLIVEIRA COSTA
DISSERTAÇÃO
16/10/2017

disfunções que favorecem o aparecimento de infecções e doenças oportunistas que, se não tratadas, levam os pacientes a óbito. Nesse sentido, a Terapia Antirretroviral (TARV) tem sido utilizada com o objetivo de melhorar esse prognóstico de pessoas vivendo com HIV/aids (PVHA). No entanto, o tratamento com a TARV está associado a diversos efeitos colaterais, afetando órgãos e levando a disfunções metabólicas e doenças coronarianas. Porém, o exercício físico vem sendo utilizado como uma forma de tratamento, modificando as alterações provenientes da infecção pelo HIV e administração da TARV. Um método de treinamento pouco estudado em PVHA é o treinamento funcional (TF) que propõe melhoras nas capacidades motoras, parâmetros morfofisiológicos e imunológicos. Portanto, o objetivo deste estudo foi investigar os efeitos do TF sobre o desempenho físico através dos testes velocidade pico (Vpico), resistência muscular localizada para o abdômen (RMLA), flexibilidade e potência de membros superiores e inferiores, e também do sistema imune da cavidade oral por meio da análise da saliva; fluxo salivar, mensuração da imunoglobulina da classe A (IgA), proteínas totais (PT) e ferro, nos períodos pré, durante e após 24 semanas do protocolo de treinamento. Para a constituição da amostra, foram recrutados 20 indivíduos sendo divididos em dois grupos onze HIV- (soronegativo) e 9 HIV+ (soropositivo). Estes foram submetidos a um protocolo de treinamento funcional por um período de 24 semanas, com uma frequência semanal de duas vezes, duração de 30 minutos em regime de esforço/pausa com 30/30 segundos. As avaliações do desempenho físico e análise salivar foram coletadas nos períodos pré, oito, 16 e 24 semanas do TF. Após as 24 semanas concluímos que o TF foi capaz de gerar efeitos positivos sobre o desempenho físico, no grupo HIV-, Vpico, pré 8,7 ± 1,6 - final 10,7 ± 2,3 (km.h-1), Flexibilidade 20,1 ± 10,2 - 23,7 ± 8,1 (cm), PMMS 3,0 ± 0,4 - 4,3 ± 0,6 (m), RMLA 17,9 ± 9,7 - 30,7 ± 7,3 (n˚ repetições), PMMI 28,7 ± 5,6 - 31,8-6,7 (cm). Para o grupo HIV+, Vpico pré 8,6 ± 2,3 - final 10,6 ± 2,2 (km.h-1), Flexibilidade 20,6 ± 6,7 - 26,2 ± 5,6 (cm), PMMS 2,9 ± 0,9 - 3,9 ± 0,8 (m), RMLA 9,0 ± 8,4 - 23,7 ± 6,0 (n˚ repetições), PMMI 25,6 ± 9,9 - 29,6 ± 8,1 (cm). Já para as análises salivares foram encontrados os seguintes resultados, no grupo HIV+, Fluxo salivar pré 1109,1 ± 492,9 - final 690,0 ± 341,4 (µl/min), PT 5874,1 ± 2892,0 - 7464,9 ± 2690,7 (µg/mL), IgAs 249,5 ± 240,8 - 232,8 ± 143,0 (µg/mL), Ferro 46,7 ± 12,7 - 46,0 ± 5,8 (µg/dL), e para HIV+, Fluxo salivar pré 900,0 ± 357,8 - final 743,8 ± 266,5 (µl/min), PT 4365,6 ± 1340,4 - 7376,8 ± 2506,7 (µg/mL), IgAs 255,2 ± 118,7 - 383,4 ± 152,1 (µg/mL), Ferro 45,3 ± 4,5 - 45,0 ± 5,0 (µg/dL), em ambos os grupos não foram observada imunossupressão mantendo os componentes salivares IgA, proteínas totais e ferro inalterados, mostrando que este protocolo pode ser aplicado em PVHA.

