Dados do Trabalhos de Conclusão

UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
ARQUITETURA E URBANISMO (53001010042P8)
Quando a Cidade Convida: Lições de Urbanidade e Configuração em Assentamentos Limitados
MARLYSSE CARLA DA SILVA ROCHA
DISSERTAÇÃO
06/10/2017

A urbanidade é um atributo que o espaço urbano pode ter para acolher, promover ou facilitar a convivência, assim como as trocas entre diferentes pessoas, por diferentes motivos e em diferentes horários. A configuração da cidade é capaz de “enviar” convites para que as pessoas utilizem o espaço urbano de maneira socialmente dinâmica, favorecendo a urbanidade. A presente pesquisa apoiou-se nessas premissas e contemplou a investigação de atributos configuracionais em assentamentos humanos limitados, buscando compreender em que medida os limites humanos, naturais ou mistos, podem induzir tais características. A amostra selecionada foi estruturada em 3 níveis analíticos, explorados em graus distintos de detalhamento, com destaque para a interpretação da cidade de Afuá (PA-Brasil). No nível 1, foi desenvolvida a leitura macro de 23 sistemas urbanos a partir das estratégias recomendadas por Gondim (2014) e Medeiros (2013). A análise amparou-se nas variáveis associadas à Teoria da Lógica Social do Espaço, aplicadas a modelos axiais (linhas), com foco no desempenho dos assentamentos quanto à acessibilidade, que é o primeiro passo para a promoção da urbanidade. Nesse nível, o objetivo foi verificar se havia um padrão configuracional em cidades limitadas. No nível 2, realizou-se a leitura dos espaços convexos (planos) com ênfase na permanência, correspondendo ao segundo passo para o convite à urbanidade. A análise local de 5 cidades apoiou-se na produção de Jacobs (2000), Holanda (2002; 2013) e Gehl (2013), com o intuito de avaliar em que medida a configuração associada à existência de limites condiciona os níveis de urbanidade. O Nível 3, voltado para a compreensão de como o espaço intermedia os encontros, buscou esclarecer se a configuração do espaço urbano de Afuá emite convites que afetam níveis de urbanidade. Nessa fase procedeu-se à correlação dos dados de contagem com os resultados das variáveis sintáticas avaliadas nos níveis anteriores para a cidade de Afuá. Os achados apontaram que os limites afetam indiretamente a urbanidade, ou seja, dentro de uma perspectiva complexa com vários elementos intermediários. A análise da amostra demonstrou que os limites geram certos tipos de padrão, de acordo com sua constituição e que esses, por sua vez, produzem um tipo de malha, mais dispersa ou mais compacta. Trata-se da compactação, em última instância, que promove as características morfológicas que afetam os níveis de urbanidade.

Urbanidade;Limites. Configuração Urbana. Morfologia Urbana. Sintaxe Espacial.
Urbanity is an attribute that urban space can have to welcome, promote or facilitate the coexistence, as well as the exchanges between different people, for different reasons and at different times. The configuration of the city, is able to "send" invitations so that people use the urban space in a socially dynamic way, favoring urbanity. The present research was based on these premises and contemplated the investigation of configurational attributes in limited human settlements, trying to understand to what extent the human limits (natural or mixed) can induce such characteristics. The selected sample was structured in three analytical levels, explored in different degrees of detail, with emphasis on the interpretation of the city of Afuá (PA / Brazil). At level 1 the macroscopic reading of 23 urban systems was developed based on the strategies recommended by Gondim (2014) and Medeiros (2013). The analysis was based on the variables associated to Space Theory of Social Logic applied to axial models (lines), focusing on the performance of settlements regarding accessibility, which is the first step towards the promotion of urbanity. At this level the objective was to verify if there is a configurational pattern in limited cities. In Level 2, the convex spaces (planes) were read, with emphasis on permanence, which corresponds to the second step for the invitation to urbanity. The local analysis of 5 cities was based on the production of Jacobs (2000), Holanda (2002; 2013) and Gehl (2013), in order to evaluate to what extent the configuration associated to the existence of limits restrains the levels of urbanity. Level 3, aimed at understanding how space mediates the meetings, sought to clarify if the configuration of the urban space of Afuá issues invitations that affect levels of urbanity. In this phase, the counting data were correlated with the results of the syntactic variables evaluated in the previous levels for the city of Afuá. The findings pointed out that boundaries indirectly affect urbanity, that is, within a complex perspective with several intermediate elements. Sample analysis demonstrated that the boundaries generate certain types of pattern according to their constitution and that they in turn produce a more dispersed or more compact mesh type. It is the compaction, ultimately, that promotes the morphological characteristics that affect the levels of urbanity.
Urbanity;Limits, Urban Configuration, Urban Morphology, Spatial Syntax.
1
271
PORTUGUES
UNIVERSIDADE DE BRASÍLIA
O trabalho possui divulgação autorizada

Contexto

PROJETO E PLANEJAMENTO
PROJETO E PLANEJAMENTO URBANO E REGIONAL
UMA HERANÇA DO ULTRAMAR: ANÁLISE DA CONFIGURAÇÃO URBANA EM CIDADES LUSÓFONAS (FASES 1, 2, 3, 4, 5, 6, 7 e 8))

Banca Examinadora

VALERIO AUGUSTO SOARES DE MEDEIROS
DOCENTE - PERMANENTE
Sim
Nome Categoria
FRANCINEY CARREIRO DE FRANCA Participante Externo
VALERIO AUGUSTO SOARES DE MEDEIROS Docente - PERMANENTE
ROMULO JOSE DA COSTA RIBEIRO Docente - PERMANENTE

Vínculo

Servidor Público
Empresa Pública ou Estatal
Outros
Não