Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
PSIQUIATRIA E PSICOLOGIA MÉDICA (33009015032P3)
Adaptação Transcultural Brasileira e Validação da Lista de Eventos Ameaçadores - Questionário (Lte-Q) Segundo Levantamento Nacional de Álcool e Drogas
PATRICIA BERNARDETE DE ABREU
DISSERTAÇÃO
10/11/2017

Abreu, P. B. Adaptação transcultural brasileira e validação da Lista de Eventos Ameaçadores - Questionário (LTE-Q). 2017. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina Objetivo: Adaptação transcultural e validação da Lista de Eventos Ameaçadores (LTE-Q), e sua associação com o uso de drogas em uma população probabilística brasileira. Métodos: Trata-se de uma análise secundária da Segunda Pesquisa Nacional sobre Álcool e Drogas (II LENAD), que utilizou uma adaptação transcultural da LTE-Q em uma amostra probabilística de 4.607 participantes com idade igual ou superior a 14 anos. A análise de classe latente foi utilizada para validar o traço latente Adversidade (que considerou o número de eventos da lista de 12 itens na LTE-Q experimentado pelo entrevistado no ano anterior) e regressão logística foi realizada para encontrar sua associação com beber em binge e uso de cocaína. Resultados: A análise fatorial confirmatória retornou um qui-quadrado de 108.341, média ponderada da raiz quadrado residual (WRMR) de 1.240, índice de ajuste confirmatório (CFI) de 0.970, índice de Tucker-Lewis (TLI) de 0.962, e aproximação de erro quadrático médio (RMSEA) de 1.000. A validação da LTE-Q mostrou que o traço latente Adversidade aumentou as chances de beber em binge em 1,31% e dobrou as chances de consumo de cocaína no ano anterior (ajustado por variáveis sociodemográficas). Conclusão: O uso da LTE-Q no Brasil deve ser encorajado em diferentes campos de pesquisa, incluindo grandes inquéritos epidemiológicos, uma vez que também é adequado quando o tempo e o orçamento são limitados. A LTE-Q pode ser uma ferramenta útil no desenvolvimento de estratégias de prevenção direcionadas e mais eficientes.

Validação, Epidemiologia, Eventos de Vida Adversos, Uso de drogas, Brasil
Abreu, P. B. Adaptação transcultural brasileira e validação da Lista de Eventos Ameaçadores - Questionário (LTE-Q). 2017. Dissertação (mestrado) – Universidade Federal de São Paulo - Escola Paulista de Medicina Objective: To perform a construct validation of the List of Threatening Events Questionnaire (LTE-Q), as well as convergence validation by identifying its association with drug use in a sample of the Brazilian population. Methods: This is a secondary analysis of the Second Brazilian National Alcohol and Drugs Survey (II BNADS), which used a cross-cultural adaptation of the LTE-Q in a probabilistic sample of 4,607 participants aged 14 years and older. Latent class analysis was used to validate the latent trait adversity (which considered the number of events from the list of 12 item in the LTE experienced by the respondent in the previous year) and logistic regression was performed to find its association with binge drinking and cocaine use. Results: The confirmatory factor analysis returned a chi-square of 108.341, weighted root mean square residual (WRMR) of 1.240, confirmatory fit indices (CFI) of 0.970, Tucker-Lewis index (TLI) of 0.962, and root mean square error approximation (RMSEA) score of 1.000. LTE-Q convergence validation showed that the adversity latent trait increased the chances of binge drinking by 1.31 time and doubled the chances of previous year cocaine use (adjusted by sociodemographic variables). Conclusion: The use of the LTE-Q in Brazil should be encouraged in different research fields, including large epidemiological surveys, as it is also appropriate when time and budget are limited. The LTE-Q can be a useful tool in the development of targeted and more efficient prevention strategies.
Brazil;validation;epidemiology;adverse life events assessment.
0
PORTUGUES
UNIVERSIDADE FEDERAL DE SÃO PAULO
O trabalho não possui divulgação autorizada

Contexto

SAÚDE MENTAL
EPIDEMIOLOGIA E PSIQUIATRIA SOCIAL
Instituto Nacional de Políticas Públicas do Álcool e Outras Drogas

Banca Examinadora

CLARICE SANDI MADRUGA
DOCENTE - COLABORADOR
Não
Nome Categoria
WAGNER DE LARA MACHADO Participante Externo
EDILAINE MORAES Participante Externo
FLAVIA DE LIMA OSORIO Participante Externo
CLEUSA PINHEIRO FERRI Participante Externo

Financiadores

Financiador - Programa Fomento Número de Meses
FUND COORD DE APERFEICOAMENTO DE PESSOAL DE NIVEL SUP - Bolsas concedidas no âmbito do acordo CAPES/FUNDECT 24

Vínculo

-
-
-
Não