Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
ANTROPOLOGIA SOCIAL (31001017021P5)
“Viver na língua Guarani Nhandeva (mulher falando)”
SANDRA BENITES
DISSERTAÇÃO
28/02/2018

Esta dissertação pretende analisar as desavenças e conflitos entre a tradução e a educação Guarani imposta nas aldeias como escola formal, utilizando-se do conceito de “bilinguismo” como ferramenta. Ela apresenta uma descrição prática através das experiências vividas das formas com as quais os Guarani Nhandewa transmitem conhecimentos as suas crianças e jovens. A(s) história(s) Nhandewa são a base da formação de condutas, crenças e personalidades que sejam compatíveis e adaptadas de acordo com a especificidade de cada teko. Destaca-se, aqui, a formação que diferencia as mulheres guarani dos homens guarani, com ênfase na história de Nhandesy ‘Ete, figura feminina da cosmologia guarani. Busca também fazer uma análise dos efeitos de atividades desenvolvidas pelas escolas “bilíngues” na formação de novas gerações indígenas, identificando os possíveis impactos e interferências negativas na formação educativa das crianças falantes de Guarani. Por fim, aponta algumas dificuldades pela falta de formação continuada dos professores indígenas em dois aspectos: a formação específica em suas próprias culturas e na cultura da sociedade em volta. A implantação de um projeto de educação escolar indígena, mesmo inspirado na Constituição Federal de 1988, não garante o atendimento específico e diferenciado com rigor.

Educação indígena;Guarani Nhandewa;interculturalidade;bilinguismo
This dissertation intends to analyze the deviations and conflicts between translation and the formal education imposed in the Indigenous schools, using the concept of "bilingualism" as an analytical tool. It presents a description of the educational practices lived through the experiences of the Guarani Nhandewa and how they transmit to their children and teenagers their own knowledge. The Nhandewa narratives are the basis of the formation of manners, beliefs and personalities that are compatible and adapted according to the specificity of each teko. We emphasize here the formation that differentiates Guarani women from Guarani men, especially through the narrative of Nhandesy 'Ete, the main female figure of the Guarani cosmology. It also seeks to analyze the effects of the activities developed by the bilingual schools in the formation of new indigenous generations, identifying the possible negative impacts and interferences in the educational training of Guarani-speaking children. Finally, it points out some difficulties due to the lack of continuous training of indigenous teachers in two aspects: specific formation in their own cultures and in the culture of the surrounding society. The implementation of an indigenous school education project, even if apparently guided by the principles of the Federal Constitution of 1988, does not guarantee a specific and differentiated attendance.
Indigenous education;Guarani Nhandewa;interculturalism;bilingualism
1
105
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

ANTROPOLOGIA SOCIAL
ANTROPOLOGIA E LINGUÍSTICA
GRUPO DE ESTUDOS EM LINGUÍSTICA E ANTROPOLOGIA (GELA)

Banca Examinadora

BRUNA FRANCHETTO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
LUISA ELVIRA BELAUNDE OLSCHEWSKI Docente - PERMANENTE
BRUNA FRANCHETTO Docente - PERMANENTE
JOSE RIBAMAR BESSA FREIRE Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Ciências Humanas, Sociais e Sociais Aplicadas 24

Vínculo

Colaborador
Outros
Outros
Não