Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
Interdisciplinar em Ciências da Saúde (33009015070P2)
EFEITOS CARDIOVASCULARES DOS ESTEROIDES ANABÓLICOS ANDROGÊNICOS EM MULHERES
CARLOS AUGUSTO PADILHA DE OLIVEIRA
DISSERTAÇÃO
13/11/2017

Objetivo: Investigar os efeitos adversos, cardiovasculares e autonômicos causados pelo abuso dos esteroides anabólicos androgênicos em mulheres. Métodos: Foram avaliadas 30 mulheres praticantes de musculação que foram divididos em dois grupos, cada um com 15 participantes, o primeiro grupo foi formado por mulheres usuárias de esteroides anabólicos androgênicos (U) e o segundo grupo foi formado por mulheres não usuárias de esteroides anabólicos androgênicos (NU). Os voluntários foram submetidos a uma anamnese, a testes antropométricos, ao teste de esforço cardiopulmonar, à análise da variabilidade da frequência cardíaca, análise do comportamento da frequência cardíaca de recuperação e a mensuração da pressão arterial de repouso. As variáveis foram comparadas entre os subgrupos de usuárias e não usuárias de esteroides anabólicos. Resultados: As mulheres usuárias de esteroides anabólicos apresentaram valores maiores de massa corporal total, valores reduzidos para a maioria das dobras cutâneas analisadas, valores elevados de densidade corporal, valores reduzidos de percentual de gordura, valores aumentados de massa muscular, valores reduzidos de massa gorda, valores reduzidos de consumo pico de oxigênio, valores reduzidos de consumo absoluto de oxigênio, valores reduzidos de frequência cardíaca no segundo limiar ventilatório, atingiram uma menor carga pico, um menor valor percentual do consumo predito de oxigênio, valores aumentados de pressão arterial sistólica, diastólica, frequência cardíaca de repouso, um atraso na recuperação da frequência cardíaca pós esforço e uma diminuição da variabilidade da frequência cardíaca. Conclusões: O uso de esteroides anabólicos androgênicos por mulheres, apesar de criar um perfil de composição corporal com maiores níveis de massa muscular e menores níveis de gordura corporal, resulta em comprometimento dos sistemas cardiovasculares e autonômicos semelhantes ao encontrados em usuários de esteroides do sexo masculino já documentados na literatura. Estas alterações acarretam em uma maior probabilidade para o desenvolvimento de eventos adversos cardiovasculares em usuárias de esteroides anabólicos.

1. Esteroides;2. Anabolizantes;3. Efeitos Adversos;4. Doenças Cardiovasculares
Objective: To investigate the adverse cardiovascular and autonomic effects caused by the abuse of anabolic androgenic steroids in women. Methods: Thirty female bodybuilders were divided into two groups, each with 15 participants. The first group consisted of women using androgenic anabolic steroids (U) and the second group was formed by women who did not use anabolic steroids androgenic (NU). The volunteers were submitted to an anamnesis, anthropometric tests, cardiopulmonary exercise test, heart rate variability analysis, recovery heart rate behavior analysis and resting blood pressure measurement. The variables were compared between the subgroups of users and non-users of anabolic steroids. Results: Women who used anabolic steroids had higher values of total body mass, reduced values for most of the skinfolds analyzed, high values of body density, reduced values of fat percentage, increased values of muscle mass, reduced values of fat mass , reduced values of peak oxygen consumption, reduced values of absolute oxygen consumption, reduced values of heart rate in the second ventilatory threshold, reached a lower peak load, a lower percentage of predicted oxygen consumption, increased values of systolic blood pressure, diastolic blood pressure, resting heart rate, delayed recovery of post-exertion heart rate and a decrease in heart rate variability. Conclusion: The use of anabolic androgenic steroids by women, despite creating a profile of body composition with higher levels of muscle mass and lower levels of body fat, results in impairment of cardiovascular and autonomic systems similar to those found in male steroid users already documented in the literature. These changes lead to a greater probability for the development of cardiovascular adverse events in anabolic steroid users.
1. Steroids;2. Anabolics;3. Adverse Effects;4. Cardiovascular diseases
1
59
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

-
-
Crescimento, desenvolvimento e aptidão física relacionada à saúde de crianças e adolescentes da cidade de Santos (SP) – Estudo longitudinal.

Banca Examinadora

EMILSON COLANTONIO
Sim
Nome Categoria
JOAO PAULO BOTERO Docente
ALEXANDRE GALVAO DA SILVA Participante Externo
CRISTIANO DE LIMA Participante Externo

Vínculo

-
-
-
Não