Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
ENFERMAGEM (33009015035P2)
RELAÇÃO ENTRE O ESTADO NUTRICIONAL E COMPOSIÇÃO CORPORAL, FUNÇÃO PULMONAR E QUALIDADE DE VIDA EM IDOSOS COM DOENÇA PULMONAR OBSTRUTIVA CRÔNICA
GIOVANNA PEIXOTO BARRETO
DISSERTAÇÃO
20/12/2017

A doença pulmonar obstrutiva crônica (DPOC) é uma doença respiratória comum, prevenível e tratável, que se caracteriza pela limitação ao fluxo aéreo. Em 2015, a DPOC foi a quarta causa de mortalidade, sendo responsável por 3,2 milhões de óbitos no mundo. Em pacientes com DPOC, a desnutrição é um achado comum e está relacionada com a piora da gravidade da doença e da qualidade de vida. Objetivo: Avaliar a relação entre o estado nutricional e a composição corporal de pacientes com DPOC com a função pulmonar e a qualidade de vida. Métodos: Estudo transversal analítico realizado em pacientes idosos com DPOC atendidos no ambulatório do Centro de Reabilitação Pulmonar da Universidade Federal de São Paulo (UNIFESP). Para a avaliação do estado nutricional foram utilizados o Índice de Massa Corporal (IMC), a Bioimpedância (BIA) e a Mini Avaliação Nutricional (MAN). A função pulmonar foi avaliada de acordo com a espirometria, segundo critérios GOLD e a qualidade de vida foi avaliada pelo Teste da Avaliação da DPOC (CAT). As análises estatísticas foram realizadas com auxílio do pacote estatístico IBM SPSS versão 20.0 e foram considerados como estatisticamente significativos os resultados com probabilidade de Erro tipo I inferior a 5%. Resultados: Foram incluídos 107 pacientes com média de idade de 71,1 ± 6,6 anos, 52,3% homens, 44,9% tinham DPOC moderado e 34,6% grave. Segundo a MAN, 42,9% dos pacientes tinham risco nutricional e desnutrição. Em relação a BIA, a massa livre de gordura (MLG) apresentou correlações de intensidade moderada com os indicadores Volume Expiratório Forçado no 1 Segundo (VEF1) e Capacidade Vital Forçada (CVF) e a Massa de Gordura Corporal (MG) também se correlacionou positivamente com o VEF1(L) e a relação VEF1 / CVF. Embora não tenha sido observado diferenças médias significativas entre os valores da MAN com a gravidade da doença, esta correlacionou-se positivamente com quase todos os indicadores espirométricos. Os valores de IMC, circunferência braquial e circunferência da panturrilha foram significativamente menores nos pacientes com maior gravidade da doença. Dentre os indicadores de composição corporal, a massa de gordura corporal e o índice de massa livre de gordura mostraram diferir significativamente entre os grupos de gravidade da doença. Observou-se correlações significativas entre a MAN e a pontuação total do instrumento CAT, sendo que a pontuação foi maior nos pacientes em risco nutricional ou desnutridos. Conclusão: O estado nutricional se associa à função pulmonar e qualidade de vida de pacientes idosos com DPOC.

Avaliação Nutricional;Estado Nutricional;Idoso;Composição Corporal;Doença Pulmonar Obstrutiva Crônica;Qualidade de Vida
Chronic obstructive pulmonary disease (COPD) is a common, preventable and treatable respiratory disease characterized by airflow limitation. In 2015, COPD was the fourth leading cause of death, accounting for 3.2 million deaths worldwide. In patients with COPD, malnutrition is a common finding and it is related to worsening disease severity and quality of life. Objective: To evaluate the relationship between nutritional status and body composition of elderly COPD patients with pulmonary function and quality of life. Methods: An analytical crosssectional study was performed in elderly patients with COPD attended at the outpatient clinic of the Pulmonary Rehabilitation Center of the Federal University of São Paulo (UNIFESP). The Body Mass Index (BMI), Bioimpedance (BIA) and the Mini Nutritional Assessment (MNA) were used for evaluating the nutritional status. Pulmonary function was assessed according to the spirometry, GOLD criteria and quality of life had been assessed by the COPD Assessment Test (CAT). Statistical analyzes were performed using the statistical package IBM SPSS version 20.0 and the results with the probability of Type I error was lower than 5% it was considered statistically significant. Results: We included 107 patients, the mean age was, 71.1 ± 6.6 years old, 52.3% men, 44.9% had moderate COPD and 34.6% had severe COPD. According to MNA, 42.9% of patients had nutritional risk and malnutrition. In relation to BIA, the Fat-Free Mass (FFM) witch presented moderate intensity correlations with the indicators of Forced Expiratory Volume at 1 Ssecond (FEV1) and Forced Vital Capacity (FVC), and Fat Body Mass (FM) also correlated positively with FEV1 (L) and the FEV1 / FVC ratio. Although there were no significant differences between MNA scores and disease severity, this correlation was positive for almost all spirometric indicators. The values of BMI, mid arm circumference and calf circumference were significantly lower in patients with greater severity of the disease. Among the indicators of body composition, the fat body mass and the fat-free mass index showed to differ significantly between the severity groups of the disease. Significant correlations were observed between MNA score and CAT score, with higher scores in patients at nutritional risk or malnourished. Conclusion: Nutritional status is associated with pulmonary function and quality of life in elderly patients with COPD.
Nutritional Assessment;Nutritional Status;Elderly, Body Composition;Chronic Obstructive Pulmonary Disease;Quality of Life.
1
79
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

ENFERMAGEM, CUIDADO E SAÚDE
CUIDADO CLÍNICO DE ENFERMAGEM E SAÚDE (CCDES)
-

Banca Examinadora

ANA RITA DE CASSIA BETTENCOURT
DOCENTE - COLABORADOR
Não
Nome Categoria
JOSE ROBERTO DE BRITO JARDIM Participante Externo
RITA DE CASSIA DE AQUINO Participante Externo
ALEXANDRA PASSOS GASPAR Participante Externo

Vínculo

CLT
Instituição de Ensino e Pesquisa
Ensino e Pesquisa
Não