Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
CIÊNCIAS SOCIAIS EM DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE (31002013007P9)
QUANDO A MATA SE TORNA ATLÂNTICA: DILEMAS DA GESTÃO INTEGRADA DOS MOSAICOS DE ÁREAS PROTEGIDAS
DAMIANA DE SOUSA CAMPOS
DISSERTAÇÃO
30/10/2013

O presente trabalho versa sobre o processo de implementação do Mosaico de Áreas Protegidas do Extremo Sul da Bahia, região de Mata Atlântica, tendo como pano de fundo conflitos ambientais. Entendendo por conflito ambiental as controvérsias existentes, o que está em jogo são os diferentes sentidos atribuídos ao manejo e uso dos recursos naturais pelos sujeitos. Problematiza-se a questão a partir da afirmação dos direitos territoriais por indígenas Pataxó, que retomaram uma área referente à unidade de conservação de proteção integral Parque Nacional do Descobrimento, formando cinco aldeias. Buscou-se, a partir do uso de técnicas etnográficas, entender como se deu o diálogo entre os gestores do Parque e os indígenas. Nota-se ainda que, em determinando momento, há um deslocamento da questão indígena, enquanto reivindicação dos direitos territoriais, para uma questão ambiental, na qual a integridade da Mata Atlântica é lida como o principal elemento a ser considerado. Problematiza-se a atuação do Mosaico neste sentido, sendo este instrumento evidenciado como estruturante no processo de mediação. Averigua-se que mesmo possibilitando avanços na discussão da importância da conservação das diferentes áreas protegidas e como instrumento de compartilhamento, o Mosaico reafirma um modus operandi das Unidades de Conservação, potencializado por sua abrangência territorial.

conflitos ambientais, Unidades de Conservação, direitos territoriais, Mosaico de Áreas Protegidas.
This paper deals with the implementation process Area Mosaic Protected the Extreme South of Bahia, Atlantic Forest region, having as background environmental conflicts. Understanding of environmental conflict existing controversies, which is at stake are the different meanings given to the management and use of natural resources by subject. Discusses the question from the assertion of territorial rights for indigenous Pataxó, who resumed an area related to unit integral protection conservation Discovery National Park, forming five villages. We sought from the use of ethnographic techniques, understand how was the dialogue between managers of the Park and indigenous. We note also that, in determining when there is a shift from the question indigenous, while claim territorial rights to an environmental issue, in which the integrity of the Atlantic Forest is read as the main element to be considered. Problematizes the role of mosaic in this sense, this instrument is evidenced as structuring the mediation process. Ascertains that it is possible advances in the discussion of the importance of conservation of protected areas and how different instrument of sharing, Mosaic reaffirms a modus operandi of Units Conservation, enhanced by its territorial scope.
environmental conflicts; Conservation Units; territorial rights; Mosaic of Protected Areas
1
112
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL RURAL DO RIO DE JANEIRO
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

DESENVOLVIMENTO, AGRICULTURA E SOCIEDADE
ESTUDOS DE CULTURA E MUNDO RURAL
PATRIMÔNIO CULTURAL RURAL PAULISTA: ESPAÇO PRIVILEGIADO PARA PESQUISA, EDUCAÇÃO E TURISMO

Banca Examinadora

MARIA JOSE TEIXEIRA CARNEIRO
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
ANDREY CORDEIRO FERREIRA Docente - PERMANENTE
ALFREDO WAGNER BERNO DE ALMEIDA Participante Externo
MARIA JOSE TEIXEIRA CARNEIRO Docente - PERMANENTE

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
CONS NAC DE DESENVOLVIMENTO CIENTIFICO E TECNOLOGICO - Bolsa de Mestrado no País GM 24

Vínculo

Colaborador
Outros
Pesquisa
Sim