Dados do Trabalhos de Conclusão

FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
Zootecnia (21001014029P8)
Avaliação da Transferência de Imunidade Passiva em Cordeiros Através da Refratometria Percentual Brix
MARCELA RIBEIRO SANTIAGO
DISSERTAÇÃO
31/10/2017

O presente estudo teve objetivo de investigar fatores capazes de influenciar a TIP e a correlação da turvação ou não do teste de sulfato de zinco (TSZ) com a dosagem das Ig mensuradas por espectrofotometria e refratometria digital Brix% em cordeiros mestiços sob regime de criação extensiva, comum no nordeste brasileiro nas 12 e 24 horas pós nascimento. Foram utilizados 29 cordeiros, observado os fatores relacionados a ovelha e ao cordeiro em fichas individuais de cada ovelha e sua cria, classificado com boa vitalidade o que se manteve ativo e letárgicos os cordeiros com mais lentidão ambos apresentarem nas 24 horas de vida, categoria da ovelha, idade da ovelha, idade gestacional, horário do parto, tipo de parto, peso do cordeiro, sexo, ingestão do colostro após o nascimento (minutos). Amostras de sangue dos cordeiros nascidos, foi por venopunção da jugular externa, utilizando tubos a vácuo de 5mL sem anticoagulante e agulhas descartáveis. O soro foi obtido nas 12 e 24 horas por centrifugação após refração, foi utilizada imediato para análise a campo no Brix%, outra parte, armazenado e conservado em congelação a -20ºC até o momento das análises laboratoriais pela espectrofotometria TSZ. Análise de variância, foi pelo teste de Tukey 5% observando variação significativa comparando as médias do Brix% e as Ig (mg/dl) TZS. Em relação aos parâmetros de turvação (TSZ) ou não (qualitativos) e os valores (quantitativos) foram correlacionados com Brix% pelo coeficiente de correlação de postos de Spearman (r). Feita as análises, observou no Brix%, menor valor estimado foi 6,4% e o maior 12,8% nas 12 horas. Em relação aos resultados quantitativos e qualitativos do TSZ, foi observado que os valores acima de 100 mg/dl a mistura mantinham-se turva e que abaixo de 100 mg/dl a mistura não alterava. Os valores máximos e mínimos para 12 e 24 horas obtidos pelo TSZ foram (1316,36mg/dL – 34,9mg/dL) e (1174,54mg/dL – 34,9mg/dL) respectivamente, valor abaixo de 100 mg/dl era considerada FTIP, deste modo, foi observado a correlação entre a turvação do TSZ e o Brix% nos soros de cordeiros colhidos nas 12 e 24 horas pós nascimento, o TSZ na maioria das amostras reagiram ao padrão de turvação, resultando a correlação Spearman r referindo aos testes Brix% e TSZ tanto qualitativo e quantitativo nas 12 horas ambos tiveram uma maior correlação do que nas 24 horas, e que nas 24 horas apenas da refratometria Brix% houve um bom resultado. Dessa forma, baseado nos resultados TSZQualit/TSZQuant, TSZQuali/Refratometria Brix% e TSZQuanti/ Refratometria Brix% nas 12 horas (p <0,05), observou uma maior correlação do que nas 24 horas (p > 0,05). Reforçando que Brix% utilizada para avaliação FTIP em cordeiros nas 12 horas, possibilita maior confiabilidade. Pode se concluir a TIP não é influenciada pelo fatores que foram relacionados. E que se houver uma intensificação na vigilância do homem nos cordeiros após o nascimento até ingerirem o colostro tem maior sobrevivência. E que houve correlação positiva do refratômetro Brix% com o Teste TSZ tanto quantitativo como qualitativo nas 12 horas, podendo este, ser uma ferramenta útil e de fácil uso ao campo e confiável para a observação da TIP durante as 12 horas de vida do cordeiro.

imunoglobulinas, neonatos, ovinos.
-----
----
0
PORTUGUES
FUNDAÇÃO UNIVERSIDADE FEDERAL DO PIAUÍ
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

PRODUÇÃO ANIMAL
MELHORAMENTO E REPRODUÇÃO ANIMAL
Método a campo para estimar concentração de imunoglobulinas (IgG) no colostro de ovelhas da raça Santa Inês

Banca Examinadora

TANIA VASCONCELOS CAVALCANTE
DOCENTE - COLABORADOR
Sim
Nome Categoria
MONICA ARRIVABENE Participante Externo
FRANCISCA ELDA FERREIRA DIAS Participante Externo
LEILSON ROCHA BEZERRA Docente - PERMANENTE

Vínculo

-
-
-
Não