Brasil

Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE
Ciências e Biotecnologia (31003010079P0)
ISOLAMENTO E IDENTIFICAÇÃO DE VÍRUS MARINHO NO CORAL Siderastrea stellata EM ARRAIAL DO CABO E BÚZIOS/RJ
PRISCILA SANTANA PEREIRA
DISSERTAÇÃO
25/02/2014

Os vírus são descritos como sendo os organismos mais abundantes e dinâmicos dos ecossistemas aquáticos, superando a abundância bacteriana e influenciando processos ecológicos e biogeoquímicos. Nas últimas décadas os recifes de corais têm sido alvo de estudo com a finalidade de estabelecer as associações e possíveis interações existentes com microrganismos e partículas virais. Os estudos da virologia marinha contribuem para melhor compreender a influência sobre a diversidade e a dinâmica dos vírus no ambiente marinho. O objetivo principal deste trabalho foi a quantificação e identificação dos vírus envolvidos na associação coral-vírus em Arraial do Cabo e Búzios/RJ, possibilitando a determinação dos que contribuem para participação dos vírus marinhos na dinâmica dos ecossistemas marinhos. Foram utilizadas técnicas de: análise físico-química da água, microscopia eletrônica de transmissão, microscopia de epifluorescência e reação em cadeia da polimerase (PCR). Através da análise de bactérias e vírus pela quantificação direta, foi possível estimar a abundância viral. Assim verificamos que, os vírus estão presentes no ambiente marinho e na superfície do coral Siderastrea stellata e, superam em pelo menos uma ordem de grandeza a abundância de bactérias. Através da técnica de PCR e microscopia eletrônica de transmissão, foi feita a identificação das famílias de vírus presentes. Essas técnicas permitiram determinar a presença de vírus da família Podoviridae associados ao coral, nas amostras analisadas. Assim, foi possível determinar que existe uma relação dos nutrientes com abundância viral e bacteriana, onde evidencia-se maior abundância viral quando há maiores teores de clorofila-a e nutrientes. Esses resultados irão possibilitar futuras investigações de quais são as interações entre os vírus e suas células hospedeiras presentes em sistemas marinhos.

Vírus marinho, bacteriófago, Siderastrea stellata
Viruses are described as being the most abundant and dynamic organisms in aquatic ecosystems, prevailing over the bacterial abundance and influencing ecological and biogeochemical processes. In recent decades, coral reefs have been studied in order to establish the possible existing associations and interactions with microorganisms and viral particles. Studies of marine virology have contributed to better understand the influence on the diversity and dynamics of viruses in the marine environment. The main objective of this work was the quantification and identification of viruses involved in coral - associated virus in Arraial do Cabo and Búzios / RJ, enabling the determination of which contribute to the involvement of marine viruses in the dynamics of marine ecosystems. Physico-chemical water analysis, transmission electron microscopy, epifluorescence microscopy and polymerase chain reaction (PCR) techniques were used. Through analysis of bacteria and viruses by direct quantification it was possible to estimate the viral abundance. Thus we found that the viruses are present in the marine environment and on surface of the Siderastrea stellata and it exceeds by at least an order of magnitude the abundance of bacteria. The identification of the marine viral families present was done by PCR and transmission electron microscopy in order of identify in analysed samples. These techniques were used to determine the presence of virus Podoviridae family associated with coral in the analyzed samples. Thus, it was determined that there is a relationship of nutrients with bacterial and viral abundance, showing evidences of higher viral abundance when there are higher levels of chlorophyll-a and nutrients. These results will enable future investigations of what are the main interactions between viruses and their host cells present in marine systems.
Marine virus, bacteriophage, Siderastrea stellata
1
110
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL FLUMINENSE

Contexto

CIÊNCIAS E BIOTECNOLOGIA - INTERAÇÕES MOLECULARES, CELULARES E SISTÊMICAS
A IDENTIFICAÇÃO DE PROTÓTIPOS BIOATIVOS E MOLÉCULAS DE IMPORTÂNCIA EM SISTEMAS BIOLÓGICOS E BIOTECNOLÓGICOS
ESTUDO DA ATIVIDADE ANTIVIRAL(ANTI-HSV-1 , ANTI-HIV-1 E ANTI-EBV), CITOTÓXICA E DO MECANISMO DE AÇÃO DE SUBSTÂNCIAS NATURAIS E SINTÉTICAS

Banca Examinadora

IZABEL CHRISTINA NUNES DE PALMER PAIXAO
Sim
Nome Categoria
HELENA DE SOUZA PEREIRA Docente
MIRIAN ARAUJO CARLOS CRAPEZ Participante Externo
DAVIS FERNANDES FERREIRA Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUNDACAO CARLOS CHAGAS FILHO DE AMPARO A PESQUISA DO ESTADO DO RIO DE JANEIRO-FAPERJ - Cientista do Nosso Estado 24

Vínculo

-
-
-
Não