Teste motor;Exercício Físico;Síndrome da Imunodeficiência Adquirida
The infection caused by HIV affects cells and organs of the immune system causing dysfunctions that favor the appearance of infections and opportunistic diseases that, if untreated, lead the patients to death. In this sense, Antiretroviral Therapy (ART) has been used to improve the prognosis of people living with HIV / AIDS (PLHA). However, treatment with HAART is associated with several side effects, affecting organs and leading to metabolic dysfunction and coronary disease. However, physical exercise has been used as a form of treatment, modifying the changes coming from HIV infection and administration of ART. A little studied training method in PLHA is functional training (TF) that proposes improvements in motor capacities, morphological and immunological parameters. Therefore, the purpose of this study was to investigate the effects of TF on biomotor abilities through the tests of peak velocity (Vpico), localized muscular resistance to the abdomen (LRWA), flexibility and potency of upper and lower limbs, oral cavity through the analysis of saliva; (IgA), total proteins (PT) and iron, during the pre, during and after 24 weeks of the training protocol. For the constitution of the sample, 20 individuals were recruited and divided into two groups eleven HIV- (seronegative) and 9 HIV + (seropositive). They underwent a functional training protocol for a period of 24 weeks, with a weekly frequency of two times, duration of 30 minutes in an effort / pause regime with 30/30 seconds. Biomotor abilities assessments and salivary analysis were collected in the pre, eight, 16 and 24 week TF periods. After 24 weeks, we concluded that TF was able to generate positive effects on biomotor abilities in the HIV-, Vpico, pre 8.7 ± 1.6 - final group 10.7 ± 2.3 (km.h-1) , Flexibility 20.1 ± 10.2 - 23.7 ± 8.1 (cm), PMMS 3.0 ± 0.4 - 4.3 ± 0.6 (m), RMLA 17.9 ± 9.7 - 30.7 ± 7.3 (n˚ replicates), PMMI 28.7 ± 5.6 - 31.8-6.7 (cm). For the HIV + group, Vpico pre 8.6 ± 2.3 - final 10.6 ± 2.2 (km.h-1), Flexibility 20.6 ± 6.7 - 26.2 ± 5.6 (cm) , PMMS 2.9 ± 0.9-3.9 ± 0.8 (m), RMLA 9.0 ± 8.4 ± 23.7 ± 6.0 (n˚ replicates), PMMI 25.6 ± 9, 9 - 29.6 ± 8.1 (cm). For the salivary analyzes, the following results were found in the HIV + group: Salivary flow pre 1109.1 ± 492.9 - final 690.0 ± 341.4 (μl/min), PT 5874.1 ± 2892.0 - 7464 , 9 ± 2690.7 (μg/mL), IgAs 249.5 ± 240.8 - 232.8 ± 143.0 (μg/mL), Iron 46.7 ± 12.7 ± 46.0 ± 5.8 (μg/dL), and for HIV +, salivary flow pre 900.0 ± 357.8 - final 743.8 ± 266.5 (μl/min), PT 4365.6 ± 1340.4 - 7376.8 ± 2506, (μg/mL), Iron 45.3 ± 4.5 - 45.0 ± 5.0 (μg/dL), IgAs 255.2 ± 118.7 - 383.4 ± 152.1 (μg/mL) , in both groups no immunosuppression was observed, maintaining the IgA salivary components, total proteins and iron unchanged, showing that this protocol can be applied in PLHA.
Physical Exercise;Acquired;immunodeficiency syndrome;Biomotor abilities
1
54
PORTUGUES
UNIVERSIDADE ESTADUAL DE MARINGÁ
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

FISIOLOGIA
FISIOLOGIA DO EXERCICIO
Efeito de um programa de exercício físico na composição corporal, sistema imune e respostas hemodinâmicas de pessoas vivendo com HIV/AIDS: Um ensaio clínico aleatório.

Banca Examinadora

SOLANGE MARTA FRANZOI DE MORAES
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
DENNIS ARMANDO BERTOLINI Participante Externo
FABIANA ANDRADE MACHADO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO DE APOIO AO DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO FADEC - Curso de Especialização em Fisiologia 12

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Sim