Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
MEDICINA (RADIOLOGIA CLÍNICA) (33009015029P2)
IMPACTO DA LASERTERAPIA DE BAIXA POTÊNCIA NA HIPOSSALIVAÇÃO, pH SALIVAR E QUALIDADE DE VIDA DE PACIENTES APÓS RADIOTERAPIA PARA CÂNCER DE CABEÇA E PESCOÇO Tese
LUIZ FELIPE PALMA
TESE
30/11/2017

Objetivo: Avaliar o efeito da laserterapia de baixa potência na hipossalivação, pH salivar e qualidade de vida de pacientes que receberam radioterapia para câncer de cabeça e pescoço. Método: Vinte e nove pacientes portadores de xerostomia radioinduzida receberam sessões de laserterapia duas vezes por semana, durante três meses (24 sessões). Para isso, um aparelho de laser diodo contínuo de Índio-Gálio-Alumínio-Fósforo foi usado de forma pontual (808 nm; 0,75 W/cm²; 30 mW; ponta do emissor 0,04 cm²; 7,5 J/cm²; 10 segundos; 0,3 J) em glândulas salivares maiores. Seis pontos extraorais foram iluminados em cada glândula parótida e três pontos em cada glândula submandibular, assim como dois pontos intraorais em cada glândula sublingual. Fluxos salivares não estimulado e estimulado, pH salivar (duas escalas com diferentes graduações) e qualidade de vida (versão em português-brasileiro do Questionário de Qualidade de Vida da Universidade de Washington para Pacientes com Câncer de Cabeça e Pescoço) foram avaliados no início e ao final da laserterapia. Resultados: Foram observados aumentos estatisticamente significantes nos valores médios dos fluxos salivares (não estimulado: p=0,0012; estimulado: p<0,0001), pH (p=0,0002 e p=0,0004) e escores provenientes do questionário de qualidade de vida (p<0,0001). Conclusão: A laserterapia de baixa potência foi capaz de mitigar a hipossalivação e aumentar o pH salivar de pacientes submetidos à radioterapia para câncer de cabeça e pescoço, contribuindo, assim, para uma evidente melhora na qualidade de vida.

1.Neoplasias de Cabeça e Pescoço.;2.Radioterapia. 3.Terapia a Laser de Baixa Intensidade. 4.Qualidade de Vida.
Purpose: To evaluate the effect of low-level laser therapy on hyposalivation, salivary pH, and quality of life in head and neck cancer patients post-radiotherapy. Methods: Twenty-nine patients with radiation-induced xerostomia received laser sessions twice a week, during three months (24 sessions). For this, a continuous wave Indium-Gallium-Aluminium-Phosphorus diode laser device was used punctually (808 nm, 0.75 W/cm², 30 mW, illuminated area 0.04 cm², 7.5 J/cm², 10 seconds, 0.3 J) on the major salivary glands. Six extraoral points were illuminated on each parotid gland and three on each submandibular gland, as well as two intraoral points on each sublingual gland. Stimulated and unstimulated salivary flow rates, pH (two scales with different gradations), and quality of life (University Of Washington Quality of Life Questionnaire for Patients with Head and Neck Cancer) were assessed at baseline and at the end of the treatment. Results: There were significant increases in both mean salivary flow rates (unstimulated: p=0.0012; stimulated: p<0.0001), mean pH values (p=0.0002 and p=0.0004), and mean score from the quality of life questionnaire (p<0.0001). Conclusion: Low-level laser therapy was able to mitigate hyposalivation and increase salivary pH of patients submitted to radiotherapy for head and neck cancer, thereby contributing to an evident improvement in quality of life.
1. Head and Neck Neoplasms.;2.Radioterapia. 3.Low Intensity Laser Therapy. 4.Quality of Life.
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

CIÊNCIAS RADIOLÓGICAS
GESTÃO E TECNOLOGIA
Estudo dos efeitos biológicos da radiação ionizante em células e tecidos e suas aplicações em radioterapia

Banca Examinadora

HELENA REGINA COMODO SEGRETO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ANA PAULA DINIZ FORTUNA POLI Participante Externo
ELAINE DIAS DO CARMO Participante Externo
MARCELO ARTHUR CAVALLI Participante Externo
PATRICIA BAILAO AGUILAR Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Sim